Guias

Leilão de carros: saiba como comprar um veículo nessa modalidade de negociação

Isabella Proença
Isabella Proença
leilão de carros
Comprar um veículo por meio de um leilão de carros pode ser uma oportunidade se você tiver conhecimento sobre a modalidade de negociação. Neste artigo, trouxemos todas as informações necessárias. Confira!

Leilão de carros: saiba como comprar um veículo nessa modalidade de negociação

A aquisição de veículos por meio de um leilão de carros vem chamando cada vez mais a atenção de pessoas físicas. Há algum tempo, apenas empresas compareciam nesses eventos.

Inclusive, atualmente, estima-se que em torno de 25% dos arremates são feitos por consumidores comuns.

Continua após a publicidade

Isso se deve ao fato dos preços ofertados serem bem mais baixos que os do mercado.

Em média, o valor dos automóveis de leilão é 30% menor do que o valor dos automóveis na tabela.

No entanto, vale a pena ressaltar que esse tipo de negócio requer cuidados.

A grande maioria dos carros ofertados em leilão são veículos financiados que foram apreendidos por falta de pagamento, ou veículos “sinistrados” (acidentados).

Continua após a publicidade

O segundo caso inclui carros que tiveram perda total e, após o proprietário ter sido indenizado, foram levados a leilão pelas seguradoras. 

Mas também há carros que sofreram apenas danos pequenos no caminhão-cegonha ou no transporte entre o fabricante e o concessionária, por exemplo.

Há casos de veículos roubados e depois recuperados, que podem ter sido usados para cometer algum tipo de crime e, nessas situações, um modelo com esse histórico, nem sempre é aceito pelo consumidor.

É por esse motivo que existe a depreciação no preço: para de alguma forma compensar o risco que a pessoa corre, já que carros de leilão não possuem nenhum tipo de garantia e são vendidos no estado em que se encontram.

Continua após a publicidade

Apesar do risco, é perfeitamente possível encontrar veículos em boas condições nos pátios dos leiloeiros.

Basta tomar alguns cuidados, para evitar transtornos após a compra.

E é sobre isso que vamos falar hoje!

O que é o leilão de carros?

O leilão de carros é uma venda pública de veículos, basicamente falando. Onde há três tipos de veículos a serem negociados. São eles:

  • veículos apreendidos pelos órgãos reguladores de trânsito;
  • aqueles veículos que as prestações do financiamento não foram pagas;
  • veículos recuperados pelas financeiras.

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) diz o seguinte sobre as condições dos automóveis que são vendidos em leilão no seu Artigo 328:

O veículo apreendido ou removido a qualquer título e não reclamado por seu proprietário dentro do prazo de sessenta dias, contado da data de recolhimento, será avaliado e levado a leilão, a ser realizado preferencialmente por meio eletrônico.

Publicado o edital do leilão, a preparação poderá ser iniciada após trinta dias, contados da data de recolhimento do veículo, o qual será classificado em duas categorias:

Continua após a publicidade

  1. conservado, quando apresenta condições de segurança para trafegar;
  2. sucata, quando não está apto a trafegar.

Você pode perceber que pode adquirir tanto um automóvel em boas condições quanto um já sucateado em um leilão de carros.

Se você trabalha por exemplo, com a revenda de peças de veículos, comprar sucatas pode ser uma boa opção de obter lucro.

Geralmente a média dos valores pagos nos carros de leilões é de 30% abaixo do valor da Tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas), que é considerada o principal índice para negociação de automóveis no Brasil. 

Ela é atualizada mensalmente e traz o valor médio usado como parâmetro para avaliações e transações de cada veículo.

Continua após a publicidade

Sem dúvida, o preço é bastante atrativo, porém, não tenha pressa na análise, pois sempre há muito mais a saber sobre leilão de carros.

O que não pode ser questionado é o crescente interesse por esse tipo de automóveis.

Ou seja, fica claro que o que de fato atrai tantas pessoas aos leilões de carros são os preços menores, se comparado aos carros seminovos e novos das concessionárias.

Leilão de carros usados vale a pena?

