Mercado de afiliados: como entrar e ganhar dinheiro de verdade

Já pensou em ganhar comissionamentos de até 50% sobre o valor das suas vendas? No mercado de afiliados isso é possível. Conheça os melhores programas e estratégias de sucesso.

Amanda Gusmao
Amanda Gusmão

O mercado de afiliados é fundamentado na estratégia de marketing onde você divulga os produtos digitais de terceiros, por meio das redes sociais, sites ou até mesmo de um blog. E, sempre que ocorrer uma venda a partir da sua divulgação, você ganha dinheiro por conta da comissão recebida.

E, apesar do cenário de crise que o país atravessa, o mercado de afiliados, o marketing digital e o ensino à distância (EAD) são uma mistura de sucesso que oferece ótimas oportunidades de ganhos para quem quer fazer uma renda extra e fortalecer o orçamento mensal.

Continua após a publicidade

É provável, inclusive, que você conheça algum afiliado que ficou famoso e começou a vender sua fórmula de sucesso, não é mesmo? Mas, será que o ganho médio do afiliado, daqueles empreendedores que “não ficam famosos”, é o suficiente para você? E, qual o caminho para começar? São dúvidas importantes que você soluciona agora mesmo.

O que é um afiliado?

Um afiliado, basicamente falando, é aquele que divulga um infoproduto ou qualquer outro produto de terceiros e recebe uma comissão por cada venda efetuada por meio da sua indicação.

Continua após a publicidade

Essa pode ser uma excelente oportunidade de ganhar uma grana extra, uma vez que você pode fazer a divulgação de qualquer lugar, a qualquer hora e até mesmo, com investimento zero em anúncios.

Como ser um afiliado?

Primeiramente, você precisa saber que existem alguns tipos de afiliados. Por esse motivo, para ter êxito, você precisa escolher aquele que mais se aproxime da sua personalidade e estilo de vida.

Exemplificando: você pode usar o programa de afiliados somente como uma fonte de renda extra ou até mesmo dedicar-se integralmente, fazendo com que a sua renda total venha do seu desempenho das vendas.

Entretanto, independentemente da sua escolha, uma coisa é certa, é necessário foco e comprometimento para que você consiga atingir os resultados que espera.

Continua após a publicidade

Para se tornar um afiliado, basicamente você precisa efetuar um cadastro em alguma plataforma de afiliados. Existem diversas opções: Eduzz, Monetizze, Hotmart, Uol Afiliados, Magazine Luiza, Lomadee, entre outras.

Para participar dos programas de afiliados por meio de uma conta gratuita, você vai precisar cumprir os seguintes requisitos:

  • possuir um email válido;
  • ter um documento de identidade;
  • ter a partir de 18 anos de idade;
  • criar uma conta em uma plataforma para afiliados.

Para efetuar o seu cadastro, basta somente entrar no site da plataforma que você escolher e localizar a opção de cadastro.

Após o término do seu cadastro, já será possível acessar as ofertas dos produtos disponíveis e iniciar o trabalho de divulgação recebendo seu link exclusivo de afiliado daquele item.

Continua após a publicidade

Como divulgar link de afiliado?

A divulgação geralmente funciona da seguinte forma: após escolher o infoproduto ou produto que vai divulgar, você terá um link de afiliado personalizado.

Assim, usando esse link, você vai criar textos, publicações, newsletters e demais formatos de divulgação persuasivos para que seu público identifique sua sugestão como interessante e, clique para comprar.

Quando a pessoa clicar no seu link e efetuar a compra, você receberá uma comissão, visto que o sistema consegue identificar que a venda foi realizada por sua indicação.

Apesar de não precisar ter um site ou blog para divulgar os produtos, é inegável que os afiliados que fazem uso de ferramentas de divulgação como redes sociais, sites, blogs, entre outras, tendem a ter resultados mais expressivos, principalmente se possuírem um domínio próprio.

Continua após a publicidade

Isso pelo motivo da divulgação apresentar mais autoridade, confiabilidade e segurança para o cliente, além de gerarem um endereço online que pode receber estratégias de otimização para ter destaque nos buscadores, bem como ser usado como objeto para anúncios pagos.  

