Braço financeiro do Alibaba, Ant Group está na mira do banco central chinês

Os reguladores financeiros da China ordenaram que Ant Group reexamine suas atividades de tecnologia e retorne a sua origem como um serviço de pagamentos.

LilianCH
Lilian Calmon

Braço financeiro do Alibaba, o Ant Group está na mira do banco central chinês. No último domingo, 27, os reguladores financeiros do país ordenaram o reexame das atividades de tecnologia da empresa e o retorno a origem como um serviço de pagamentos.

Em novembro, o IPO (em inglês, Initial Public Offering) do Ant Group, que seria o maior do mundo, foi cancelado em cima da hora. Com isso, o grupo perdeu mais de US$ 200 bilhões em valor de mercado. 

Continua após a publicidade

Com informações do Valor Econômico.

Ant Group está na mira do Banco central chinês: comunicado representa séria ameaça às operações do bilionário Jack Ma

O comunicado não fornece detalhes sobre o que deve ser feito, mas ele é visto como uma séria ameaça ao crescimento e às operações mais lucrativas do bilionário Jack Ma.

Embora não seja pedido diretamente o desmembramento da empresa, é enfatizada a importância de o Ant Group “entender a necessidade de reorganizar seus negócios”, com a criação de uma holding financeira separada para cumprir as regras e garantir que tem capital suficiente.

As autoridades criticaram a governança corporativa abaixo da média, o desdém em relação às exigências regulatórios e o envolvimento em arbitragem regulatória.

Segundo o banco central chinês, o Ant Group aproveitou o domínio para excluir rivais, o que teria prejudicado os interesses de centenas de milhões de consumidores.

Em resposta, o grupo disse que montará uma equipe especial para atender às demandas dos reguladores. Também manterá as operações para os usuários, não aumentará os preços para consumidores e parceiros financeiros e intensificará os controles de risco.

Veja as análises dos investidores sobre o possível modelo de reestruturação a ser adotado

Para os otimistas, os reguladores estão apenas reafirmando o direito de supervisionar o setor financeiro do país, sem intenções de mudanças drásticas.

Contudo, se a decisão deles for desmembrar o Ant Group, isso afetaria sua estrutura acionária e prejudicaria os negócios de crescimento mais rápido da empresa.

O pior cenário seria o grupo abrir mão da divisão de gestão de patrimônio, crédito e seguros, o que levaria à suspensão de operações nas unidades.

Para ler a matéria do Valor Econômico na íntegra, clique aqui.

Quer acompanhar as notícias sobre o Ant Group do bilionário Jack Ma? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.