Assim como na primeira fase, o limite de empréstimos do Pronampe (Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte) foi atingido em poucos dias pelos principais bancos.

Banco do Brasil, Bradesco, Santander e Caixa já não têm mais limite de crédito para ceder a micro e pequenas empresas, Empréstimos são referentes à segunda fase do programa, liberada nesta semana. 

Continua após a publicidade:

Agora, Itaú é o único banco grande ainda com limite para operar. Ao todo, expectativa do governo é que segunda fase do Pronampe libere 14 bilhões de reais em créditos para os microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte.

Bancos atingem limite de empréstimos no Pronampe

O Banco do Brasil foi o primeiro a atingir o limite de empréstimos. Banco liberou os R$ 1,8 bilhão que tinha disponível nas 3 primeiras horas de atendimento na última quinta-feira, 3.

No total, instituição bancária atendeu no dia 30.782 empresas, que tomaram, em média, empréstimos de R$ 57.800 . Somando com a primeira fase, BB já liberou R$ 6,8 bilhões para empresas.

Os bancos Santander e Bradesco não participaram da primeira fase do Pronampe e também tiveram o limite de crédito esgotado em pouco tempo. 

O Bradesco informou em nota que liberou o R$ 1,3 bilhão que tinha disponível ainda nas primeiras 24 horas. Mesmo saldo também foi liberado pelo Santander apenas no primeiro dia, 3 de setembro.

Por fim, Caixa anunciou nesta quinta-feira, 10, que limite de R$ 2,55 bilhões da nova fase do Pronampe já foi atingido. 

Conforme o banco público, 32 mil operações, que somam R$ 1,9 bilhão, já tiveram o processo de contratação concluído. Além dessas, outras 7 mil, que totalizam R$ 510 milhões, estão em fase de contratação.

Considerando as duas fases, Caixa liberou quase R$ 10 bilhões a micro e pequenas empresas.

Itaú ainda têm limite

Itaú é o único banco grande que ainda tinha limite até a noite da última quarta-feira, 9. 

À Exame, a instituição privada informou que ainda está com o programa aberto. Disse, ainda, que tem dado preferência para atender os clientes elegíveis que não conseguiram recursos na primeira leva do programa.

Caso sua empresa ainda queira solicitar o crédito, confira aqui o passo a passo.

Outras linhas estão disponíveis

Além do Pronampe, instituições como Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS) e Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) também disponibilizam linhas de crédito.

O Programa Emergencial de Acesso a Crédito (Peac), operado pelo BNDES, já  liberou mais de 40 bilhões de reais de crédito até a última terça-feira, 8.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre o Pronampe? Então, assine a newsletter do iDinheiro. 

Publicidade