Auxílio Brasil exigirá inscrição ou atualização no CadÚnico; saiba como fazer

Além do CadÚnico, quem não recebe Bolsa Família precisa ter renda mensal de meio salário mínimo por pessoa e renda mensal total de até três.

LilianCH
Lilian Calmon

Para receber o Auxílio Brasil, programa que pretende substituir o Bolsa Família, será exigida a inscrição ou atualização no CadÚnico, o Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal para os trabalhadores informais de baixa renda. Segundo a Medida Provisória 1.061/2021, esse é um dos critérios para ter direito ao benefício.

Com informações da Agência Brasil.

Além do CadÚnico, quem não recebe Bolsa Família precisará ter renda mínima específica para se enquadrar no programa

Além dos dados atualizados no CadÚnico, quem não recebe o Bolsa Família precisará ter renda mensal de meio salário mínimo por pessoa (R$ 550) e renda mensal total de até três salários mínimos (R$ 3,3 mil).

Continua após a publicidade

De acordo com o Ministério da Cidadania, a migração para o novo programa será automática para quem recebe o Bolsa Família. Os valores das parcelas não foram definidos e só serão informados em meados de outubro. Isso porque parte dos recursos para o Auxílio Brasil dependerá da aprovação de um fundo que consta da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios.

Saiba como verificar o cadastro no CadÚnico

Para saber se uma família está cadastrada, é necessário atualizar as informações por meio do aplicativo Meu CadÚnico (disponível para Android e iOS). A ferramenta informa se o cadastro está desatualizado ou em processo de averiguação e permite a impressão de comprovantes.

Continua após a publicidade

Quem não tenho acesso à internet deve procurar algum Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) ou um posto de atendimento do CadÚnico. O endereço mais próximo pode ser localizado no site Mapas Estratégicos para Políticas de Cidadania (MOPS).

A falta de atualização leva à exclusão do registro no CadÚnico depois de quatro anos. Todos os anos, o governo federal revisa os dados e chama as famílias com informações desatualizadas para corrigirem a situação, sendo que, no momento da inscrição, elas se comprometem a atualizar os dados, no máximo, a cada dois anos.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre o Auxílio Brasil? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push. Se inscreva, também, no nosso canal do Telegram para receber todas as novidades.

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

8 comentários

  1. Genilda Barbosa

    Bom dia eu gostaria de saber se eu tenho direito a receber pós estou sem trabalhar já tem 05.anos e recebo 150 do auxilio ???

  2. Antônia Sônia

    Como eu faço

  3. Continua após a publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.