Como conseguir empréstimo para MEI e quais os tipos disponíveis no mercado

Aprenda passo a passo como conseguir um empréstimo para MEI e confira as diferenças entre as modalidades, além de pontos importantes para observar antes de contratar.

12669432_1218137561529803_7092902009906739723_n
Thainá Cunha

Quem é Microempreendedor Individual (MEI) compreende as dificuldades enfrentadas na rotina dos pequenos negócios.

Além da concorrência cada vez mais acirrada, é preciso estar atento às diversas frentes do empreendimento.

Por isso, geralmente, a pessoa jurídica deve coordenar o desenvolvimento de produtos e serviços, a logística, o marketing e as operações financeiras e administrativas do negócio.

Continua após a publicidade

No cenário atual, há ainda outro desafio enfrentado por quem é MEI: lidar com os impactos causados pela pandemia de COVID-19.

Um estudo do Sebrae mostrou que a pandemia alterou o funcionamento de 31% das pequenas empresas no país. Outro efeito causado por essa crise foi a interrupção temporária das atividades de 58,9% desses negócios.

Continua após a publicidade

Em momentos como esse, pode ser necessário recorrer a soluções emergenciais, como um empréstimo para MEI.

Além disso, o empréstimo para microempreendedor pode ser uma solução importante para a expansão ou até mesmo a sustentação dos negócios no mercado.

Neste artigo, vamos explicar como conseguir empréstimo para MEI, além de apresentar alguns tipos de serviços que são oferecidos por instituições financeiras e fintechs.

Como conseguir empréstimo para MEI?

Antes de mais nada, precisamos salientar a importância de uma boa organização para esta situação.

Continua após a publicidade

Apesar do processo para solicitação do empréstimo ser bastante simples, o microempreendedor precisa estar ciente sobre os valores, prazos e até mesmo a condição financeira para quitar esta dívida sem nenhum transtorno.

Veja a seguir os seis passos que descrevemos adiante para te ajudar nisso.

  1. Tenha um objetivo claro ao contratar um empréstimo para MEI
  2. Pesquise quais os empréstimos para microempreendedor
  3. Procure por uma empresa de crédito confiável
  4. Avalie o Custo Efetivo Total (CET)
  5. Conheça a sua pontuação de crédito
  6. Tenha a documentação em mãos para fazer o pedido

Para aqueles que buscam um empréstimo para MEI iniciante, esse cuidado deve ser redobrado. Afinal, essa escolha pode ser decisiva para o futuro do negócio. Entenda!

1. Tenha um objetivo claro ao contratar um empréstimo para MEI

Em primeiro lugar, é preciso ter claro o objetivo para a solicitação de um empréstimo. Normalmente os empresários buscam por este dinheiro emprestado para iniciar o seu próprio negócio, expandir as operações da empresa ou até mesmo criar um capital de segurança.

Portanto, avalie bem a situação da sua empresa e certifique-se que o recurso é importante para o momento atual da empresa.

Continua após a publicidade

2. Pesquise quais os empréstimos para microempreendedor

Com o objetivo definido, chegou o momento de entender qual a melhor opção de empréstimo para MEI. Geralmente, as empresas que estão a pouco tempo no mercado podem ter mais dificuldade na aprovação do empréstimo.

Muitas instituições financeiras consideram que o empreendimento ainda não possui um fluxo de caixa forte para conseguir cumprir com as parcelas do empréstimo.

Uma alternativa para esta situação é empresário solicitar um empréstimo como pessoa física, ou seja com o seu CPF, ao invés do CNPJ. Existem vários empréstimos para a pessoa física, como o empréstimo pessoal online ou o consignado.

3. Procure por uma empresa de crédito confiável

Atualmente, é possível conseguir o empréstimo para empresa através dos bancos, fintechs e as Empresas Simples de Crédito (ESC).

Continua após a publicidade

Cada uma dessas instituições financeiras oferecem empréstimos com diferentes taxas, prazos e condições no geral.

Portanto, é importante que se avalie a empresa de crédito como um todo, desde a sua transparência e segurança, até os valores e benefícios ofertados.

4. Avalie o Custo Efetivo Total (CET)

Além da taxa de juros que o banco e algumas empresas de crédito cobram em cima do valor emprestado, existem também a cobrança de taxas administrativas. Portanto, ao avaliar o empréstimo, confira o Custo Efetivo Total (CET).

Na dúvida sobre como calculá-lo, consulte o seu contador para que ele ajude a avaliar as melhores possibilidades.

Continua após a publicidade


Custo Efetivo Total: você sabe como essa tarifa funciona?


5. Conheça a sua pontuação de crédito

Em alguns casos, a pontuação de crédito pode interferir sobre o tipo de empréstimo requisitado para a empresa. Esta pontuação pode ser avaliada através da ferramenta do Serasa Experian.

Nela, é apresentado numa escala de 0 a 1.000 pontos. Esse valor se torna um parâmetro para as empresas financeiras entenderem o seu limite para o empréstimo. Isto é, qual o valor de empréstimo você seria capaz de quitar.

6. Tenha a documentação em mãos para fazer o pedido

Agora que você já entendeu qual o objetivo para a solicitação do crédito, escolheu a instituição e o tipo de empréstimo, chegou o momento de organizar toda a documentação para conseguir o empréstimo para MEI.

A lista dos documentos varia de empresa para empresa. No entanto, vamos apresentar abaixo uma lista das informações mais solicitadas para esta ocasião. Veja abaixo:

Continua após a publicidade

  •      extrato atual da movimentação bancária empresarial;
  •       declaração de impostos do negócio;
  •       demonstrações financeiras do negócio;
  •       documentos legais da empresa.

Pronto! Você acabou de concluir todas as etapas para o pedido do empréstimo para empresa. Agora, basta aguardar a aprovação desta solicitação para investir o dinheiro no seu negócio.


Imposto de renda MEI: 9 orientações para evitar que você fique no prejuízo


Quais os principais tipos de empréstimos para MEI?

Como microempreendedor, é possível escolher diferentes linhas de crédito. No geral, as opções de empréstimo disponíveis são:

Empréstimo para capital de giro

O capital de giro é conhecido como um montante utilizado para a empresa funcionar. Isto é, um recurso financeiro que contribui para as operações diárias serem realizadas.

Quando se realiza um empréstimo para capital de giro, a empresa está pegando este dinheiro emprestado para conseguir repor estoque, comprar mercadorias, pagar funcionários, e entre outros.

Continua após a publicidade

Este tipo de empréstimo normalmente possui taxa de juros prefixadas, com prazo de quitação mais curto e sem carência.

Empréstimo para investimento fixo

O empréstimo para investimento fixo é muito procurado por empresas que precisam contemplar as atividades relacionadas à implantação, modernização e expansão do negócio.

Para adquirir novas máquinas, móveis, equipamentos e realizar obras civis, as empresas escolhem este tipo de empréstimo que financia o ativo imobilizado da empresa.

Empréstimo para investimento misto

Este empréstimo é utilizado para as empresas que realizaram um financiamento de um equipamento, por exemplo, mas precisam de um capital para comprar a matéria-prima.

Continua após a publicidade

O empréstimo para investimento misto também possui taxa de juros pré-fixada, mas o seu prazo para quitação é mais extenso e existe carência.

Portanto, a empresa que solicita este tipo de empréstimo, precisa estar bem esclarecida sobre as suas regras e condições gerais.

Empréstimo para MEI online

Através da internet, o empreendedor pode solicitar um empréstimo online. Sem burocracias, o pedido é realizado no site da empresa financeira, e rapidamente o empreendedor recebe a resposta da solicitação.

Caso seja aprovado, o dinheiro é depositado diretamente na conta da empresa e está pronto para ser utilizado da forma que mais convêm.

Continua após a publicidade

Cheque Especial

Este cheque especial não é as folhas de cheque oferecidas pelo banco.

O empréstimo por cheque especial é um valor pré-aprovado na sua conta corrente pela instituição financeira. Ou seja, um valor a mais do que você realmente tem e que já está disponível para quando zerar o dinheiro na conta.

Por isso, o serviço é conhecido como cheque especial, pois você utiliza um valor a mais do que possuía, ficando assim com saldo negativo.

Conclusão

Antes de tomar uma decisão, pesquise e avalie bem a situação financeira do negócio.

Busque fazer uma projeção de lucros e uma análise do futuro próximo como pessoa jurídica. Essa avaliação também pode contar com estratégias que determinem as metas a serem alcançadas para cumprir com os compromissos relacionados à essa dívida.

Com mais informações e um exame detalhado das suas condições, os riscos poderão diminuir. Assim, esse recurso se tornará um suporte momentâneo para manter a empresa de pé e se fortalecer novamente.

Ao longo desse artigo, mostramos o passo a passo para te ajudar a conseguir um empréstimo para MEI. Que tal aproveitar para aprender a gerar uma renda extra? Acompanhe as 51 ideias de trabalho remoto com investimento zero que separamos para você!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔

One thought on “Como conseguir empréstimo para MEI e quais os tipos disponíveis no mercado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.