De acordo com uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 74% dos entrevistados utilizam o celular em algum etapa da compra online. Felizmente, este dispositivo também pode ser utilizado agora para realizar compras presenciais, por meio da tecnologia NFC (Near Field Communication). O NFC, também chamado de pagamento por aproximação, possibilita que os indivíduos utilizem não só o celular, mas também cartões, relógios, pulseiras e adesivos para efetivarem pagamentos sem contato físico com os leitores de cartão, máquinas ou mesmo outros dispositivos.

Com o NFC, ao aproximar o celular, cartão ou outro dispositivo do terminal de pagamentos, é estabelecida uma conexão por radiofrequência, que realiza a troca de informações. É necessário que os dispositivos estejam a, no máximo, 10 centímetros de distância. Esta operação é completamente segura e, ainda, muito prática, otimizando o tempo de venda do empreendedor

Continua após a publicidade:

Para realizar um pagamento com NFC, é preciso que indivíduo aproxime o seu dispositivo com esta funcionalidade do terminal de pagamentos, no momento que o vendedor solicitar. Caso for um celular smartphone, é necessário que este tenha um aplicativo bancário ou de pagamentos instalado. Abaixo, saiba detalhadamente como realizar este tipo de pagamento.

Como realizar pagamento por NFC?

O pagamento por NFC tem se tornado cada vez mais popular, devido à sua praticidade e também segurança. O NFC é uma tecnologia de comunicação contacless. Ou seja, esta é uma tecnologia que proporciona a troca de informações entre dispositivo sem contato, apenas por aproximação. Com o NFC, pode-se realizar pagamentos com smartphone, smartwatch, pulseiras, adesivos e cartões contactless, apenas posicionando estes dispositivos a menos de 10 centímetros do leitor ou máquina de cartões.

Esta proximidade evita que haja o roubo de dados, interferência ou interrupção do sinal, visto que, para que isto seja feito, é necessário estar extremamente perto do terminal. Logo, pode-se concluir que o pagamento por NFC é seguro e também otimiza tanto o tempo do cliente quanto do vendedor, tornando a operação mais rápida. Ainda, não é preciso se preocupar com o furto do smartphone pois, comumente, os aplicativos bancários e de pagamentos contam com a identificação por digital.

Pagamento por NFC.
Para realizar um pagamento por NFC, é preciso aproximar o seu dispositivo com tal tecnologia do terminal de pagamento.

Para que possa realizar o pagamento por NFC, é necessário, primeiro, possuir um dispositivo com a funcionalidade NFC. Este dispositivo, como mencionado, pode ser um smartphone, smartwatch, pulseira, adesivo ou cartão contactless. O Santander, por exemplo, oferece aos seus clientes pulseiras e adesivos independentes que possibilitam o pagamento por aproximação. Já os cartões Nubank já são NFC, como pode-se certificar observando o símbolo no plástico.

Caso deseje utilizar o seu smartphone, é preciso que ele tenha instalado um aplicativo bancário ou de pagamento que possibilite esta função. Temos como exemplo o Ourocard, aplicativo que já suporta esta tecnologia. Também, há o Santander Way, PayPal, Google Pay, Samsung Pay, dentre outros.

Ademais, se certifique que o local no qual irá realizar o pagamento possui um terminal que aceita este tipo de operação. Muitas das máquinas de cartões, atualmente, aceitam pagamentos por aproximação, mas recomenda-se ver se o terminal possui o símbolo do NFC. Este símbolo se assemelha ao do Wi-fi. Também, pergunte ao vendedor se há esta possibilidade.

No momento do pagamento, o empreendedor irá utilizar o seu terminal para digitar o valor da venda e o o tipo de transação desejada, seguindo o procedimento de uma compra comum, mas sem a inserção do cartão. Depois, para efetivar o seu pagamento com o NFC, aproxime o seu dispositivo do leitor ou máquina de cartões, quando o símbolo desta tecnologia aparecer na tela.

Caso o dispositivo NFC usado for um smartphone, selecione previamente no seu aplicativo, realize o login e escolha um dos cartões disponíveis. Para o Santander Pass, que são os dispositivos NFC do banco, não é preciso digitar a senha na maquininha para valores até R$50.

Publicidade