Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Auxílio Brasil: parcela de agosto será antecipada; veja o calendário

Com o adicional de R$ 200, a parcela mínima do Auxílio Brasil vai aumentar para R$ 600 entre os meses de agosto e dezembro de 2022.

Isabella Proença
Isabella Proença Conteúdo e Jornalismo

O governo antecipou, entre 9 e 11 dias (a depender do final do número NIS), a parcela do Auxílio Brasil em agosto. A mudança no calendário foi publicada nesta segunda-feira, 25, no Diário Oficial da União (DOU). As demais parcelas (de setembro a dezembro) não sofreram alterações em suas respectivas datas de pagamento. Entenda. 

Antecipação da parcela do Auxílio Brasil em agosto

Confira abaixo as datas de pagamento do Auxílio Brasil em 2022:

Finado NIS
Jan

Fev

Mar

Abr

mai

Jun

Jul

Ago

Set

Out

Nov

Dez
118/114/218/314/418/517/618/709/819/918/1017/1112/12
219/115/221/318/419/520/619/710/820/919/1018/1113/12
320/116/222/319/420/521/620/711/821/920/1021/1114/12
421/117/223/320/423/522/621/712/822/921/1022/1115/12
524/118/224/322/424/523/622/715/823/924/1023/1116/12
625/121/225/325/425/524/625/716/826/925/1024/1119/12
726/122/228/326/426/527/626/717/827/926/1025/1120/12
827/123/229/327/427/528/627/718/828/927/1028/1121/12
928/124/230/328/430/529/628/719/829/928/1029/1122/12
031/125/231/329/431/530/629/722/830/931/1030/1123/12

Valor do benefício aumentará em agosto

Além da antecipação, em agosto o valor do benefício também vai aumentar. Cada beneficiário recebe do programa um repasse mínimo de R$ 400, porém, a portaria publicada em 20 de julho regulamentou o adicional de R$ 200, que eleva o valor mínimo do benefício para R$ 600.

Continua após a publicidade

Os beneficiários do programa receberão o novo valor de agosto a dezembro deste ano.

Ainda segundo a portaria, o pagamento será feito dentro do calendário do programa dentro dos mesmos meios de pagamento. A publicação também diz que o acréscimo de R$ 200 não será considerado para cálculo em caso de pagamento de parcelas retroativas do benefício.

O aumento no valor do benefício está dentro da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) e prevê gastos de mais de R$ 41 bilhões em medidas de auxílio a algumas categorias profissionais e, principalmente, às famílias em situação de pobreza e extrema pobreza.

Quem pode receber o benefício?

Embora o Auxílio Brasil seja destinado a famílias em situação de extrema pobreza, famílias em situação de pobreza também podem receber, desde que tenham entre seus membros pessoas menores de 21 anos ou gestantes.

As famílias em situação de extrema pobreza são aquelas que possuem renda familiar per capita mensal de até R$ 105. Já as famílias em situação de pobreza são aquelas que têm uma renda mensal entre R$ 105 e R$ 210.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre o Auxílio Brasil? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.