Mulheres ricas ao redor do mundo: Conheça os maiores patrimônios

Você sabe quais as mulheres ricas com os maiores patrimônios no Brasil e no mundo? Confira a lista completa em nosso conteúdo.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Mulheres ricas ao redor do mundo: Conheça os maiores patrimônios

 

Em todo o mundo, mulheres ricas são vistas como uma inspiração por suas histórias e heranças.

Apesar das fortunas bilionárias, muitas tiveram que batalhar para alcançar um lugar nesse ranking. 

Por isso, é uma oportunidade de aprender com suas lições e buscar a mesma força que essas personalidades.

Continua após a publicidade

E se você tem curiosidade para saber quais as mulheres ricas com maior patrimônio atualmente, confira o artigo especial que o iDinheiro preparou sobre esse assunto.

Quem é a mulher mais rica do mundo?

Apesar do mercado financeiro estar em constante mudança, atualmente, a mulher mais rica do mundo é Françoise Bettencourt Meyers, neta do fundador da L’Oréal, Èugene Schueller. 

Continua após a publicidade

Meyers assumiu a posição depois que sua mãe, Liliane Bettencourt Meyers, morreu aos 94 anos. Inclusive, ela ocupava o posto de maior bilionária, antes da filha.

Sua fortuna é estimada em $ 73,7 bilhões de dólares. No entanto, registrou uma queda de 0,78% no ano de 2020, por conta da pandemia de coronavírus.

A multinacional francesa foi fundada em 1909, e, hoje, é líder global em cosméticos. 

Além de perfumes, produtos para cabelo e dermatológicos, a empresa também procurou se reinventar.

Graças a Françoise Meyers, também passou a fabricar produtos de limpeza e desinfetantes, para atender as demandas da Europa durante a pandemia.

Ela tem 67 anos e 2 filhos, que irão herdar a L’Oréal e seu patrimônio.

Mulheres ricas ao redor do mundo: Confira o top 10

A lista de mulheres ricas ao redor do mundo se modifica constantemente. Isso acontece por conta da volatilidade do mercado financeiro, principalmente.

Continua após a publicidade

Em 2020, 234 mulheres compõem o ranking de bilionários, em comparação às 244 do ano anterior.

A relação foi baseada na revista Forbes, que conta com uma página de bilionários atualizada em tempo real.

Agora, você confere o top 10 mulheres ricas, seus patrimônios e um pouco sobre a sua história.

1. Françoise Bettencourt Meyers

Como mencionamos, a herdeira da L’Oréal lidera o ranking de mulheres ricas em 2020. 

Ela ocupou o cargo depois do falecimento de sua mãe, em 2017. 

Apesar da queda nos rendimentos da sua fortuna, Meyers continua no topo da lista das bilionárias.

Continua após a publicidade

2. Alice Walton

O segundo lugar é ocupado por Alice Walton, única filha do fundador do Walmart, Sam Walton.

Apesar de formada em economia, Walton nunca esteve a frente da multinacional de lojas de departamento, fundada nos Estados Unidos, em 1962.

Além disso, ela se casou duas vezes, e nunca teve filhos. Avalia seu patrimônio em em U$ 70 bilhões.

Alice Walton já esteve no primeiro lugar do ranking de mulheres ricas, mas, ao longo dos anos, alternou sua posição com Françoise Meyers. Em 2017, foi superada definitivamente.

Continua após a publicidade

Nos anos 1990, Walton se isolou em um rancho no Texas, e seus três irmãos passaram a administrar as lojas. 

Ainda, segundo o portal UOL, ela já foi protagonista de uma série de escândalos, inclusive uma prisão.

3. MacKenzie Scott

MacKenzie Scott, ou MacKenzie Bezos, é a ex-esposa de Jeff Bezos, fundador da Amazon.

O divórcio aconteceu em 2019, e por isso, MacKenzie ficou com 25% das ações das empresas. 

Com a expansão dos serviços da multinacional de tecnologia, ela passou a ocupar o terceiro lugar no ranking de mulheres ricas ao redor do mundo.

Continua após a publicidade

Apesar de ter assinado um Termo de Compromisso, garantindo que faria a doação de parte da fortuna, Scott continua com um bom patrimônio, avaliado em U$ 59,6 bilhões, com crescimento de 0,45% em 2020.

4. Julia Koch

Julia Koch e sua família estão em quarto lugar no ranking de bilionários. 

Ela e seus três filhos herdaram 42% das ações da Koch Industries, um conglomerado de fabricação, comércio e investimentos localizada no Kansas.

Depois que seu marido David Koch morreu em 2019, aos 79 anos, Julia se tornou a mais nova herdeira, com uma fortuna que soma em torno de U$ 45 bilhões.

Inclusive, Julia Koch ocupava a terceira posição na lista da Forbes de mulheres ricas, em abril de 2020. 

Continua após a publicidade

No entanto, os rendimentos de MacKenzie Scott fizeram com que Koch caísse no ranking.

5. Yang Huiyan

Yang Huiyan é herdeira e parte do conselho da Country Garden, empresa de desenvolvimento e tecnologia localizada em Hong Kong.

Ela se tornou a quinta mulher mais rica do mundo depois que seu pai Yang Guoqiang, fundador e dono da empresa, passou suas ações para a filha.

Em 2020, Huiyan acompanhou a instalação de automações robóticas para alimentar médicos em Wuhan, primeiro epicentro do coronavírus, com sua fortuna avaliada em U$ 30,1 bilhões.

6. Jacqueline Mars

Uma das mulheres ricas com maior patrimônio em 2020 é Jacqueline Mars. Ela e seu irmão, John Mars, herdaram as empresas Mars

Continua após a publicidade

A fabricante global de doces e chocolate está avaliada em U$ 29 bilhões.

Além disso, também é proprietária de marcas de alimentos para animais e assistência veterinária.

7. Susanne Klatten

Susanne Klatten é herdeira da BMW, e única proprietária da empresa Altana, farmacêutica e fabricante de químicos.

Com 58 anos, a alemã possui uma fortuna de U$ 25 bilhões. No entanto, teve uma queda considerável durante o ano de 2020. 

As ações da BMW caíram quase 25% no primeiro trimestre. Mas isso não foi suficiente para tirar a posição de Klatten na lista de mulheres ricas.

8. Laurene Powell Jobs

Laurene Jobs é a viúva do cofundador da Apple, Steve Jobs. Atualmente, Laurene administra a Emerson Collective, uma empresa de filantropia e investimentos.

Continua após a publicidade

Além da herança, a executiva também possui cerca de 7,7% de ações da Disney.

No entanto, Laurene Jobs se dedica a causas humanitárias e realiza doações periodicamente. 

Assim como seu marido, não acredita em manter uma grande fortuna, mas sim “deixar sua marca no universo”, como disse em entrevista ao New York Times, em fevereiro de 2020.

Depois da morte de Steve Jobs, a empresária passou a assumir um lugar de destaque na mídia. Com isso, foi capaz de ajudar milhares de pessoas em situação de carência.

Hoje, seu patrimônio está avaliado em U$ 20,5 bilhões.

9. Fan Hongwei

Fan Hongwei é proprietária e esposa do fundador da empresa petroquímica Hengli, na China, focada na produção de fibra.

Além disso, Hongwei também possui empresas de manufatura em todo o país.

No entanto, a aparição da empresária na mídia não é constante. O que se sabe é que sua fortuna é de R$ 19,8 bilhões.

Continua após a publicidade

10. Wu Yajun

Por fim, Wu Yajun ocupa o décimo lugar na lista de mulheres ricas. Ela é co-fundadora, presidente e ex-CEO da empresa Longfor Properties.

Ela chegou a trabalhar em uma fábrica de instrumentos, ganhando R$ 16 por mês e conseguiu construir um império bilionário sozinha. 

Se formou em engenharia e foi uma das primeiras desenvolvedoras de shopping centers na China, de acordo com o portal Época, da Globo.

Atualmente, é uma das mulheres mais ricas do mundo, com patrimônio de U$ 18,4 bilhões.

Continua após a publicidade

Mulheres mais ricas do Brasil: Confira o top 10

Além do ranking de bilionárias ao redor do mundo, também temos o top 10 de mulheres ricas brasileiras.

A lista foi elaborada pela revista Forbes, em setembro de 2020, com os principais nomes do ano.

Confira a partir de agora os nomes das mulheres mais ricas do Brasil.

1. Luiza Trajano

Sem surpresas, a mulher mais rica do Brasil é Luiza Trajano, fundadora e proprietária da rede de lojas Magazine Luiza.

Com 68 anos, a empresária possui um patrimônio de R$25 bilhões. Além disso, ajuda diversas entidades e causas humanitárias.

Continua após a publicidade

Também é uma das mulheres ricas mais influentes do país, pelo crescimento de suas empresas e visibilidade na mídia.

2. Dulce Pugliese

Dulce Pugliese é cofundadora da operadora de saúde Amil. Formou uma parceria com seu marido na época, Edson Bueno, na década de 70.

A parceria durou mesmo após a separação, até a morte do empresário, em 2017.

Em 2012, Pugliese vendeu cerca de 90% da Amil para uma empresa norte-americana. A transação foi feita por aproximadamente R$ 5 bilhões.

Atualmente, ela é a segunda mulher mais rica do Brasil, com patrimônio de R$16 bilhões.

Continua após a publicidade

3. Flávia Bittar Garcia Faleiros

Flávia Garcia é uma das herdeiras do império Magazine Luiza. Filha de Maria Garcia Trajano, é sobrinha de Luiza Trajano.

Mesmo jovem, já atua ativamente do ramo varejista, por meio da Walter Garcia Participações.

Enquanto isso, seu patrimônio é calculado em R$ 11 bilhões.

4. Miriam Voigt Schwartz

Miriam Schwartz é a filha mais velha e herdeira das empresas de motor Weg

Seu pai, e cofundador da organização, morreu em 2016, deixando a fortuna para os filhos. Por isso, Miriam é uma das mulheres ricas brasileiras com maior patrimônio.

Atualmente, o valor é contabilizado em R$10,7 bilhões.

5. Cladis Voigt Trejes

Cladis Voigt também é herdeira das empresas Weg. Além de motores, também produz transformadores e geradores de energia elétrica.

Com 57 anos, a segunda mulher na lista a administrar o patrimônio possui cerca de R$ 10,6 bilhões em seu nome.

Continua após a publicidade

6. Valsi Voigt

Na sexta posição, também temos a terceira das mulheres ricas brasileiras herdeiras da Weg.

Inclusive, Valsi Voigt faz parte das 13 pessoas que ficaram com as ações das empresas depois da morte de seus cofundadores.

Assim, conta com uma fortuna de R$ 10,5 bilhões.

7. Maria Helena Moraes Scripilliti

A empresária brasileira ocupa a sétima posição por ser co-proprietária do grupo fechado Votorantim S.A.

Junto de seu marido, Clóvis Scripilliti, Maria Helena expandiu a atuação da sua organização no Nordeste, entre os anos 1960 e 1970.

Atualmente, continua ativa na empresa, e possui 4 filhos, que serão herdeiros de um patrimônio de R$ 9,46 bilhões.

Continua após a publicidade

8. Ana Lucia Villela

Ana Lucia Villela é uma das maiores acionistas da holding Itaúsa. A empresa possui controle majoritário de instituições como o Itaú Unibanco.

As marcas foram fundadas por seu bisavô, e, atualmente, Villela é uma das responsáveis pelas empresas.

No entanto, sua maior atuação é focada no Instituto Alana, que fundou em 2014 e preside até hoje.

Ana Lucia é uma das mulheres ricas que mais se dedicam a causa infantil no Brasil. O Instituto Alana advoga e defende os direitos das crianças.

Continua após a publicidade

Inclusive, possui sede internacional, nos Estados Unidos. 

Com 46 anos, sua fortuna é de R$ 8,7 bilhões.

9. Camilla de Godoy Bueno Grossi

Camilla de Godoy Bueno Grossi é herdeira do grupo Amil. Filha de Edson Bueno e Dulce Pugliese, também ficou com parte das ações após a morte do pai.

Inclusive, sua mãe é a segunda mulher mais rica do Brasil.

Possui participação significativa na empresa e também administra parte dos investimentos. Seu patrimônio é avaliado em R$8,4 bilhões.

10. Lily Safra

Lily Safra, nascida com o nome de Lily Watkins, é uma filantropa e socialite brasileira.

Se casou 3 vezes, tendo 5 filhos e uma série de investimentos imobiliários. Fez fortuna ao longo dos casamentos. 

Continua após a publicidade

É filha de imigrantes, mas teve educação nobre, o que a levou a conhecer diversas personalidades milionárias.

Atualmente, possui algumas das casas e apartamentos mais caros do mundo, em lugares como Nova York, Paris e Genebra. Também coleciona obras de arte.

Nascida em Porto Alegre, sua fortuna de R$ 6,76 bilhões faz dela uma das mulheres ricas brasileiras mais conhecidas.

O que podemos aprender com a história das mulheres ricas no Brasil e no mundo?

Diversas mulheres ricas no Brasil e no mundo carregam suas histórias como lições de vida e inspiração para outras pessoas.

Continua após a publicidade

Por isso, depois de conhecer algumas das personalidades femininas mais influentes, podemos ter algum aprendizado com elas.

Resiliência

Resiliência é a capacidade de lidar com problemas e, de alguma forma, transformá-los em oportunidades.

Ou seja, superar obstáculos e aprender com eles.

Muitas das mulheres mais ricas do mundo passaram por dificuldades ao longo de sua jornada. 

Sejam eventos traumáticos ou situações adversas, elas aproveitaram os momentos difíceis e continuaram em frente.

Continua após a publicidade

É possível perceber esse traço, principalmente, em proprietárias de empresas que se dedicaram a combater a pandemia de coronavírus, em 2020.

Dessa forma, além de ajudar as pessoas necessitadas, também obtiveram rendimentos financeiros, ao investir na empresa, em vez de se deixar abater.

Força de vontade

É difícil construir um patrimônio, especialmente milionário. No entanto, é preciso ter força de vontade para transformar sonhos em realidade.

Muitas dessas mulheres ricas ao redor do mundo batalharam ao lado de sua família, para dar origem ao império que dominam hoje.

Continua após a publicidade

Por isso, é imprescindível ter força de vontade para colocar em prática os objetivos. Além disso, mesmo em caso de heranças, é necessário transformar os valores da empresa para que ela continua moderna e produtiva.

Todas essas metas só são possíveis através de capacidade de cumprir planos.

Garra

Mesmo atualmente, o espaço de bilionários e empresas bem-sucedidas ainda é comandado, majoritariamente, por homens.

É o exemplo do número de mulheres ricas entre as listas de pessoas com maiores patrimônios.

Por isso, personalidades femininas que desejam ter voz ativa precisam de garra para alcançar isso.

Continua após a publicidade

É necessário muito esforço para transformar seu redor, e, principalmente, se dedicar a causas tão importantes.

Mesmo com as dificuldades, é a garra que motiva essas mulheres a continuarem trabalhando nos projetos que administram.

Conclusão: Qual a influência das mulheres ricas no mercado?

Como foi possível perceber, muitas das mulheres ricas atualmente possuem patrimônios de heranças.

São empresas conhecidas, famosas e de grande influência.

Assim, se torna função dessas personalidades femininas continuar o trabalho de seus fundadores e familiares.

No entanto, cada vez mais herdeiras ocupam o lugar de antigas gestões. Isso significa novos olhares, ações e formas de administrar.

Continua após a publicidade

Dessa forma, o mercado passa a ser transformado por conta dessas influências. É de extrema importância ter mulheres no poder, para trazer representatividade e exemplos para o futuro.

Depois de sanar a curiosidade sobre as pessoas mais ricas do mundo, é possível se inspirar em suas histórias para procurar ser bem-sucedido a cada dia.

Quer saber mais sobre o universo financeiro e todas suas novidades? Ative as notificações do Push e assine a newsletter do iDinheiro.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.