Cinco capitais registraram aumento no preço do aluguel em fevereiro, diz FipeZap; Saiba a situação da sua cidade

Cinco capitais indicaram aumento no preço do aluguel em fevereiro, de acordo com Índice FipeZap. Veja como está a sua cidade!

Cindy Damasceno
Cindy Damasceno

Fevereiro foi um mês mais apertado para quem depende da locação de imóveis. Cinco capitais brasileiras registraram aumento no preço do aluguel: Curitiba (+1,59%), Florianópolis (+1,50%), Salvador (+1,33%), Recife (+1,16%) e Rio de Janeiro (+0,62%). 

Por conta da elevação do grupo, o preço médio do aluguel brasileiro também subiu: o mês passado encerrou com alta nominal de 0,24% na comparação com janeiro. A porcentagem equivale a um acréscimo de R$ 30,65 por metro quadrado. Os dados são do Índice FipeZap para Locação Residencial divulgado nesta terça-feira, 16. 

Continua após a publicidade

Apesar disso, de maneira comparativa, a variação foi inferior à inflação de +0,86% registrada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IPCA/IBGE) e dos +2,53% do Índice Geral de Preços – Mercado, da Fundação Getulio Vargas (IGP-M/ FGV). Isso significa que, em termos relativos, o preço médio do aluguel caiu. 

Ao todo, o levantamento acompanhou o aluguel médio em 25 cidades brasileiras — 11 delas são capitais. O Índice FipeZap coloca ainda que quatro capitais monitoradas registraram recuos em fevereiro: Porto Alegre (-0,78%), Fortaleza (-0,56%), Goiânia (-0,48%), São Paulo (-0,36%).

Aumento no preço no aluguel e preço por metro quadrado 

Apesar de São Paulo ter registrado queda no preço médio, a capital paulista têm o preço médio de locação residencial mais elevado, com R$ 39,87/m². Aparecem em seguida Brasília (R$ 32,40/m²), Recife (R$ 32,31/m²) e Rio de Janeiro (R$ 31,31/m²).

Entre as capitais com o menor valor de locação estão Fortaleza (R$ 17,21/m²), Goiânia (R$ 18,67/m²), Curitiba (R$ 21,27/m²) e Belo Horizonte (R$ 23,81/m²).

Veja a posição das cinco sobre aumento no aluguel

CidadeVariação Mensal (fevereiro 2021)Preço médio/m² (R$)
São Paulo (SP)-0,36%39,87
Rio de Janeiro (RJ)0,006231,31
Brasília (DF)0,003832,4
Salvador (BA)0,013324,71
Porto Alegre (RS)-0,78%24,54
Curitiba (PR)0,015921,27
Belo Horizonte (MG)0,005223,81
Recife (PE)0,011632,31
Fortaleza (CE)-0,56%17,21
Florianópolis (SC)0,01527,26
Goiânia (GO)-0,48%18,67
Barueri (SP)0,010337,15
Campinas (SP)-0,97%21,79
Guarulhos (SP)0,011422,95
Praia Grande (SP)0,011825,12
Ribeirão Preto (SP)0,008216,57
Santo André (SP)0,014424,48
Santos (SP)-0,29%34,33
São Bernardo do Campo (SP)0,008822,7
São José do Rio Preto (SP)0,000416,51
São José dos Campos (SP)0,010823,63
Niterói (RJ)-0,22%20,21
Pelotas (RS)0,005614,79
Joinville (SC)-0,28%19,44
São José (SC)0,01819,37
Média0,002430,65

Como é calculado o Índice FipeZap para preço dos alugueis

A equipe FipeZap coleta, mensalmente, milhões de anúncios de venda e locação para imóveis residenciais e comerciais. A partir daí, são calculados os preços representativos de cada uma das cidades contempladas.

Os municípios são agrupados e acompanhados ao longo do tempo. Dessa forma, a evolução dos preços pode ser acompanhada de forma fidedigna por meio do Índice FipeZap.

Quer continuar acompanhando notícias sobre o preço do aluguel? Então, assine a newsletter iDinheiro e ative as notificações push para se manter atualizado.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.