Uma das perguntas que a pessoa que está pensando na possibilidade de comprar um carro de leilão mais faz é essa: será que vale a pena comprar um carro de leilão?

Algumas pessoas de cara vão dizer que não vale a pena e tantas outras dirão que sim.

Continua após a publicidade

Sendo assim, não existe uma resposta certa para essa pergunta. Vamos pontuar algumas coisas que vão te ajudar a tomar essa decisão sozinho.

Um leilão teoricamente é a forma mais justa de se adquirir um bem, pois o valor definido será o máximo que o mercado está disposto a pagar.

Porém, no caso de leilões de carros, a fama não é tão boa. São automóveis que foram recuperados por financeiras por falta de pagamento.

Também é possível que sejam aqueles que após as consequências de um roubo ou batida, a seguradora tenha optado por declarar perda total.

Continua após a publicidade

Também existem leilões de frotas de empresas, e até mesmo de carros exclusivos.

Quando um carro é leiloado, quem está vendendo divulga um valor mínimo. Diante disso, os participantes do leilão ofertam lances de maior ou igual valor.

Na pior das hipóteses, ninguém faz nenhum tipo de oferta e o automóvel não é vendido.

Entretanto, quando os lances são superiores a esse valor mínimo estipulado, aquele que ofertar o maior valor é o vencedor.

Mesmo nos caso mais simples, como o de veículos recuperados por financeiras, devido a falta de pagamento, você pode imaginar os seguintes cenários: será que a pessoa teve condições de realizar as manutenções do automóvel?

Será que abasteceu com combustível de qualidade? Será que, sabendo que perderia o carro, fez algo prejudicial ao automóvel de forma proposital?

Continua após a publicidade

Nos outros casos, como os batidos, pode ser pior. A própria seguradora preferiu indenizar o segurado do que ajeitar o carro, ou seja, os danos foram grandes, e provavelmente atingiu a estrutura do veículo.

Por outro lado, existem automóveis para todos os orçamentos. A grande vantagem em comprar um automóvel de leilão é custo mais baixo. E certamente é possível ganhar dinheiro com carros de leilão em revendas.

E de carros batidos?

Ao comprar um carro usado, você deve analisar uma série de situações. Uma das opções que diminui o preço do veículo é comprar um carro batido. 

Muitos compradores e clientes de veículos usados têm escolhido essa opção para economizar na hora de comprar o automóvel.

Continua após a publicidade

No entanto, é preciso tomar alguns cuidados para que o barato não acabe saindo caro e você tenha muitos aborrecimentos com o carro.

Vantagens e desvantagens de comprar um carro batido

Veja, abaixo, as vantagens e desvantagens de comprar um automóvel batido:

Vantagens

A primeira vantagem sem dúvida é o custo menor que o carro batido apresenta em leilões de automóveis usados. 

De modo geral, a demanda por esse tipo de veículo não é grande, devido ao receio gerado nos compradores em adquirir um automóvel que já sofreu acidente. Isso pode ser usado para gerar economia.

Com a economia gerada, você tem o custo-benefício maior. Ou seja, você pode adquirir um veículo usado de boa qualidade por um preço muito menor.

Continua após a publicidade

Finalmente, você tem várias opções, desde os veículos mais populares até os automóveis de luxo.

Garimpando bem, é perfeitamente possível comprar um veículo luxuoso a preço bem acessível pelo simples fato de já ter sido batido.

Desvantagens

A primeira desvantagem é o risco maior de fazer o negócio. Se você não tiver o suporte de profissionais especializados, corre o risco de adquirir um carro com prazo de validade curto, que poderá lhe deixar “na mão” em pouco tempo.

Em alguns casos, mesmo que o carro não pare de funcionar em pouco tempo, ele pode demonstrar um desempenho ruim, o que causa muitas dores de cabeça.

Continua após a publicidade

O desempenho baixo pode se apresentar de muitas maneiras, como o mau funcionamento do ar-condicionado, do motor, entre outros acessórios e elementos do carro.

Esse desempenho pífio leva a gastos maiores com manutenção ou necessidade de compra de novas peças para o automóvel. O bom preço alcançado na hora da compra deixa de valer a pena pelos gastos mais altos com manutenção.

