Entenda quais são os desafios, vantagens e oportunidades da mãe empreendedora!

Veja como superar os desafios de ser uma mãe empreendedora e ter sucesso em ambas as atividades na sua rotina!

12669432_1218137561529803_7092902009906739723_n
Thainá Cunha

É fato que a figura da mãe empreendedora é uma realidade no Brasil, que cresce a cada dia, graças às novas oportunidades e incentivos que o mercado oferece.

Mesmo assim, o aumento do número de negócios abertos por essas mulheres pode impressionar, uma vez que, com filhos, pode ser mais difícil conciliar os horários rígidos de trabalho com as obrigações familiares. 

Continua após a publicidade

No entanto, o empreendedorismo está surgindo cada vez mais como uma opção de renda atrativa, principalmente por sua flexibilidade. 

Claro, ainda existem alguns pontos de atenção, já que esse movimento reflete também o quanto as mulheres são afetadas pela falta de adaptação do mercado de trabalho a sua realidade materna, o que se tornou ainda mais evidente durante a pandemia.

Continua após a publicidade

Contudo, apesar dos obstáculos que a mãe empreendedora pode enfrentar, ainda existem oportunidades para esse grupo no mercado de trabalho, e caminhos que podem tornar sua jornada mais fácil.

Por isso, vale a pena entender mais sobre os desafios e também as possibilidades do empreendedorismo materno, e saber onde procurar apoio para realizar o sonho do próprio negócio, sem abrir mão da família.

O que é o empreendedorismo materno? 

O empreendedorismo é a prática de elaborar um plano de negócios e reunir as ferramentas necessárias para transformar esse plano em uma ação concreta.

Quando falamos de empreendedorismo materno, podemos pensar em alguém que precisa lidar com as responsabilidades de executar um plano de negócios com as obrigações do maternar. 

Continua após a publicidade

Muitas mulheres, ao se tornarem mães, decidem empreender impulsionadas, principalmente, pela dificuldade de conciliar a rotina do cuidado com os filhos com os horários rígidos de trabalho. 

Segundo estudos da Rede Mulher Empreendedora, 68% das mulheres que se tornam mães decidem abrir um negócio próprio. 

Nesse caso, como ter uma fonte de renda é uma necessidade, a solução encontrada por muitas dessas mulheres é começar seu próprio negócio, seja na forma de um profissional liberal, autônomo ou até no microempreendedorismo individual.

Assim, essas mulheres começam a empreender movidas pelo desejo e a necessidade de ter horas mais flexíveis e controle sobre a sua própria rotina, a fim de que possam conciliar o trabalho com a vida pessoal e familiar. 

Continua após a publicidade

Quais são as vantagens e desafios de ser uma mãe empreendedora?

Ser uma mãe empreendedora acaba se apresentando como a melhor saída para muitas mulheres que são as principais responsáveis pelo cuidado de seus filhos. 

Principalmente quando crianças pequenas fazem parte do contexto, é difícil continuar com uma rotina normal de trabalho fora de casa.

Além disso, boa parte das mulheres que se tornam mães não possuem uma rede de apoio em que possam confiar para deixar seus filhos enquanto trabalham fora. 

Assim, essas mães se retiram do mercado de trabalho a fim de dedicarem seu tempo ao cuidado dos filhos que, principalmente nos primeiros anos de vida, são extremamente dependentes dos adultos. 

Continua após a publicidade

Nesse contexto, a vantagem do empreendedorismo materno é que ele permite que as mulheres tenham maior controle sobre suas responsabilidades, obrigações e horários.

Com isso, elas podem organizar as demandas de casa e do trabalho, enquanto ainda se mantêm ativas no mercado. 

Desafios de ser mãe empreendedora

Por outro lado, um dos desafios é encontrar esse equilíbrio entre o maternar e o trabalho, algo que se prova ser mais difícil, principalmente quando as obrigações profissionais invadem o espaço da casa. 

Dessa forma, é comum encontrar mães empreendedoras sobrecarregadas, sem tempo de cuidar de si mesmas e com a saúde mental e física prejudicadas.

Continua após a publicidade

Por isso, o grande obstáculo é alinhar suas duas facetas, não no sentido de atingir a perfeição, mas de encontrar a linha que demarca o limite da sua capacidade física e mental, sem achar que isso representa um demérito.

Além disso, o mercado também sofreu sérias alterações por conta da pandemia de coronavírus, enfrentada em 2020, e o impacto para a mãe empreendedora foi significativo.

