Notícias

Limite em transações do PIX é definido por questões de segurança

Ana Júlia Ramos
Ana Júlia Ramos
Imagem de uma pessoa acessando o celular para ler sobre o limite em transações do PIX

Limite em transações do PIX é definido para reduzir o risco de fraude. Parâmetros foram determinados pelo Bacen em instrução normativa.

O Banco Central (BC) determinou parâmetros relacionados ao limite em transações do PIX, novo sistema de pagamentos instantâneos do órgão. A instituição publicou a instrução normativa na última sexta-feira, 25, com recomendações de segurança.

Segundo informações do BC, a depender da titularidade e horário da transação, elas terão um teto estipulado.

Continua após a publicidade

Na maioria delas, o teto seguirá o limite que o cliente já tem para fazer pagamentos no débito. Esse valor varia de banco para banco.

Entenda os motivos da determinação e implicações práticas a seguir.

Entenda o limite em transações do PIX

A determinação ocorreu após instituições financeiras se preocuparem em relação a possíveis fraudes.

De acordo com o Banco Central, antes mesmo da publicação da determinação, os bancos receberam a informação que poderiam estabelecer limites de valor aos clientes.

Esse limite existe com o objetivo único de trazer mais segurança e minimizar riscos de fraude, desde que o teto não seja inferior ao de transferências como DOC ou TED.

Após uma série de conversas e análises com as instituições financeiras, que alegam que em todos os lugares do mundo existe essa limitação, ela será obrigatória.

Até o dia 28 de fevereiro, durante 6h e 20h de dias úteis, os usuários poderão transferir valores até 50% do teto para TED. Isso vale para PIX de contas de mesma titularidade ou distintas.

A partir de 1 de março, o valor aumenta para o limite total disponível para o TED. As regras valem para transferências feitas via apps ou internet banking.

No caso de pagamentos realizados por QR Code em dias úteis dentro de 6h e 20h e para conta de titularidade diferente, o limite será sempre o mesmo do caso de compras no cartão de débito.

Caso as transações sejam feitas entre 6h e 20h, mas aos sábados, domingos ou feriados, o limite será o mesmo disponibilizado para o cartão de débito até 28 de fevereiro. A regra vale para contas de mesma titularidade ou distintas.

Gostou desta notícia sobre o limite em transações do PIX? Então, assine a newsletter do iDinheiro para receber mais conteúdos do tipo diretamente no seu e-mail.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *