Receita Federal abre consulta ao último lote de restituição do Imposto de Renda 2022 nesta sexta (23)

5º lote de restituição do Imposto de Renda 2022 será pago em 30 de setembro a mais de 1 milhão de contribuintes.

Escrito por Rafaela Souza

Por que confiar no iDinheiro?

Responsabilidade editorial: Nosso editores são especialistas nas áreas e isentos nas avaliações e informações. Nosso objetivo é democratizar e simplificar o acesso a produtos e serviços financeiros sem viés. Conheça nosso código editorial.

Como ganhamos dinheiro?

Podemos ser comissionados pela divulgação e cliques nos parceiros. Isso também pode influenciar como alguns produtos aparecem na página, sempre com a devida identificação. Entenda como o site ganha dinheiro.

Política de Cookies: Nosso site utiliza cookies para estatísticas gerais do site e rastreamento de comissões de forma anônima. Nenhum dado pessoal é coletado sem seu consentimento. Conheça nossa política de privacidade.


A Receita Federal abre nesta sexta-feira (23), a partir das 10h, a consulta ao quinto e último lote de restituição do Imposto de Renda 2022, referente ao ano-base 2021.

Ao todo, cerca de 1.220.501 contribuintes estão na lista para receber o quinto lote, somando a quantia de R$ 1,9 bilhão. Os recursos serão depositados na próxima sexta-feira, dia 30 de setembro.

Assim como aconteceu em agosto, a Receita também liberou consultas aos lotes residuais de anos anteriores, que devem beneficiar contribuintes que caíram na malha fina por algum motivo, mas depois acertaram as contas com o leão.

Do valor total de R$ 1,9 bilhão do 5º lote, R$ 221 milhões serão pagos a contribuintes com prioridade legal:

  • 5.201 contribuintes idosos acima de 80 anos;
  • 36.492 contribuintes entre 60 e 79 anos;
  • 4.247 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave;
  • 15.378 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

Foram contemplados ainda 1.159.183 contribuintes não prioritários.

Como consultar o 5º lote da restituição do IR 2022?

Para saber se a restituição está disponível, o contribuinte deve:

Segundo a Receita, a página da Receita Federal apresenta orientações e os canais de prestação do serviço, permitindo uma consulta simplificada ou uma consulta completa da situação da declaração, por meio do extrato de processamento, acessado no e-CAC.

Além disso, caso o contribuinte identifique alguma pendência na declaração, a retificação pode ser feita na mesma página, com a correção das informações que equivocadas.

Como é feito o pagamento da restituição do 5º lote do IR 2022?

De acordo com a Receita Federal, o pagamento do 5º lote da restituição do IR será feito no dia 30 de setembro, diretamente na conta bancária do contribuinte informada na declaração, via PIX ou diretamente pelos dados da conta.

Caso o crédito não seja realizado porque a conta informada pelo contribuinte foi desativada, por exemplo, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil. Dessa forma, o cidadão poderá reagendar o crédito dos valores através do Portal BB ou pela Central de Relacional BB, por meio dos seguintes telefones:

  • 4004-0001 (capitais);
  • 0800-729-0001 (demais localidades);
  • 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

Essa opção de resgate fica disponível por até 1 ano. Após esse prazo, o contribuinte só poderá solicitar o valor da restituição através do Portal e-CAC.

Com a liberação do 5º lote, a Receita conclui o pagamento de todas as restituições do Imposto de Renda 2022 que não apresentaram algum tipo de inconsistência.

Malha fina

A Receita Federal também divulgou nesta sexta-feira o número total de declarações que ficaram retidas em malha fina. Das 38.188.642 declarações entregues, 1.032.279 apresentaram alguma inconsistência, representando 2,7% do total de documentos entregues.

Os principais motivos foram:

  • 41,9%: Omissão de rendimentos sujeitos ao ajuste anual de titulares e dependentes declarados;
  • 28,6%: Deduções da base de cálculo, sendo as despesas médicas, o principal motivo de dedução;
  • 21,9%: Divergências no valor de IRRF entre o que consta em Dirf e o que foi declarado pela pessoa física, entre outros, a falta de informação do beneficiário em Dirf, e a divergência entre o valor informado na DIRPF e na Dirf.

Como saber se você caiu na malha fina

O contribuinte pode verificar se caiu na malha fina através do extrato do Imposto de Renda, disponível no site da Receita Federal, através do portal e-CAC. O acesso ao extrato requer um código de acesso gerado na própria página da Receita ou um certificado digital emitido por um órgão habilitado.

Após o contribuinte apresentar a comprovação de que sua declaração está correta, a restituição será liberada.

Quer continuar acompanhando as notícias como esta, sobre a consulta do 5º lote de restituição do IR? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Participe das comunidades do iDinheiro no Whatsapp