Auxílio Brasil: famílias devem atualizar CadÚnico

O novo projeto de distribuição de renda será o substituto do Bolsa Família. Saiba o que é preciso para garantir o benefício.

Júlia Ennes
Júlia Ennes

Com a implementação do Auxílio Brasil, famílias atendidas pelo Bolsa Família devem atualizar sua inscrição do Cadastro Único (CadÚnico). Isso porque, a partir de novembro, o novo programa de distribuição de renda passará a substituir o Bolsa Família, atendendo o seu atual público, além de outros cidadãos.

Entenda como a atualização poderá ser realizada a seguir.

Auxílio Brasil

Já está em curso no Congresso Nacional o texto para viabilizar o novo programa social do governo Bolsonaro. Com a promessa de ser uma versão turbinada do Bolsa Família, o Auxílio Brasil tem previsão de início em novembro, com mensalidades mais altas e maior número de pessoas atendidas. Para atingir uma remuneração mensal maior, a equipe técnica do programa promete a implementação de nove novos benefícios.

Continua após a publicidade

A expectativa é de que o programa beneficie cerca de 16 milhões de famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Além disso, a média do salário mensal deve ser em torno de R$ 300, ainda a ser definido pela comissão responsável.

Atualização obrigatória do Cadastro Único

O Governo Federal ainda não divulgou o procedimento de acesso ao Auxílio Brasil. No entanto, já se sabe que é necessário realizar inscrição no Cadastro Único, ou atualizar as informações, no caso dos já inscritos.

Para atualizar o CadÚnico, o responsável familiar deve apresentar seu título de eleitor ou CPF e um comprovante de residência atual. Já os demais membros da família, devem levar CPF, RG, certidão de nascimento, certidão de casamento, carteira de trabalho ou título de eleitor.


Auxílio Brasil exigirá inscrição ou atualização no CadÚnico; saiba como fazer


Os cidadãos também terão que comprovar que a renda mensal dividida pelos integrantes da família não ultrapassa meio salário mínimo (R$ 550,00), e ainda que a renda bruta mensal seja inferior a três pisos (R$ 3.300,00).

A concessão do Auxílio Brasil será automática para os atuais beneficiários do Bolsa Família. No entanto, os que ainda recebem pelo BF, terão que passar pelo processo seletivo do Ministério da Cidadania.

Quer continuar acompanhando notícias como essa, sobre o Auxílio Brasil? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a Publicidade

4 comentários

  1. Silvana Quitéria

    Será que é verdade?

  2. Sirley da

    A cada dia que passa o pobre,vai ficando na pior o Brasil é um país tão rico e ao mesmo tempo tão pobre,temos que gritar por justiça!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.