Lote residual de restituição é liberado pela Receita Federal

A Receita liberou mais um lote residual de restituição de IR para pagamento até 30 deste mês. Veja como consultar e resolver inconsistências.

Amanda Gusmao
Amanda Gusmão

O lote residual de restituição do Imposto de Renda 2020, ano-base 2019, foi liberado para consulta nesta segunda-feira, 23.

Assim, de acordo com o comunicado da Receita Federal, os depósitos da restituição somam R$ 399 milhões e 198.867 contribuintes receberão seus respectivos depósitos até o dia 30 de novembro.

Continua após a publicidade

Como fazer a consulta do lote residual de restituição?

Para consultar se a restituição consta no lote, o contribuinte pode usar a ferramenta disponível no site do IRRF.

Os dados necessários para fazer a consulta são:

  • CPF;
  • ano de envio da Declaração do Imposto de Renda;
  • data de nascimento do contribuinte;

O sistema gera um código para prevenção de consultas por programas automáticos e, além disso, precisa que o computador utilizado esteja habilitado para o uso de cookies.

Resultados possíveis da consulta ao lote residual

A informação da consulta sai imediatamente, ou seja, o contribuinte fica sabendo na mesma hora se sua restituição está no lote, ou não.

Assim, as possíveis respostas para a consulta, são:

  • depósito programado para até o dia 30 de novembro;
  • na fila de restituição, o que significa que a declaração já foi processada e aguarda liberação dos valores para os depósitos seguintes;
  • em processamento do órgão, o que significa que o órgão ainda está checando possíveis inconsistências;
  • na fila de espera do órgão, que é o mesmo caso anterior, ou seja, a declaração ainda não está liberada.

Nos dois últimos casos, o contribuinte pode revisar a declaração, ainda que isso não tenha maiores orientações do órgão.

Vale lembrar que o último lote regular de restituição foi feito em setembro e os que foram liberados a partir dessa data referem-se a declarações que foram retificadas dentro do prazo ou regularizadas após comunicação do órgão.

Como proceder com inconsistências ou falhas no pagamento?

Em casos de inconsistências na declaração, o titular do CPF deve fazer a regularização no portal e-CAC.

Já nos casos em que a declaração não caiu na malha fina, mas o contribuinte ainda não recebeu o depósito, a Central de Atendimento é o canal recomendado:

  • Capitais: 4004 0001
  • Demais localidades: 0800 729 0001
  • Exclusivo para deficientes auditivos: 0800 729 0088

Vai receber uma quantia no lote residual de restituição do Imposto de Renda 2020 e quer dicas de como utilizá-lo eficientemente na situação econômica atual? Então, assine a newsletter do iDinheiro e acompanhe todas as nossas dicas e notícias.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.