Uma pesquisa encabeçada pela ONU Mulheres, estima que a participação no mercado de trabalho dessas mulheres, durante a pandemia, caiu de 58,3% para 50,6%.

Dessa forma, além de encontrar o equilíbrio entre diferentes áreas da sua vida, essas mulheres também podem ter dificuldades em voltar para um mercado menor e mais acirrado.

Continua após a publicidade

Quais as melhores áreas de atuação para mães empreendedoras?

Por outro lado, existe uma infinidade de áreas nas quais as mulheres que são mães podem empreender, e se engana quem pensa que as duas áreas não podem se relacionar. 

A experiência do maternar é muito importante e, ao passar por ela e adquirir conhecimentos preciosos, isso pode servir como algo que pode gerar renda

No entanto, outros interesses que não se relacionem com esse assunto também podem impulsionar a mãe empreendedora, seja algo recém descoberto ou uma paixão antiga. 

Empreender requer criatividade e planejamento e o ideal é encontrar uma área que você tenha domínio e também goste. 

Continua após a publicidade

Ainda, existem áreas de empreendedorismo para mães que possuem um trabalho integralmente dentro de casa, o que pode ajudar quem não possui uma rede de apoio para ajudar com os filhos. 

Também há a possibilidade de trabalhar de forma híbrida, fazendo parte das tarefas em casa e outra em lugares externos, o que pode ser interessante para espairecer e esquecer um pouco dos problemas domésticos. 

Quem se preocupa com o investimento necessário para empreender, pode apostar em áreas que exigem um capital inicial menor ou até gratuito. 

Vamos detalhar as seguintes áreas que podem ser exploradas por mães empreendedoras dos mais diversos talentos e interesses:

Continua após a publicidade

  1. Marketing digital
  2. Revenda de produtos
  3. Organização de eventos
  4. Decoração e design de interiores
  5. Jardinagem
  6. Consultorias

1. Marketing digital

O marketing digital está presente em nosso cotidiano quase 24h por dia, uma vez que ele se relaciona com a maior parte daquilo que vemos online. 

Existem diversas maneiras de se trabalhar nessa área, mesmo que você não queira aparecer ou ser presente em redes sociais. 

Um bom exemplo é trabalhar como freelancer na área de marketing de conteúdo, escrevendo textos sobre diferentes assuntos e sendo paga por isso. 

Essa pode ser, talvez, uma preparação para começar a trabalhar para si mesma, escrevendo para um blog próprio sobre um nicho de seu interesse. 

Continua após a publicidade

Há várias maneiras possíveis de se ganhar dinheiro com um blog e marketing de conteúdo, como disponibilizar espaço para anúncios e até fazer parcerias com empresas. 

Outra forma de trabalhar com o marketing digital é investir no mercado de afiliados e garantir uma renda passiva.

Além disso, o marketing digital traz um mundo de oportunidades para que mães empreendedoras possam ver seus negócios crescerem e ter uma renda segura para cuidar de sua família. 

2. Revenda de produtos 

Enquanto isso, a revenda de produtos é uma modalidade muito conhecida de empreendedorismo, principalmente por quem já alcançou certa idade. 

Continua após a publicidade

É possível que a primeira mãe empreendedora que conhecemos tenha sido justamente as pessoas mais próximas, como uma vizinha, que era dona de casa e vendia produtos de beleza para complementar a renda. 

Em épocas passadas, a principal forma de fazer essa revenda era por meio das revistas, que serviam de catálogo para que os clientes pudessem fazer suas encomendas. 

Hoje, contudo, é possível revender produtos de diversas marcas por meios digitais e enviar para todo o Brasil, não sendo necessário ficar restrito a apenas seu bairro ou cidade. 

Para se tornar revendedora de alguma marca, normalmente é preciso realizar um cadastro e adquirir um kit inicial ou uma determinada quantidade de produtos para dar início às vendas. 

Continua após a publicidade

O valor inicial que precisa ser investido varia muito de acordo com a marca e o nicho de mercado escolhido para atuar. 

Se você quer ser uma mãe empreendedora investindo na revenda de produtos, pode clicar para conferir as melhores marcas para revender.

3. Organização de eventos

Uma das coisas que muitas pessoas adoram é comemorar os marcos da vida com as pessoas que amam.

Eventos como aniversários, batismos, crismas, formaturas, casamentos, dentre outros, logo viram motivo de celebração. 

Assim, nessa empolgação de organizar comemorações para a família e amigos, muitas mulheres descobrem novos talentos.

