O governo federal espera liberar R$ 14 bilhões em linhas de crédito para PMEs por meio do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). As empresas que se enquadram nos critérios exigidos puderam solicitar o crédito na semana passada. 

No entanto, empresas pedem mais que o valor reservado pela União para salvar os microempreendedores. Impactadas pela pandemia de covid-19 desde o mês de março, as PMEs precisam de cerca de R$ 200 bilhões, segundo o estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV).  

Continua após a publicidade:

Caso sua empresa não tenha conseguido entrar em linha de crédito para PMEs por meio do Pronampe há, ainda, outras opções que podem ser tentadas diretamente com as instituições financeiras. 

Quer saber mais sobre isso? Confira 14 linhas de crédito para PME. 

O que são linhas de crédito para PMEs?

Em geral, as linhas de crédito voltadas para PMEs são utilizadas para duas finalidades: capital de giro ou investimentos na própria empresa. 

Continua após a publicidade

Ou seja, os microempreendedores aprovados podem utilizar os recursos para pagamento de despesas operacionais, como salário de funcionários ou contas fixas, além da aquisição de materiais e mercadorias. 

Além disso, o dinheiro também pode ser utilizado para investir na compra de máquinas e outros equipamentos, realização de reformas, dentre outros investimentos.  

Cada linha de crédito para PME possui uma taxa de juros, prazo para pagamento e carência. Caso tenha interesse de adquirir, é importante que o microempreendedor pesquise e encontre a que melhor encaixa para a sua realidade. 

Linhas de crédito para PMEs da Caixa Econômica Federal

  1. Especial Capital de Giro – Fampe

Objetivo: capital de giro
Público-alvo: microempreendedor individual (MEI), micro empresa (ME) e empresa de pequeno porte (EPP)
Taxa: 1,19% a 1,59% ao mês
Carência: 9 a 12 meses
Prazo total: 12 a 24 meses (após a carência)
Limite da operação: R$ 12.500 a R$ 125 mil 
Mais informações: site

Continua após a publicidade

  1. GiroCAIXA FGI – PEAC

Objetivo: capital de giro
Público-alvo: empresas com faturamento anual entre R$ 360 mil e R$ 30 milhões
Taxas: a partir de 0,63% ao mês
Carência: de 9 a 12 meses
Prazo total: de 36 a 60 meses
Mais informações: site

  1. Giro Caixa Fácil

Objetivo: capital de giro
Carência: de 2 a 6 meses
Prazo total: 60 meses
Limite do crédito: até R$ 2 milhões
Mais informações: site

Crédito pelo Banco do Brasil

  1. Prorrogação Especial Covid-19

Finalidade: prorrogação do vencimento de duas parcelas para as linhas de crédito: BB Giro Digital, BB Giro Empresa e BB Financiamento
Público-alvo: clientes do banco adimplentes
Mais informações: site

  1. BB Giro Digital

Finalidade: capital de giro
Público-alvo: empresas com faturamento anual até R$ 1 milhão
Carência: até 90 dias
Prazo total: até 24 meses
Limite do crédito: variável
Mais informações: site

Continua após a publicidade

  1. BB Giro Empresa

Finalidade: capital de giro
Público-alvo: empresas com faturamento anual até R$ 1 milhão
Taxas: a partir de 0,84% ao mês
Carência: até 90 dias
Prazo total: até 36 meses
Limite do crédito: variável
Mais informações: site

BNDES

  1.  BNDES Crédito Pequenas Empresas

Finalidade: manutenção ou geração de empregos
Público-alvo: MEIs e empresas com faturamento anual até R$ 300 milhões
Carência: até 2 anos
Prazo total: até 5 anos
Limite do crédito: até R$ 70 milhões
Mais informações: pelo site

Bradesco

  1. Capital de Giro – Simples

Finalidade: capital de giro
Público-alvo: empresas com faturamento até R$ 3,6 milhões
Taxas: a partir de 1,46% ao mês
Carência: até 90 dias
Prazo total: até 36 meses
Limite do crédito: até R$ 200 mil
Mais informações: pelo site

  1. Giro Fácil Bradesco

Finalidade: investimento
Público-alvo: correntistas do banco
Carência: até 180 dias
Prazo total: até 6 anos
Mais informações: pelo site

Continua após a publicidade

  1. Capital de Giro – Folha de Pagamento 

Finalidade: crédito para folha de pagamento
Público-alvo: empresas com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões anuais
Taxa: a partir de 3,75% ao ano
Carência: até 6 meses
Prazo total: até 36 meses
Mais informações: pelo site

  1. Microcrédito Produtivo Orientado

Finalidade: inevstimento
Público-alvo: MEIs e empresas com faturamento de até R$ 200 mil por ano
Taxa: entre 2,79% e 3,89% ao mês
Carência: de 15 a 59 dias corridos
Prazo total: de 4 a 24 meses
Limite da operação: R$ 21 mil
Mais informações: pelo site

Itaú

  1. Fundo Emergencial de Crédito

Finalidade: garantir o salário do funcionário até 2 meses
Público-alvo: clientes do Itaú com faturamento entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões
Taxas: 3,75% ao ano
Carência: 6 meses
Prazo total: 30 meses
Mais informações: pelo site

  1. Capital de Giro

Finalidade: capital de giro
Público-alvo: micro e pequenas empresas
Carência: 90 dias
Prazo total: até 54 meses
Mais informações: pelo site

Santander

  1. UseCasa

Finalidade: uso livre
Público-alvo: pessoa física e jurídica com imóvel
Taxa: 0,94% ao mês
Carência: não há
Prazo total: de 1 a 20 anos
Limite da operação: de R$ 30 mil a R$ 2 milhões
Garantia: imóvel comercial ou residencial
Mais informações: pelo site

Quer continuar acompanhando as novidades sobre linhas de crédito para PMEs? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba tudo em tempo real. 

Publicidade