Aneel proíbe corte de luz por falta de pagamento de família de baixa renda

A medida é válida até 30 de junho. A proibição do corte de luz por falta de pagamento vale também para setores de saúde e vacinas.

LilianCH
Lilian Calmon

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou nesta sexta-feira, 26, a proibição do corte de luz por falta de pagamento de família de baixa renda. A medida, que foi adotada em razão da segunda onda da pandemia, vale até 30 de junho.

Além dos consumidores de baixa renda cadastrados no programa Tarifa Social, a decisão também beneficia unidades ligadas à saúde, como hospitais e centros médicos, institutos médico-legais, centros de hemodiálise e armazenamento de sangue e centros de produção, armazenamento e distribuição de vacinas, incluindo os imunizantes contra a Covid-19.

Continua após a publicidade

Em 2020, no início da pandemia, a Aneel adotou medida semelhante. Na época, foi proibido o corte de luz por falta de pagamento para consumidores residenciais e serviços essenciais.

No entanto, a suspensão do corte de luz não significa que o cliente pode deixar de pagar a conta e nem que se tornará adimplente.

Proibição do corte de luz por falta de pagamento beneficia os mais afetados pela pandemia, afirma diretor

Segundo o diretor da Aneel, Sandoval Feitosa, a medida vai beneficiar 60 milhões de pessoas, justamente as mais afetadas pela pandemia e para quem a conta de luz representa uma parcela maior do orçamento familiar.

“A ação teria um impacto máximo de 2% na receita das distribuidoras, entretanto beneficiaria cerca de 25% da nossa população”, disse.

Para cobrir as possíveis perdas de receita das distribuidoras, a agência permitiu que elas deixem de pagar uma compensação devida a consumidores que sofrem com quedas no fornecimento de energia superiores ao limite determinado também até 30 de junho. O crédito poderá ser devolvido aos consumidores até 31 de dezembro de 2021.

Aproveite e leia também: “4 oportunidades para obter renda extra na pandemia; confira”.

Este conteúdo foi útil para você? Então, assine a newsletter iDinheiro e se mantenha atualizado sobre tudo o que importa para o seu bolso.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.