Continua após a publicidade

Por exemplo, uma habilidade que costuma surgir é a organização de eventos, como festas infantis, batizados, aniversários, festas e reuniões em geral. 

Para uma mãe empreendedora, ter um negócio nessa área de organização de eventos pode se mostrar muito rentável. 

Os brasileiros têm a cultura de festejar momentos importantes e, por isso, mesmo diante de incertezas no cenário econômico, sempre presenciamos a permanência dos serviços desse nicho de mercado, como casas de festa e decoração. 

Essa é uma área interessante também por apresentar horários flexíveis, uma vez que boa parte do processo de organização e montagem de elementos pode ser realizada em casa. 

Continua após a publicidade

Como os eventos são marcados com antecedência, pode ter tempo para se preparar em relação a com quem deixar a criança, por exemplo, no dia em que precisar ser realizado algum trabalho externo. 

Além disso, essa é uma área em que, muitas vezes, toda a família acaba fazendo parte do negócio, graças à grande procura do mercado pelo serviço.

4. Decoração e design de interiores

Uma atividade recorrente para as mães é a decoração de interiores, como o quarto do bebê e outros ambientes para seus filhos.

Além disso, muitas mulheres, por causa da maternidade, também precisam se mudar para um lugar com mais espaço ou segurança. 

Continua após a publicidade

Nesses momentos é preciso pensar em como decorar a casa e os ambientes de acordo com suas funções, e é possível se destacar nesta área, abrindo o caminho para uma possível fonte de renda. 

Existem cursos e certificações online de design de interiores e decoração que podem ser feitos para uma maior profissionalização, bem como um grande número de informações gratuitas. 

No entanto, a própria experiência já pode ser o suficiente para se tornar uma mãe empreendedora na área de decoração e design de interiores.

Contudo, é preciso sempre pensar em oferecer um diferencial do seu trabalho para os clientes, que pode ser, por exemplo, uma lista de compras com fornecedores acessíveis. 

Continua após a publicidade

Além de realizar o projeto, você pode criar um pacote adicional com as indicações das lojas nas quais encontrar os móveis por um bom preço, dos prestadores de serviço como pintores e montadores, entre outros. 

As visitas à casa do cliente também são agendadas, o que ajuda a organizar a agenda e a rotina com as obrigações de casa e do trabalho.

Jardinagem

A jardinagem é um serviço muito buscado, porém com menor concorrência, o que torna esse mercado atrativo para novos empreendedores. 

Essa é uma área que demanda certo nível de conhecimento e técnica, mas, atualmente, existem bons cursos disponíveis online, para assistir e treinar em casa. 

Continua após a publicidade

Além disso, uma das maiores vantagens de ser uma mãe empreendedora trabalhando no ramo da jardinagem, é a quantidade de tempo ao ar livre que essa atividade exige. 

Psicologicamente, os efeitos dessa exposição podem ser muito positivos, principalmente para mães, que já são parte de um grupo que tem pouco tempo para lidar com sua saúde mental. 

Consultorias

Muitas vezes, as pessoas subestimam o conhecimento que possuem em certas áreas e, ainda mais, o valor desse conhecimento para outras pessoas. 

No entanto, algumas mães empreendedoras usam a própria maternidade e assuntos que envolvem essa área como forma de fazer renda. 

Continua após a publicidade

Existem, por exemplo, mães que oferecem consultoria sobre:

  • compra de produtos para bebês e o que é realmente necessário ter;
  • amamentação;
  • sono;
  • introdução alimentar;
  • e outros assuntos relacionados a esse mundo do maternar. 

No entanto, outras áreas também podem ser exploradas, que não tenham necessariamente relação com a maternidade. Por isso, o universo de possibilidades da área de consultoria é vasto. 

Assim, se você possui uma formação e uma profissão que exercia antes de ser mãe, por exemplo, pode oferecer consultoria online ou presencial nessas áreas. 

Ainda, é importante utilizar ferramentas como as mídias sociais, por exemplo, para impulsionar seus serviços e tornar seu trabalho conhecido.

Como conciliar maternidade e carreira?

Muitas pessoas podem fazer essa pergunta, afinal, são diversas profissionais que, em algum momento de sua trajetória, questionaram como conciliar maternidade e carreira.

Continua após a publicidade

Quando colocamos maternidade e carreira em dois extremos, surge a impressão de que são duas coisas antagônicas, quase impossíveis de conciliar. Então, em um primeiro momento, resolver esse dilema se mostra um fracasso.

Isso porque mães empreendedoras não precisam escolher suas habilitações em primeiro ou segundo lugar. A partir do momento que se resolve empreender, sendo mãe, essa mulher é inteiramente ambas as coisas. 