Ou seja, o afiliado que possuir recursos e conhecimento para elaborar uma apresentação mais atrativa do produto, também tende a potencializar os resultados organicamente (sem investimentos), ou não.

A mesma ideia vale para as redes sociais. Um dos meios que possibilita uma maior aproximação com o cliente, permitindo a construção de um relacionamento e autoridade do afiliado no nicho que ele pretende brilhar.

Principais tipos de afiliados no mercado

ilustração mostra dois homens que representam os tipos de afiliados no mercado fazendo negócios
Existem diferentes tipos de afiliados em atuação no mercado

Afiliado autoridade

Na verdade, o afiliado autoridade é um influenciador digital, um formador de opiniões que usa o seu reconhecido prestígio em uma determinada área para indicar serviços ou produtos para o seu público.

Continua após a publicidade

O principal atributo do afiliado autoridade é ser uma pessoa identificada por dominar amplamente o tema do seu nicho de atuação.

É visto como uma referência em um assunto determinado, e por esse motivo, a sua opinião tem uma influência enorme no processo de compra dos seus seguidores.

O afiliado autoridade, entre os três tipos existentes, é o que mais investe seu tempo na construção da sua presença na internet, e também um dos mais capacitados.

Entre as suas habilidades podemos destacar algumas. São elas: 

  • Domínio das técnicas de SEO;
  • Autoridade no nicho (seja por formação acadêmica, seja por experiência);
  • Entrega de conteúdo de muita qualidade;
  • Conhecimento de estratégias de remarketing com anúncios pagos;
  • Habilidade na nutrição de leads.

Como você pode notar, o afiliado autoridade conta com sua marca pessoal para ganhar dinheiro no mercado de afiliados.

Continua após a publicidade

Afiliado árbitro ou afiliado investidor

O afiliado árbitro também conhecido como afiliado investidor, basicamente é um empreendedor digital que ganha dinheiro devido a sua competência em criar anúncios de qualidade em variadas plataformas.

Entre os tipos de afiliados existentes no mercado, este trabalha mais intensamente com as oportunidades de anúncios em buscadores e plataformas, foca na arbitragem entre o quanto pode investir para manter lucro e as oportunidades de alterações de preços que podem otimizar seus ganhos nas campanhas.

Mesmo não aparecendo nas comunicações, ou seja, sem ser conhecido, este tipo de afiliado trabalha na criação de campanhas de anúncios para divulgar os produtos com o intuito de atingir o seu público alvo e consequentemente ser reconhecido por esse nicho.

A principal qualidade do afiliado investidor é ser um exímio estrategista, sempre antenado nas oportunidades que o mercado oferece, tanto nos infoprodutos a serem divulgados com boas comissões, como também nas oportunidades de anúncios nos seus canais de divulgação.

Continua após a publicidade

Este modelo de afiliado exige um investimento por parte do empreendedor digital mais pesado, uma vez que basicamente ele trabalha com mídia paga. Ademais, é preciso desenvolver também algumas habilidades nesta área. Veja, quais são:

  • Habilidades para criar campanhas com excelentes taxas de conversão;
  • Um conhecimento amplo das diversas plataformas de mídias pagas;
  • Domínio total das técnicas de copywriting;
  • Capacidade analítica para medir o retorno de investimento (ROI).

Como você pode observar, este tipo de afiliado é um tipo de investidor que domina amplamente as técnicas e ferramentas para a elaboração de anúncios de alto desempenho quando se fala em poder de conversão.

Além de ter pleno conhecimento dos melhores programas de afiliados para fazer isso acontecer.

Afiliado renda extra ou revendedor

O afiliado renda extra, também conhecido como revendedor, normalmente não possui capital para investir na criação de um tipo de negócio na internet, porém, almeja ganhar uma renda extra na internet.

O afiliado renda extra, se comparado com os primeiros tipos, tem limitações técnicas e de conhecimento do mercado. Então, ele acaba usando estratégias de marketing digital já definidas que, nem sempre geram os resultados esperados por terem concorrentes usando as mesmas táticas ou outras melhores.

Continua após a publicidade

Alguns, inclusive, acabam adotando práticas como os spam de comentários em artigos publicados em blogs e spam de e-mails que são consideradas ruins, pois dificilmente trazem retorno.

