Notícias

Nota de 200 reais é lançada; veja foto e como se livrar de golpes

Heloísa Vasconcelos
nota de 200 reais

A nota de 200 reais começa a circular nesta quarta-feira, 2. O Banco Central liberou a fabricação de 450 milhões de cédulas de R$ 200.

O Banco Central lançou a nota de 200 reais nesta quarta-feira, 2, em evento transmitido pelo Youtube. Tendo o lobo-guará como personagem, a nova cédula já entra em circulação hoje.

O Banco Central (BC) autorizou a fabricação de 450 milhões de cédulas de R$ 200 neste ano. A criação da moeda é uma forma de o BC agir preventivamente para a possibilidade de aumento da demanda da população por papel-moeda.

Continua após a publicidade:

BC lança cédula de 200 reais

A criação da nova moeda foi motivada pela crescente demanda da população por dinheiro em espécie, principalmente devido aos pagamentos do auxílio emergencial em meio à pandemia.

As cores predominantes da cédula são cinza e sépia. Ela tem exatamente as mesmas dimensões da cédula de R$ 20.

Continua após a publicidade

No evento de lançamento, a diretora de Administração do Banco Central, Carolina de Assis Barros disse que o BC se viu diante de uma situação nunca vista na pandemia. “O dinheiro em espécie ainda é a base das transações no nosso país. A falta da moeda poderia levar ao não acesso de grande parte da população a serviços básicos”, justificou.

Segundo ela, criação da nota de 200 reais não tem a ver com a desvalorização da moeda ou com inflação.

O presidente do Banco Central, Roberto Campos, afirmou que o pré-projeto da nota de R$ 200 já existia desde o lançamento da segunda família de cédulas, em 2010.

Conforme o BC, de fevereiro, antes da pandemia, para junho, o Papel Moeda em Poder do Público (PMPP) saltou 28,9%, de R$ 210,227 bilhões para R$ 270,899 bilhões.

Continua após a publicidade

Esse é o maior valor desde 2011, quando iniciou-se a série histórica do Banco Central.

Foto da cédula de R$ 200

Imagem

Custo da nova moeda

A cédula com o lobo-guará será a mais cara produzida até hoje pela Casa da Moeda brasileira. O custo de produção é próximo ao da moeda de R$ 1, instrumento monetário mais caro feito até hoje. O valor gasto para colocar uma moeda dessas em circulação é de R$ 0,31.

Normalmente, moedas tem preço de fabricação maior que cédulas com valor monetário maior. A moeda de 5 centavos, por exemplo, custa R$ 0,17 a unidade.

O custo da operação inicial será de R$ 146,2 milhões.

Como se proteger de golpes

O BC adiantou duas formas de evitar golpes de possíveis falsificações da nota de 200 reais. 

Continua após a publicidade

Para checar se a cédula é original, é preciso olhar a cédula contra a luz e verificar se há uma marca d’água e um quebra cabeça. Elementos em alto relevo estão presentes nas notas: o número 200, a expressão “Banco Central do Brasil” e a vegetação, no canto da cédula.

Outro ponto de segurança é o número 200, que muda de cor. Além disso, há um número escondido, que pode ser visto quando a cédula é colocada na altura dos olhos.

A nota contém 3 linhas inclinadas, importante para a acessibilidade de pessoas com deficiência auditiva. Nova cédula será colocada em circulação a medida que demanda for detectada.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre a nota de R$ 200? Então, assine a newsletter do iDinheiro. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *