Posso me aposentar em 2021? Veja como calcular o tempo de contribuição pelo INSS

Quase dois anos após a Reforma da Previdência, ainda existem dúvidas sobre como se aposentar em 2021. Saiba como acompanhar a solicitação!

Cindy Damasceno
Cindy Damasceno

A Reforma da Previdência Social alterou, em 2019, as regras para a aposentadoria: com a promulgação das medidas, o tempo de contribuição, a idade mínima e o valor descontado do salário foram alterados. O Brasil ainda está em fase de transição e, por isso, ainda podem surgir dúvidas sobre o que falta para se aposentar em 2021

Pensando nisso, o iDinheiro ouviu desenvolveu um passo-a-passo para verificar o tempo de contribuição. Veja o que é necessário.

Continua após a publicidade

Relembre as regras da Reforma da Previdência 

As novas regras de aposentadoria foram formalizadas há quase dois anos, através da Emenda Constitucional N° 103.  Os pré-requisitos valem para trabalhadores do âmbito privado e para servidores federais. 

Por ora, funcionários do serviço público estadual e municipal não seguem a jurisdição federal. A parcela deve seguir as regras previdenciárias da sua região. Professores do ensino básico, policiais federais, legislativos e agentes penitenciários e educativos possuem regras específicas para aposentadoria.

Veja o que vale para as demais profissões

  • idade mínima: 65 anos para homens e 62 anos para mulheres
  • tempo mínimo de contribuição: no setor privado, o mínimo é de 15 anos para mulheres e 20 anos para homens. Já na esfera pública, o período de contribuição é de, no mínimo, 20 anos. 
  • valor da aposentadoria: o cálculo tem como base a média de contribuições do trabalhador. 

Para professores, a idade mínima é de 57 anos para mulheres e 60 para homens. O menor tempo de contribuição é de 25 anos, para profissionais do ensino privado. No caso dos professores do ensino público, o período mínimo também é de 25 anos para ambos os sexos, mas é necessário 10 anos de serviço público e cinco anos no cargo de professor.

Saiba como calcular o tempo de contribuição para se aposentar em 2021

O Governo Federal dispõe de um simulador oficial para calcular o tempo de aposentadoria. É necessário, contudo, possuir cadastro na plataforma Meu INSS e estar com os seguintes informações  em mãos: 

  • Número do CPF
  • Data de nascimento do contribuinte

1. Cadastre-se na plataforma Meu INSS. 

No computador, acesse o portal Meu INSS (clique aqui para ser direcionado à página). 

Para usar o serviço, é necessário conta gov.br. O cadastro é feito diretamente na plataforma do INSS. Basta clicar no botão ‘Entrar com Gov.br’ e preencher com as informações pedidas.

CADASTRO-MEU-INSS
CADASTRO-MEU-INSS-2

2. Na página inicial, siga para Simular Aposentadoria (o ícone está destacado em amarelo).

SIMULAR-APOSENTADORIA

3. Confira ou altere seus dados, como data de nascimento ou vínculos, clicando no lápis.

4. Em seguida, clique em “Recalcular”.

A partir do resultado, é possível solicitar a aposentadoria no botão “Pedir Aposentadoria”, ou ainda “Baixar PDF” para verificar o tempo de contribuição. 

Como saber se posso me aposentar em 2021

Na plataforma Meu INSS também é possível acompanhar o andamento da aposentadoria. Para isso, retorne à página inicial (Clique no ícone Meu INSS no canto superior esquerdo). 

VERIFICAR-APOSENTADORIA

Em seguida, aperte o icone ‘Agendamento/Solicitações’ para verificar o status. O resultado será uma das três respostas a seguir. Veja o que significa cada uma:

  • Habilitado (ou pré-habilitado): o pedido foi recebido pelo INSS e será analisado pelo Instituto. Isso não significa que o benefício foi concedido. 
  • Deferido: a aposentadoria foi aprovada. 
  • Indeferido: o benefício foi negado. É possível solicitar uma nova solicitação. Para isso, o contribuinte deve assinalar um Recurso Ordinário junto ao INSS. O Governo Federal dispõe de um tutorial para os pedidos de revisão. (clique aqui para saber mais). 

Quer continuar acompanhando as notícias como essa? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações push.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.