Sendo assim, é de suma importância conhecer as dicas principais para descobrir se o carro é batido e, em caso afirmativo, se vale realmente a pena adquiri-lo.

Dicas para descobrir se o carro é batido

Existem algumas dicas que você deve utilizar para saber se o carro usado à venda é batido. É preciso primeiramente avaliar a documentação do veículo. 

Depois, verifique se os vidros do automóvel apresentam a mesma numeração do chassi.

Por lei, ao sair de fábrica, todos eles devem indicar o número de inscrição do chassi do automóvel.

Continua após a publicidade

Se porventura os vidros apresentarem numerações diferentes, o carro provavelmente já sofreu batidas. Por fim, vale a pena fazer o test-drive e ouvir atentamente a opinião de especialistas em automóveis.

Cada caso é diferente. Às vezes, a batida não afetou o carro de maneira significativa e ele pode voltar a ser usado da mesma maneira como era antes.

Em outro casos, comprar um veículo batido gera muitos aborrecimentos, pois a perda com o acidente foi tão grande a ponto de prejudicar bastante o desempenho do carro, que mesmo após vários consertos, não volta a ser como antes.

Leilão de carros online: quais são os mais famosos?

Existem vários sites de leilões online, entretanto, veja os dois mais conhecidos:

Sodré Santoro

No mercado há mais de 40 anos, a Sodré Santoro é hoje a maior organização de leilões da América do Sul.

Continua após a publicidade

Foi a Sodré Santoro que iniciou a realização de leilões que transformavam bens defasados ou inoperantes de empresas industriais em capital, quebrando o tabu de que a venda desse tipo de bem por leilão era sinônimo de massa falida.

A empresa foi também a pioneira de leilões de veículos para seguradoras. A demanda por esse tipo de leilão foi tão grande que foi necessário investir em pátios novos para comportar eventos de grande porte. 

Empresas financeiras, bancos, locadoras, concessionárias e leasing tornaram-se clientes da Sodré Santoro, que desde então oferece leilões de veículos.

Em abril de 1996, a empresa passou a ter o maior pátio de leilões da América do Sul, com 230 mil metros quadrados, onde são negociados cerca de 3.600 veículos todo mês.

Continua após a publicidade

Com o nome mais respeitado e tradicional em leilões, a Sodré Santoro mais uma vez inovou, trazendo para seu site a transmissão online e ao vivo de seus leilões. 

Hoje, o usuário pode acompanhar os leilões presenciais e online com vídeo e som, ao vivo. A empresa sempre procura aprimorar os seus serviços, hoje realiza leilões diariamente e simultâneos.

Sendo assim, os compradores de qualquer pátio podem enviar seus lances em lotes no pátio sede da empresa em Guarulhos.

SuperBid

Desde 1999 atuando no ramo dos leilões em todo o território nacional, o SuperBid Leilões é especializado na avaliação e venda de ativos físicos através de leilões presenciais e online de forma simultânea.

Continua após a publicidade

A empresa possui uma equipe representada por leiloeiros oficiais que têm uma experiência vasta e credibilidade no ramos de leilões.

A empresa dispõe de uma excelente estrutura administrativa e logística, auditório e escritório para realização de leilões online e presenciais, com todo material necessário para transmitir os pregões.

A atuação da empresa é voltada para venda em leilões oficiais de bens como:

  • móveis e imóveis;
  • máquinas;
  • equipamentos;
  • automóveis.

Como funciona o leilão de carros apreendidos?

Pelo menos uma vez ao ano, acontece uma modalidade de venda bem conveniente para quem pretende comprar um veículo usado, sem gastar muito. É o leilão de carros apreendidos.

Essa alienação de automóveis é organizada pelos postos regionais do Detran, em dias e horários a serem previamente determinados e recebe uma publicidade razoável, tanto em jornais e rádios quanto na internet.

Continua após a publicidade

O que é e por que acontece o leilão de carros apreendidos?

O leilão é um recurso necessário e muito importante utilizado pelo Detran, todos os anos a Polícia Federal apreende vários veículos em fiscalização de trânsito. 

Os motivos são diversos: mulas e demais débitos irregulares, condução ilegal, excesso de velocidade, entre outros.

Os veículos apreendidos ficam disponíveis para ser retirado pelo proprietário por até 90 dias, no pátio apropriado do órgão público.

Eles só poderão ser recuperados desde que toda a situação seja regularizada, tanto do automóvel, quanto do condutor, se for o caso.

Passado esse período, caso a regularização não seja feita, o carro segue para ser leiloado, devido ao fato de um bem particular não poder ficar em posse do poder público. 

Continua após a publicidade

A venda faz com que o bem seja transformado em moeda corrente, a fim de saldar as irregularidades e sanções pecuniárias.

Como ocorre a alienação no dia do leilão

Os veículos que vão a leilão ficam disponíveis e acessíveis para exame dos interessados no pátio das seções regionais do Detran, geralmente divididos em lotes, em período determinado pelo órgão estatal para visitação.

Os futuros compradores, na visitação, poderão avaliar com precisão as regras de compra e o estado geral dos automóveis, visto que serão alienados nas condições em que se encontram.

Para poderem efetuar os lances no dia do leilão, os interessados também devem fazer um cadastramento prévio.

Tanto pessoas físicas quanto jurídicas poderão participar, bastando que os interessados ou seus responsáveis legais portem os documentos necessários, como original e cópias do RG e CPF ou CNPJ.

Continua após a publicidade

Como retirar o carro adquirido em leilão?

A retirada do automóvel adquirido em leilão é autorizada logo após a compensação total do valor de arrematação, até a data agendada após o ato.

Sendo assim, os compradores têm até 30 dias para retirar o bem arrematado do local onde segue guardado pelo órgão público.

Após cinco dias do término do leilão, os compradores ficam sujeitos ao pagamento de multa correspondente a 2% sobre o valor do automóvel por cada dia de atraso na retirada.

Como saber se um carro é de leilão?

Antes de mais nada, é bom frisar que não existe consultas gratuitas para saber se o carro já foi de leilão, atualmente, todas as consultas disponíveis são pagas.

Continua após a publicidade

No site Olho no Carro, você pode fazer a consulta de leilão e ainda saber os dados cadastrais estaduais e nacionais do carro.

Além disso, pode saber se ele possui algum tipo de risco de aceitação em seguros e se tem algum indício de sinistro. Esse serviço tem um custo de R$ 19,90. Existem outros sites que prestam esse mesmo tipo de serviço.

Veja outra maneira de descobrir a origem do automóvel: utilizando os serviços de diversas perícias automotivas que geralmente tem um custo em torno de R$ 200.

Por que é importante saber se um veículo teve passagem por leilão, antes de comprar?

Em primeiro lugar, os automóveis de leilão não passam por nenhum tipo de vistoria, por esse motivo, podem ter problemas graves que dificultam a sua recuperação e fazem a compra não ter mais tanto interesse.

Continua após a publicidade

Diante disso, haverá um gasto muito elevado no processo de mão de obra especializada, de compra de peças de reposição e nas recuperações estéticas.

Além disso, esses carros podem ter impedimentos e restrições que impeçam que ele seja passado para o seu nome.

Outro ponto desfavorável é que os veículos de leilão têm um pouco mais de dificuldades de serem aceitos por algumas seguradoras.

Quais são as vantagens e desvantagens em comprar um carro no leilão?

Em meio ao momento econômico que o país atravessa, vale a pena considerar a compra de um automóvel no leilão.

Continua após a publicidade

Eles costumam ser 30% mais baratos (em alguns casos, chegando até a 50%) do que em concessionárias.

Segundo o Detran, geralmente, os automóveis que vão a leilão são por falta de pagamento, acidente ou o proprietário não teve condições de retirar o veículo do depósito, apreendido pelos órgãos reguladores de trânsito.

Veja, a seguir, algumas vantagens e desvantagens em adquirir um veículo proveniente de leilão:

Vantagens

Os automóveis adquiridos em leilão saem por um preço bem mais acessível para o comprador. Estima-se que eles sejam de 30, podendo chegar até 50% mais baratos do que os preços de tabela.

Assim sendo, eles são bem mais vantajosos do que os carros adquiridos diretamente das concessionárias. 