Normalmente é nessa categoria de afiliado que a maioria das pessoas que querem começar a atuar nesse mercado entram. Se é esse o seu caso, pense que é sua oportunidade para, justamente, diferenciar-se! Ou seja, se todo mundo está fazendo igual e falhando, você pode inovar, criar abordagens mais inteligentes e, assim, ganhar dinheiro mais satisfatoriamente.

Entre os três tipos de afiliados, esse é o que precisa da menor quantidade de recursos para iniciar o seu negócio. Ele precisa basicamente de:

  • Um pouco de criatividade para buscar formas de divulgação gratuitas;
  • Uma boa quantidade de amigos para apresentar seus links;
  • Persistência, pois os resultados não são muito promissores no início;
  • Tempo livre para divulgar seus links, mesmo que sem as ferramentas apropriadas.

Existem requisitos técnicos para trabalhar no mercado de afiliados?

A priori, não existe nenhuma formação específica para atuar em programas de afiliados, embora algumas plataformas prefiram perfis dispostos a investirem na carreira de empreendedor digital.

Continua após a publicidade

Ou seja, podem analisar o perfil de afiliado e decidir por sua aprovação ou não.

É preciso ter uma infraestrutura de negócio para atuar no mercado de afiliados?

Não. Para abrir um e-commerce, por exemplo, você precisaria de uma infraestrutura mínima que fosse, como um espaço para estoque, embalagens para enviar as mercadorias, entre outros.

Providenciar esses recursos requer um local apropriado, o que nem sempre é possível, além de custar dinheiro.

Trabalhando como afiliado, você não precisará se preocupar com nada disso. Pode criar uma loja virtual com produtos e infoprodutos de qualidade, de marcas renomadas no mercado, e somente atrair tráfego para que as pessoas comprem dessas empresas.

Continua após a publicidade

Ou seja, você pode trabalhar de casa, nas suas horas vagas se essa não for a sua atividade principal, e ganhar dinheiro investindo pouco (ou nada).

Existe a necessidade de fazer investimentos para trabalhar como afiliado?

Para se tornar um afiliado de sucesso, a resposta é sim. Embora seja possível trabalhar como afiliado sem nenhum tipo de investimento.

Primeiramente, sejamos sinceros: para ganhar dinheiro na internet, você precisa de um mínimo de esforço e tempo de dedicação. E, seu tempo é uma moeda preciosa que você deve investir sabiamente para trazer retorno financeiro, concorda?

A verdade é que se você pretende, de fato, ter sucesso no mercado de  afiliados, a venda de produtos digitais deve ser encarada como um trabalho muito sério.

Continua após a publicidade

Você precisa entender que iniciou um novo negócio e que terá de trabalhar bastante para alcançar os resultados que almeja. Será preciso algum investimento financeiro e muito do seu tempo para ter sucesso nessa nova jornada.

No começo, como qualquer tipo de trabalho novo, tudo parecerá um pouco complicado, porém, aos poucos você conseguirá definir estratégias funcionais e atingirá suas metas com certa facilidade.

Depois que você conseguir desvendar os segredos e mecanismos das vendas pela internet, o trabalho passará a ser muito prazeroso, pode acreditar.

Quais os programas de afiliados mais vantajosos?

Veja, a seguir, os programas de afiliados que oferecem as melhores vantagens para o afiliado.

Continua após a publicidade

Parceiro Magalu

Magazine Você

Para vender no Magazine Luiza, você terá que fazer parte do programa de afiliados chamado Magazine Você. Na plataforma, você poderá vender diversos tipos de produtos por meio de um e-commerce diferenciado.

Para isso, será necessário preencher um formulário de cadastro, passar por processo de análise e, só então, se for o caso, ser aprovado pela equipe (a aprovação sai até 24 horas depois da consulta).

Após a aprovação, você está apto a escolher os produtos que pretende vender e ainda pode definir a ordem dos produtos no site.

Você pode colocar à venda na sua loja virtual até 60 produtos, além de mais 12 como estoque de segurança. Desta maneira, conforme você for vendendo e seu estoque for diminuindo, essa margem ficará disponível automaticamente para assegurar suas oportunidades de lucro.

Continua após a publicidade

Existem diversas categorias de produtos que você pode vender no programa Magazine Você. Veja, a seguir, algumas delas:

  • Eletroeletrônicos;
  • Eletrodomésticos;
  • Cama, mesa e banho;
  • Casa e jardim;
  • Móveis e decoração;
  • Informática;
  • Smartphones;
  • Esporte, lazer e fitness;
  • Entre outros.

Para negócios que têm como foco principal a venda de produtos físicos, o Lomadee é uma das plataformas de afiliados mais interessantes do mercado. São vários anunciantes e muitos deles de marcas renomadas, como C&A, LeNovo, Positivo, Camicado, New Balance etc.

Os produtos são organizados por categorias como por exemplo, eletroeletrônicos, turismo, perfumaria, moda entre outros. 

A Lomadee ainda conta com uma larga gama de formatos para anúncios e opções singulares para os anunciantes, inclusive excelentes ferramentas de venda dentro das redes sociais.

Continua após a publicidade

Além da remuneração por vendas, ela oferece ainda a opção de ganho por clique. Ou seja, são opções variadas para quem deseja ganhar dinheiro como afiliado.

A Hotmart é uma plataforma especializada na comercialização de produtos digitais, os chamados infoprodutos. Voltado para o mercado de educação a distância (EAD), o serviço disponibiliza hospedagens para cursos online, e-books e outros tipos de materiais, bem como ferramentas excelentes que auxiliam no processo de venda.

A empresa já está presente em mais de 200 países espalhados pelo mundo e oferece a chance de qualquer pessoa gerar uma renda extra, simplesmente compartilhando conhecimento na internet ou vendendo seus infoprodutos como afiliado.

Provavelmente, a Hotmart é a empresa mais citada no mercado de afiliados, entretanto, existem concorrentes muito fortes, como a Monetizze e a Eduzz, por exemplo, que não podem ser menosprezadas.

Continua após a publicidade

Porém, seu destaque, se dá pela sua popularidade, uma vez que nenhuma outra opção da categoria possui tantos produtos disponíveis, são mais de 70 mil divididos em 24 categorias diferentes.

Apesar da Eduzz apresentar algumas regras e funções exclusivas, ela também apresenta funcionalidades bem parecidas às da Hotmart.

Entre as vantagens oferecidas pela empresa, podemos citar o maior conjunto de opções para quem pretende utilizar os recursos da plataforma na venda de produtos físicos.

Outro benefício que atrai muitos vendedores para a Eduzz é o chamado “funil infinito” que permite que os afiliados recebam suas comissões mesmo que o cliente decida pela compra tempos depois de ter acesso por seu link.

Continua após a publicidade

Essa ação garante que o usuário responsável por levar um lead ao produtor seja remunerado, mesmo se a venda for feita muito meses depois.

A Monetizze é a empresa mais jovem entre os principais sites de afiliados e foi criada com o objetivo de resolver as principais reclamações dos profissionais do mercado, como a possibilidade de não ser remunerado por uma venda.

Desse modo, uma de suas funcionalidades mais significativas é a comissão eterna por leads gerados. 

Apesar da empresa ser a caçula do mercado, seu catálogo de produtos é bastante amplo, especialmente na área de internet marketing, permitindo ainda antecipar parte das suas comissões.

Continua após a publicidade

Evidentemente, existem regras e taxas relacionadas ao serviço prestado, assim como em todas as outras plataformas. Então, aqui vai uma tabela de todas que constam na nossa lista de programas de afiliados.

Comissões dos melhores programas de afiliados

Programas de afiliadosComissõesCondições comerciais
Magazine VocêPorcentagens variáveis conforme o produto vendido.Até dois saques mensais, sendo que o valor mínimo deve ser de R$ 50 em cada.
LomadeeComissão entre 4 a 6%, dependendo da categoria do produto vendido.
Indicações e outras interações com o programa de afiliados Lomadee também são remuneradas.
Resgate mínimo de R$ 100 para pessoas físicas e R$ 50 para pessoas jurídicas.
HotmartA comissão do afiliado Hotmart é definida pelo infoprodutor, mas a plataforma sugere que ela seja em torno de 30 a 50% do valor.Saque mínimo de R$ 20,00, mais R$ 1,50 de taxa. Além disso, é possível fazer resgates em outras moedas.
EduzzNão encontramos o valor exato da comissão. Todavia, é cobrado do produtor 8,90% + R$ 1,00 sob o valor da venda por afiliado.
Assim, pode-se considerar que o valor será algo próximo, mas não superior a isso.
É preciso esperar 30 dias para o resgate, mas o valor mínimo não foi encontrado no site ou central de ajuda.
MonetizzeExistem diferentes tipos de comissões, como venda única, recorrente, progressivas, primeiro ou último clique etc.Saque mínimo de R$ 5, sendo que o prazo de 3 dias quando a compra for realizada por boleto ou PIX e 30 dias no cartão de crédito.

Quanto ganha um profissional no mercado de afiliados?

Primeiramente essa é uma pergunta muito comum, todos que desejam ingressar nesse mercado, acabam se perguntando quais são os ganhos de um afiliado.

Fato é que não existe um valor fixo, ou seja, é um tipo de trabalho que vai depender diretamente dos seus esforços, e esse é um dos fatores determinantes para estabelecer o seus ganhos diários, semanais ou mensais. 

Além de muito esforço, foco e dedicação, a sua estratégia de venda, o nicho que você escolheu para promover e os valores das comissões de acordo com cada plataforma, são os outros fatores que vão determinar o quanto você pode faturar como afiliado.

Continua após a publicidade

O que pode ser adiantado em relação a isso é que existem casos comprovados de afiliados ganhando de R $5 mil a R$ 50 mil por mês.

Obviamente não é nada fácil conseguir chegar a esse patamar, porém é perfeitamente possível. Seguir os passos de quem já alcançou esse nível, pode ser um bom começo.

Tipos de remuneração das plataformas de afiliados

Veja, a seguir, os tipos de remunerações de um afiliado.

CPC (Custo por Clique)

Custo por clique (CPC) é um dos tipos de remuneração em que o ganho é conforme a quantidade de cliques nos links, independentemente do formato do anúncio. É definido um valor por clique que varia de acordo com o anunciante.

É interessante também observar como é feita a contabilidade dos cliques. O afiliado pode ser remunerado por cada clique e por IP ou ainda a cada dois cliques de um mesmo IP. Geralmente, o objetivo desse programa é elevar o número de acessos.

Continua após a publicidade

CPA (Custo por Ação)

O CPA é outro dos tipos de remuneração do marketing de afiliados. Nesse modelo de pagamento, o anunciante é quem decide o tipo de ação a ser paga para o afiliado, que pode ser uma instalação, um download ou um cadastro, por exemplo.

A partir desse momento, cada instalação feita, cada arquivo baixado ou cadastro efetuado tem um valor fixo.

CPL (Custo por Lead)

O custo por lead é semelhante ao CPA, o que muda é que a ação precisa ser validada. Exemplificando: o anunciante só vai pagar por cada cadastro feito em uma plataforma determinada, se o registro cumprir os requisitos e for “aprovado”.

Sendo assim, mesmo que o cadastro seja efetuado, mas não cumprir as regras de validação da campanha, o afiliado não será remunerado.

Continua após a publicidade

Normalmente nesse modelo de programa, o objetivo do anunciante é aumentar a sua base de dados de clientes e as chances de conversão de vendas mais qualificadas, ou seja, alinhada com o perfil ideal de comprador.

CPM (Custo por Mil impressões)

O CPM é um tipo de remuneração que normalmente atua somente para aplicação de banners em sites. Sendo assim, é definido um custo fixo para cada mil impressões (número de vezes que o banner é visualizado pelo usuário).

O número de impressões pode ser comparado ao número de “page views” de um blog ou site, desde que o banner esteja presente em todas as páginas. Nesse modelo de pagamento, o clique do usuário não é relevante.

Normalmente, o objetivo dessa campanha é colocar a marca em evidência e gerar tráfego.

CPV (Custo por Venda)

Para finalizar, existe o CPV ou custo por aquisição. Nesse modelo de remuneração, os afiliados recebem uma porcentagem das vendas realizadas pelo anunciante.

Continua após a publicidade

Exemplificando: se um afiliado se inscreve em uma campanha que paga 25% de comissão por cada venda efetivada. Se no período de 30 dias ele conseguir converter e vender R$ 2.000,00, ele receberá R$ 500,00 de comissão.

Quais as melhores dicas para ganhar dinheiro como afiliado?

Você pode estar se perguntando: como consigo ganhar dinheiro como afiliado na prática? Simples. Invista no seu novo negócio.

Veja, a seguir, algumas dicas essenciais para fazer de você um afiliado vitorioso.

1. Estude seu nicho

Inicialmente, você precisa ter em mente que também vai trabalhar com produtos digitais e isso significa encarar o mercado segmentado.

Sendo assim, primeiro é necessário definir um público-alvo. Procure criar um conteúdo que seja atrativo para esse tipo de cliente e divulgue no seu site ou blog. 

Continua após a publicidade

Depois, escolha para vender somente itens que sejam relacionados a esse público e que de fato vão despertar interesse. Nesse caso, é importante ter certeza que você realmente conhece o seu público.

Se você está criando um conteúdo sobre o mundo fitness, precisa saber com que tipo de pessoa vai palestrar.

Por exemplo, com amadores, que normalmente começam a praticar atividades físicas para perder peso e sempre têm interesse em informações sobre uma vida saudável ou com atletas profissionais que buscam conteúdos mais aprofundados sobre treinamento e alimentação.

Percebeu como o perfil do consumidor pode variar bastante? Sendo assim, invista em pesquisas de nicho.

Continua após a publicidade

2. Estabeleça uma persona para atuar no mercado de afiliados

A persona é a representação de um cliente perfeito, ou seja, que tem as necessidades que seu produto atende, assim como a capacidade para adquiri-lo. 

Essa definição é muito importante para você montar as estratégias de marketing e vendas, fazendo com que elas atraiam e convertam os clientes certos. Logo, você tem que saber quais são os seus interesses, redes sociais mais acessadas, quais lugares costuma frequentar e seus objetivos pessoais.

Para conseguir essas informações, você terá que rodar uma pesquisa dentro de uma plataforma, conversar com clientes atuais e, com o tempo, definir de acordo com o comportamento de compra do seu público.

3. Tenha um blog e/ou site

Esse item vai requerer algum investimento financeiro da sua parte. É evidente, e inclusive já foi mencionado neste material, que você não precisa de um blog ou um site próprio para começar a ganhar dinheiro com programas de afiliados.

Continua após a publicidade

Suas vendas podem ser feitas por newsletters ou pelas redes sociais, por exemplo. Entretanto, alguns levantamentos já mostraram que o fato de ter uma página própria passa uma credibilidade maior para os clientes e gera resultados mais significativos.

Uma outra recomendação importante dentro desse ponto, é não utilizar sites gratuitos. Eles passam insegurança para os clientes, além de passar a impressão de amadorismo.

Ademais, você tendo seu próprio domínio, terá mais possibilidades de melhorar as estratégias de vendas, criando espaços para exibir vários produtos em uma única página e conteúdos, o que os sites gratuitos não permitem.

4. Crie seu email marketing

Além de cumprir todos os passos acima, é preciso também investir em divulgação. Escreva sobre o produto que você está comercializando e recomende-o para o seu público. 

Continua após a publicidade

Uma maneira de fazer com que as pessoas leiam seus posts com frequência, é deixando um formulário de inscrição para uma newsletter no seu site ou blog.

Vale ressaltar, que conforme as regras da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) e GDPR (Regulamentação Geral da Proteção de Dados), email marketing só pode ser feito com aprovação do destinatário.

5. Movimente sempre suas redes sociais

Uma outra maneira bem eficiente de divulgação é por meio das redes sociais. Seja ela Instagram, Youtube, Twitter ou até mesmo o Facebook. Conheça a mídia que seu público-alvo mais acessa e produza estratégias com foco total nelas.

Se você identificar, por exemplo, que seu público utiliza mais o facebook, você pode criar um calendário editorial e fazer pelo menos uma postagem por dia, além de anunciar pelo Facebook Ads.

Continua após a publicidade

Certamente pela relação mais próxima que você estará criando com o público, eles ficarão mais induzidos com o seu negócio e muito provavelmente você venderá mais.

Mas, atenção. Seu calendário de publicações deve trazer informações relevantes ou entretenimento, e não somente ofertas e links de afiliados, ok?

Isso porque tais conteúdos ajudam no processo de convencimento dos potenciais compradores, além de gerarem mais engajamento, ou seja, interação dos seus seguidores. Com um bom engajamento, suas postagens ficam mais em evidência para outros usuários.

6. Escolha produtos e infoprodutos com bom potencial de vendas

Outro ponto bastante importante para o sucesso do seu empreendimento consiste na escolha certa dos produtos digitais que você irá promover.

Continua após a publicidade

Você deve escolher os itens que tenham relação com o assunto do seu site ou blog. Aqui vale lembrar que a autoridade de quem vende é um fator relevante para quem compra. Se você é especialista em comida vegetariana, terá muito mais credibilidade para recomendar um e-book com receitas veganas, concorda?

Além disso, é necessário optar por produtos que apresentem um bom potencial de vendas. Para isso, você pode verificar as estatísticas. Com bom volume de vendas e boas avaliações, será um bom sinal.

7. Verifique as melhores comissões do mercado de afiliados

A escolha correta dos seus produtos digitais também envolve a comissão oferecida pelo produtor. Esse ponto vai definir se o negócio será ou não rentável.

A comparação cautelosa dos percentuais determinados para cada item é um dos grandes segredos dos afiliados bem sucedidos, afinal de contas, você usará o mesmo tempo e dedicação para promovê-los, então é melhor que seja o que trará mais resultados.

Continua após a publicidade

Sendo assim, é fundamental simular algumas vendas e verificar quanto cada item pode render mensalmente. Dessa forma você terá uma boa noção de quais produtos irá escolher para promover.

Exemplificando: em um primeiro momento, uma comissão alta pode parecer bastante atraente, porém, não adianta muita coisa se o produto não tiver uma boa aceitação, ou seja, vender pouco.

Em contrapartida, uma comissão baixa pode não ser muito atrativa, mas pode se tornar um ótimo negócio se o item for vendável, em outras palavras, tiver uma boa aceitação no mercado.

Por isso, vale uma análise bem criteriosa para cada situação para analisar qual situação será mais favorável.

Continua após a publicidade

8. Dedique o máximo de tempo que puder ao seu negócio

Você precisará se dedicar todos os dias às vendas para que elas aconteçam de fato. Esqueça a ideia de ganhar dinheiro dormindo, trabalhando hoje, por exemplo, e só voltar para o site ou blog daqui a quatro ou cinco dias.

Mantenha sua página sempre atualizada e divulgue frequentemente os produtos digitais. A indicação é para criar uma meta e cumpri-la.

9. Revise suas estratégias de afiliados

É muito importante que você aplique algumas estratégias de afiliado árbitro, ou seja, acompanhe os resultados de seus anúncios e canais de divulgação.

Quantos produtos você converteu com um anúncio no Facebook? Ou, quantos leads você aumentou ao criar uma landing page com determinado assunto?

Continua após a publicidade

Ao analisar a eficiência das suas estratégias, você pode intensificar os esforços naquelas com bons desempenhos, e fazer correções nas que precisam de melhorias. Isso vai otimizar seus resultados e você poderá ganhar mais dinheiro como afiliado.

Dá para ganhar dinheiro no mercado de afiliados?

Fazer parte do mercado de afiliados no ambiente online é uma excelente forma de ganhar dinheiro na internet, entretanto, esse tipo de trabalho requer organização e muita dedicação.

Primeiramente você terá que definir sua área de atuação e escolher a atividade que acredita que terá mais chances de sucesso. Além disso, antes de iniciar o seu negócio, faça uma pesquisa bem específica do mercado.

Apesar de existirem diversas maneiras de ganhar dinheiro na internet, utilizando suas habilidades e conhecimentos, certamente trabalhar como afiliado é uma das melhores delas.

O mercado de afiliados é o caminho que você pretende percorrer ou, está pensando em tornar-se um produtor de infoproduto? Temos um conteúdo comparativo sobre as melhores opções para essa abordagem.

Confira aqui como lançar seu infoproduto e ganhar dinheiro como produtor de conteúdos digitais.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.