Portanto, o desafio pode ser como utilizar os aprendizados e habilidades de uma área na outra, e ver a sinergia naquilo que pareciam duas facetas da vida. 

Empreender, por exemplo, demanda organização de agenda, compromisso, finanças, planejamento e execução de um plano de negócios, entre muitas outras coisas. 

Continua após a publicidade

No entanto, isso também pode ser aplicado na rotina da criação dos filhos. 

Um bebê precisa de rotina, de organização, de planejamento, para ter horas certas de comer, passear, brincar, desacelerar e dormir. 

Por isso, em primeiro lugar, é preciso planejar metas realistas, para encontrar tempo suficiente para realizar tudo que deseja.

Em seguida, é importante contar com uma rede de apoio paga ou de pessoas da sua confiança que possam ajudar, pois ela será fundamental para a rotina.

Depois, se organizar e planejar as prioridades de cada dia, não só da carreira, mas da maternidade também, trará mais clareza e menos ansiedade para os seus dias. 

Continua após a publicidade

Como se tornar uma mãe empreendedora?

Muitas mulheres se tornam uma mãe empreendedora devido à necessidade de ter uma fonte de renda ao mesmo tempo em que possam trabalhar com horas e rotina flexíveis.

Porém, além disso, é preciso ter algum planejamento para a execução do empreendimento, a fim de que as chances de sucesso aumentem. 

É preciso, por exemplo, se preparar financeiramente antes de iniciar um novo negócio, uma vez que, provavelmente, será necessário algum tipo de investimento inicial.

Além disso, também deve estar preparada para que o negócio não gere lucro durante os primeiros meses e, por isso, ter uma reserva de emergência é importante.

Continua após a publicidade

Após decidir em que área pretende atuar, faça uma boa pesquisa sobre o mercado e adapte seu plano de negócios às necessidades dos seus clientes. 

Investir em treinamentos na área é essencial e, graças à Internet, há diversas opções gratuitas e online, como:

Finalmente, utilize ferramentas gratuitas a seu favor para divulgar seu trabalho e captar novos clientes. Nesse sentido, as redes sociais podem ser as maiores aliadas da empreendedora. 

Vale a pena começar um negócio com filhos?

Para mulheres que possuem filhos e são as principais responsáveis pelo seu cuidado, começar um negócio pode ser uma proposta assustadora. 

Continua após a publicidade

É normal pensar que não é possível dar conta de tudo ou que, por estar fora do mercado, não terá capacidade de dar início a um novo empreendimento. 

Além disso, muitas mulheres também se culpam, mesmo antes de começar seus negócios, por estarem ausentes em momentos das vidas dos filhos ou não alcançarem certas expectativas sobre a maternidade. 

Essas conjecturas fazem parte do cotidiano de muitas mulheres, que vivem rodeadas de palpites e desconfianças da sociedade acerca das suas capacidades, seja como mãe ou como empresária. 

No entanto, exercer uma atividade de trabalho que gere ganhos financeiros, além de ser importante para o sustento, possui um grande impacto na realização pessoal. 

Continua após a publicidade

Por isso, ser uma mãe empreendedora é um caminho que, embora tenha muitos obstáculos, pode trazer resultados muito satisfatórios tanto para a vida pessoal quanto profissional. 

Então, o primeiro passo é se livrar de expectativas inalcançáveis sobre maternar e também sobre o desenvolvimento de um negócio. 

Sendo assim, com perspectivas mais reais, é possível planejar e colocar em execução sua ideia de negócios, com toda a potência do empreendedorismo materno. 

Perguntas frequentes

  1. Como ser uma mãe empreendedora?

    Para ser uma mãe empreendedora é preciso, antes de tudo, ter um bom planejamento. Primeiro, uma organização financeira para iniciar um novo negócio, depois, um plano de ação para executar o empreendimento de acordo com sua realidade. 

  2. O que é empreendedorismo materno?

    O empreendedorismo materno são as ações de negócios executadas por mulheres que são mães e que abraçam essa característica fundamental de suas vidas a fim de utilizá-la como ferramenta para alcançar seu sucesso pessoal e também profissional. 

  3. Como empreender com filho pequeno?

    Mais uma vez, é necessário ter um bom planejamento. Vale a pena ter uma sólida rede de apoio como forma de ter mais tranquilidade ao empreender. Se não for possível, deve-se adaptar a rotina e equilibrar as duas atividades, inclusive com a criança.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.