Bolsa disponibiliza nova ferramenta para pessoa física que permite visualização de todos os investimentos

A bolsa de valores lançou uma nova ferramenta para pessoa física que permite que o investidor consulte informações sobre suas aplicações financeiras.

Isabella Proença
Isabella Proença

Nesta terça-feira, 22, bem próxima de bater a marca de 4 milhões de investidores, a Bolsa de Valores brasileira (B3) lançou uma nova ferramenta para pessoa física no site.

Por meio dela, o investidor obtém informações sobre as suas aplicações financeiras de renda fixa e variável registradas na bolsa, ainda que de diferentes corretoras, de modo consolidado.

Continua após a publicidade

Como a nova ferramenta da Bolsa funciona?

Ao fazer login no portal com o CPF, o investidor recebe uma senha que permite a visualização de todos os investimentos que possui, seus rendimentos e o que vendeu e comprou no período de um ano, além de todos os juros e dividendos sobre o capital que recebeu e tem a receber, entre outras informações.

Os produtos ficarão em um único extrato, que serão separados por empresa ou por tipo de ativo. O investidor também conseguirá extrair os dados para Excel ou PDF.

Continua após a publicidade

A nova área do site substitui o antigo Canal Eletrônico do Investidor (CEI) e alguns investidores já a testam desde abril. Eles deram feedbacks, as melhorias foram implementadas e, a partir de agora, a nova ferramenta será continuamente aprimorada, de acordo com o diretor de relacionamento com clientes e pessoa física da B3, Felipe Paiva.

A B3 realiza, nesse mês, o lançamento ampliado para todo o público e de forma gratuita para os investidores pessoa física que tenham ativos na B3 e seguirá em constante aprimoramento de acordo com as interações e feedbacks que serão recebidos por meio do próprio portal. Para utilizar, basta acessar este link com o seu CPF e cadastrar uma senha.

Ainda este ano, a bolsa vai disponibilizar APIs para que instituições financeiras e startups se conectem ao portal e consigam capturar informações das pessoas físicas, com o objetivo de facilitar a transferência de ações de uma corretora para outra.

Há, ainda, um plano para facilitar a declaração do Imposto de Renda. “Temos discutido com as corretoras como ajudar, já que temos todas as informações de investimentos”, diz Paiva.

Continua após a publicidade

De acordo com o diretor da B3, existem mais de 20 milhões de brasileiros que possuem mais de R$ 5 mil na poupança. “Olha o potencial de investidores”, destaca.

Diante do aumento da quantidade de pessoas físicas na bolsa, a B3 tem trabalhado em algumas frentes. Com as gestoras e corretoras, tornou mais aplicações financeiras acessíveis aos pequenos investidores, como ETFs e BDRs, e lançou uma plataforma digital com conteúdos de investimentos e finanças pessoais, que se mantém atualizada. Além disso, outra estratégia adotada pela B3 foram as parcerias com influenciadores.

Quer entrar de cabeça no mundo dos investimentos? Então, assine a newsletter do iDinheiro e ative as notificações para saber mais! Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.