Como se proteger de e-mails falsos? Conheça 3 dicas práticas

Três a cada dez brasileiros não conseguem identificar características de e-mails falsos. Aprenda a se proteger de golpes na internet com e-mails falsos.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

De acordo com o estudo realizado pela empresa especializada em segurança e tecnologia Kaspersky, três em cada dez brasileiros não conseguem reconhecer e-mails falsos

O país é o oitavo no ranking mundial com maior vítimas de ataques virtuais. E os e-mails continuam sendo o principal alvo de cibercriminosos para o roubo de informações e envio de vírus para o usuário

Continua após a publicidade

Aprenda a proteger a caixa de entrada de e-mails falsos e evite possíveis problemas de roubo de informações. 

Com informações da Isto É Dinheiro

Como identificar e-mails falsos?

Apenas no terceiro trimestre de 2020, foram disparados aproximadamente 50 milhões de e-mails com arquivos maliciosos, conforme dados do boletim de segurança da Kaspersky. Desse número, 3,5% tiveram como alvo os usuários brasileiros.

Portanto, aprenda algumas dicas que podem ajudar a identificar e-mails falsos. 

1. Cuidado com assuntos sensacionalistas

Na maioria das vezes, assuntos sensacionalistas enviados por um “remetente” como bancos, seguradoras e outras organizações podem ser um indício de golpe. 

Nenhuma empresa idônea solicita informações confidenciais por comunicação de mensagens

Por isso, se você receber um e-mail deste, apague de sua caixa de entrada e ligue para a empresa que você tenha relação para confirmar se o envio da mensagem é verídico. 

2. Exclua a mensagem sem abrir

Caso o usuário suspeite de que a mensagem pode ser falsa, apague o conteúdo sem abrir. 

Muitos e-mails falsos enviam ações malignas para o computador e podem instalar malwares em uma máquina sem antivírus apenas pelo ato de abrir a correspondência digital. 

Além disso, é importante nunca abrir anexos como Word, Excel e PDF de remetentes desconhecidos. 

3. Use antivírus e ferramentas similares para se proteger de e-mails falsos

Além dos antivírus, busque instalar ferramentas de segurança alternativa no computador ou dispositivo móvel para se proteger ao acessar a internet. 

No mercado, o mercado há várias opções que protegem contra ameaças comuns, como worms e trojans, e outras mais sofisticadas, como botnets e aplicativos maliciosos.

Além disso, outra ferramenta interessante para ajudar a identificar e-mails falsos e proteger o computador, é utilizar tecnologia antiphishing, responsável por bloquear links maliciosos antes mesmo de serem abertos. 

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações Push para continuar recebendo informações sobre o universo financeiro. 

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.