Ademais, os veículos comprados em leilão vêm com todas as dívidas referentes a IPVA já devidamente quitadas, o que é uma vantagem em relação aos carros usados em geral.

Continua após a publicidade

Outra boa vantagem é que os leilões normalmente apresentam uma variedade muito grande de modelos de automóveis. 

É provável encontrar de veículos populares até os mais luxuosos. Assim, são ofertados automóveis muito bons e para todos os gostos.

No momento de arrematar o veículo, você poderá comparar todas as características de modelos diversos e escolher a que mais combina com sua preferência e o seu bolso.

Desvantagens

Nos leilões, apesar dos preços serem muito atraentes, é bom lembrar que o pagamento tem que ser feito à vista. 

Continua após a publicidade

Sendo assim, caso você pretenda investir nesse modelo de compra de veículos, é fundamental deixar uma quantia em dinheiro reservada com antecedência.

Não adianta nada querer aproveitar os excelentes preços dos automóveis oferecidos em um leilão se você não estiver preparado para fazer o pagamento no ato da compra.

Por esse motivo, é bom estar ciente para evitar a perda de uma boa oportunidade.

Um outro fato que pode ser considerado como desvantagem é que os gastos extras com veículos comprados em leilões são todos por conta do novo proprietário. 

Sendo assim, lembre-se de que o valor inicial da compra pode acabar aumentando e é bom estar preparado para isso.

Continua após a publicidade

Entre esses gastos extras estão, essencialmente, despesas com possíveis problemas mecânicos. Diversos veículos vão a leilão devido a acidentes e é possível que essa seja uma condição do automóvel que você vai comprar.

Desse modo, a compra de carros de leilão apresenta algumas desvantagens, porém, também pode ser muito proveitosa. 

Como comprar carro de leilão?

Se você está interessado em comprar um automóvel de leilão do Detran, com a intenção de poupar dinheiro, deve conhecer algumas regras e pré-requisitos.

As regras para participar dos leilões do Detran variam um pouco em relação aos estados do Brasil. A melhor forma de obter essas informações é acessando o site do Detran do seu estado e procurar as informações.

Continua após a publicidade

No entanto, alguns pré-requisitos, são quase que unânimes em todas as unidades:

  • cadastro prévio em uma unidade física do Detran (mesmo para leilões online);
  • pessoa física: possuir RG, CPF, comprovante de residência e para arrematar em nome de terceiros, uma procuração;
  • pessoa jurídica: possuir cópia autenticada do contrato social, cópia do CNPJ, comprovante de estabelecimento e no caso de não ser o representante legal, uma procuração;
  • dinheiro ou cheque em mãos para garantir a compra do produto na data do leilão (caução).

É bom lembrar que não há como fazer a compra de forma parcelada de um automóvel de leilão, a não ser que você consiga um empréstimo pessoal e o parcele por sua conta.

Se você não cumprir o pagamento do lance do automóvel, resultará em sanções administrativas, multas e em alguns casos até punições penais.

Dessa forma, planeje bem suas finanças antes de confirmar seu lance.

Conclusão: vale a pena comprar carros de leilão?

Comprar um automóvel que já teve passagem por leilão pode parecer uma opção bem atraente. Com preços bem abaixo do mercado, os consumidores ficam tentados na hora de fechar o negócio, porém é necessário muita cautela.

De acordo com alguns especialistas, esse tipo de negócio pode não valer tanto a pena assim, pelos riscos e pela possibilidade de problemas futuros que o comprador pode ter, além da dificuldade de uma revenda futura.

Pela procedência desconhecida e por se tratar de um “tiro” no escuro, a compra do automóvel, apesar do desconto, pode trazer gastos futuros que possivelmente serão maiores que o desconto.

Porém, se você achar que o negócio é extremamente válido e pretende efetuar a compra de um carro que passou por leilão, é fundamental levar um mecânico da sua confiança e pedir uma avaliação completa do carro antes de fechar negócio.

Este artigo foi útil? Então assine a newsletter do iDinheiro e receba diretamente no seu e-mail publicações sobre tudo o que importa para o seu dinheiro.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *