LCI e LCA: como funcionam esses investimentos isentos de IR

Aprenda sobre LCI e LCA, vantagens e desvantagens e veja um passo a passo para adquirir esses títulos de maneira prática!

melissa nunes perfil
Melissa Nunes

Investir em LCI e LCA pode ser uma alternativa vantajosa para quem busca diversificar a carteira, mas é importante saber como esses títulos funcionam.

Dessa forma, o investidor poderá realizar as aplicações com mais segurança, além de escolher o produto que melhor combina com seu perfil. Além disso, existem várias modalidades disponíveis, e vale a pena conhecer seus diferenciais antes de investir definitivamente.

Continua após a publicidade

Pensando nisso, preparamos um guia especial sobre LCI e LCA, para te ajudar a entender mais sobre esses títulos e como investir neles de maneira prática e segura. Acompanhe a leitura!

O que é LCI e LCA? 

LCI e LCA são títulos emitidos pelo banco para financiamento de atividades em dois setores distintos. Ou seja, trata-se de um empréstimo feito à instituição financeira, que redireciona esse investimento para aplicação em empreendimentos.

Continua após a publicidade

Os dois títulos são idênticos, a não ser pelo setor ao qual se destinam:

  • LCI: significa Letra de Crédito Imobiliário. Portanto, o dinheiro investido nesse título tem como destino as atividades imobiliárias;
  • LCA: é a sigla para Letra de Crédito do Agronegócio. Assim, esse investimento é direcionado para o financiamento de atividades no setor de agronegócio.

Ambas podem ser intermediadas por bancos públicos e privados, com rendimento prefixado, pós-fixado ou híbrido (pré e pós). Dessa forma, o investidor pode escolher a emissão que melhor combina com seu perfil, além de analisar fatores como:

  • aporte inicial;
  • prazo de vencimento;
  • taxa de rentabilidade.

Além disso, o processo de funcionamento desses títulos é bastante semelhante ao Crédito de Depósito Bancário (CDB), de modo que investidores familiarizados com esse produto podem ter mais facilidade na administração das LCI e LCA.

Como investir em LCI e LCA? 

Depois de entender mais sobre LCI e LCA, chegou o momento de conhecer o passo a passo para investir nesses títulos. A operação é bastante simples e, mesmo que você não tenha experiência com investimentos, pode fazer a compra deles sem muitas dificuldades:

1. Procure um banco ou uma corretora

O primeiro passo para começar a investir em letras de crédito é procurar um banco tradicional ou digital ou uma corretora de valores.

Continua após a publicidade

Geralmente, os bancos já oferecem LCI e LCA de acordo com sua política comercial, parcerias e outros fatores semelhantes. No entanto, seus produtos podem não ser tão interessantes, tanto por serem pouco diversificados ou por sua rentabilidade baixa.

2. Deposite o dinheiro na conta

Depois de abrir sua conta na instituição escolhida, é importante depositar o dinheiro reservado para o investimento. Caso esteja investimento em um banco, pode utilizar qualquer tipo de transferência, como TED, DOC ou PIX. Já as corretoras, em geral, aceitam apenas TED ou DOC de contas de mesma titularidade.

icon

Dica

Evite fazer transferências custosas, isso é o mesmo que desperdiçar dinheiro! Hoje, existem alternativas gratuitas, como as contas digitais (onde você pode depositar por boleto, como se estivesse pagando uma conta qualquer) ou o Pix. Vale até ter cadastro em algum banco digital para não precisar pagar o TED para a corretora, se for o caso.

3. Escolha seu título

Na hora de escolher a LCI ou LCA, é possível que você encontre diversas opções com características diferentes. Por isso, antes de fazer a compra do título, pense sobre os seguintes aspectos:

  • para que estou investindo esse dinheiro?
  • qual o prazo do meu objetivo?
  • quanto eu preciso que ele renda?
  • vou investir apenas ou vez ou aportar mensalmente?

Assim, você consegue decidir qual investimento tem o prazo certo para o seu resgate, a taxa ideal de rentabilidade e se ele aceita aportes mensais ou não. Se ficar em dúvida sobre qualquer característica, contate a instituição.

Continua após a publicidade

3. Realize a compra do título

Por fim, com o dinheiro na conta da instituição e o título escolhido, basta finalizar a compra da LCI ou LCA. Escolha o valor a ser investido e clique em “investir” ou o que aparecer para você.

Em seguida, a corretora poderá dar andamento no investimento, e o título já começará a render. Você pode observar esse crescimento, mas, como a LCI e LCA são classificados como produtos de renda fixa de baixo risco, você não precisará fazer um acompanhamento periódico para garantir seus rendimentos.

Quais as vantagens de investir em LCI e LCA?

O investidor que opta por investimento em LCI e LCA pode aproveitar uma série de vantagens, que também incentivam a movimentação nesse segmento.

Isenção no IR

Uma das grandes vantagens das letras de crédito é a sua isenção no Imposto de Renda. Ou seja, o investidor não tem obrigação de contribuir com o tributo sobre esses produtos.

Continua após a publicidade

Esse benefício pode ser explicado por conta da iniciativa do governo de incentivar a movimentação no setor imobiliário e de agronegócio. Dessa forma, o investidor pode se interessar mais por investir nesses títulos, aumentando o financiamento disponível para essas atividades.

Caso o governo realizasse a cobrança de IR sobre os rendimentos, poderia ocorrer uma redução no número de investimentos, o que esfriaria o setor. Por isso, a isenção é uma forma de manter o mercado ativo, além de estimular o investidor a continuar adquirindo essas aplicações.

Simples de investir

A LCI e LCA são dois títulos acessíveis para o investidor iniciante por serem fáceis de adquirir. Basta ter uma conta na instituição escolhida e fazer a compra dos títulos, não muito diferente do que um depósito em poupança.

Além disso, com uma rentabilidade fixa de longo prazo, esses produtos também não necessitam de acompanhamento regular. Dessa forma, o investidor pode se dedicar a outros investimentos, sem se preocupar com os rendimentos gerados pelas letras de crédito.

Continua após a publicidade

Na hora do resgate ou no fim do prazo do investimento, o dinheiro volta para a conta corrente e pode ser imediatamente utilizado para outros fins ou reinvestido.

Diversidade de opções

Atualmente, existe uma grande diversidade de opções de LCI e LCA no mercado, oferecidas por diferentes bancos e empresas. Assim, o investidor tem a liberdade de escolher o título que melhor combina com seu perfil e seus objetivos.

Trata-se de uma maneira de diversificar a carteira de aplicações, inclusive com mais de um título de crédito bancário.

Continua após a publicidade

Com isso, além de aumentar os rendimentos, o investidor também pode contar com produtos diversificados, sem depender de apenas um segmento, por exemplo.

Garantia

Como a maioria dos títulos de renda fixa, a LCI e LCA possuem garantia do Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que protege até R$ 250 mil por instituição e por CPF, até o limite de 1 milhão de reais investidos. Isso quer dizer que, caso a instituição onde você investiu venha a falir, seu dinheiro está garantido até esses limites.

Quais as desvantagens de investir em LCI e LCA?

Por outro lado, antes de adquirir essas aplicações, o investidor deve se atentar para alguns pontos menos favoráveis nesse investimento.

Prazo

Antes de começar um investimento, é recomendável que a pessoa determine seus objetivos, para encontrar produtos que combinem com seu perfil. Por exemplo, ter uma renda extra, montar uma reserva financeira ou investir para a aposentadoria.

No entanto, um dos pontos negativos dos títulos de LCI e LCA é seu prazo de vencimento. O prazo mínimo para resgate é de 90 dias, ou seja, antes disso não é possível reaver o dinheiro. Mas também existem títulos com prazos entre 6 meses e 5 anos, servindo a diferentes objetivos.

Continua após a publicidade

Valor mínimo de investimento

Apesar da acessibilidade das Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio, seu valor de investimento pode ser relativamente alto.

Podemos encontrar títulos com aporte mínimo de R$ 100, mas a maioria só aceita a partir de R$ 1000 ou mais. Mesmo assim, é de interesse das instituições financeiras diminuir esse valor para incentivar a adesão de novos investidores.

Dessa forma, fique atento a esse valor quando for escolher seu título e evite colocar grandes quantias em apenas 1 título, para que possa sempre diversificar.

Quais são os tipos de LCI e LCA? 

Continua após a publicidade

Além da diversidade de títulos disponibilizados pelas instituições bancárias, também existem três modalidades de LCI e LCA. Elas podem alterar o valor final do rendimento, e, por isso, é importante conhecê-las antes de realizar o investimento.

Prefixadas

Como o nome indica, a LCI e LCA prefixadas são aplicações que possuem uma rentabilidade fixa, ou seja, a taxa não se altera ao longo do tempo, de modo que o investidor poderá prever exatamente quanto irá receber no final do contrato.

Nesse caso, você verá a taxa em porcentagem, como no exemplo abaixo:

exemplo de título LCI prefixadoTítulo: LCI prefixada
Emissor: Banco Original
Valor mínimo de investimento: R$ 1.164,87
Vencimento: 340 dias
Taxa de rentabilidade: 6,60% ao ano
Rentabilidade (ao fim do prazo): 6,11%
Liquidez: resgate apenas no vencimento
Valor líquido (a ser resgatado): R$ 1.236,10
Fonte: App Renda Fixa

Pós-fixado

Os títulos pós-fixados apresentam uma taxa de rentabilidade ligada a um indicador econômico, como o CDI. Nesse caso, o valor total só é conhecido no momento do resgate.

Essa modalidade pode apresentar tanto vantagens quanto desvantagens. Isso porque elas estão mais suscetíveis às oscilações do mercado, ou seja, no final do contrato, podem render acima do esperado, ou ter uma desvalorização por conta da queda da taxa (o que não quer dizer rentabilidade negativa, apenas menor).

Assim, a taxa vai sempre aparecer como uma porcentagem do indicador ao qual está atrelada:

Continua após a publicidade

exemplo de LCI pós-fixadaTítulo: LCI pós-fixada
Emissor: Banco Bari
Valor mínimo de investimento: R$ 50,00
Vencimento: 1096 dias
Taxa de rentabilidade: 120% do CDI
Rentabilidade (ao fim do prazo): 12,72% (caso a taxa não mude)
Liquidez: resgate apenas no vencimento
Valor líquido (a ser resgatado): R$ 56,36
Fonte: App Renda Fixa

Híbrida

Por fim, a categoria híbrida mescla ambas as taxas, prefixadas e pós-fixadas. Dessa forma, o título fica atrelado a um indicador, mas também tem uma porcentagem que não varia.

Essa opção pode ser vantajosa, por exemplo, para diminuir possíveis perdas inflacionárias quando o investimento está ligado ao IPCA, além de garantir um ganho real com a parte fixa.

exemplo de lci híbridaTítulo: LCI híbrida
Emissor: Banco Inter
Valor mínimo de investimento: R$ 100,00
Vencimento: 1100 dias
Taxa de rentabilidade: IPCA + 3,49%
Rentabilidade (ao fim do prazo): 34,82% (caso o IPCA não varie)
Liquidez: resgate apenas no vencimento
Valor líquido (a ser resgatado): R$ 134,82
Fonte: App Renda Fixa

Quais os custos para investir em LCI e LCA? 

Outra vantagem de investir em LCI e LCA são os custos que incidem sobre essa operação. Praticamente não há nenhum custo, já que esse é um investimento isento de IR. Ou seja, todo o valor que você vê rendendo é o que vai resgatar no fim do prazo.

Pode haver custos de taxas de custódia e administração impostos pelo banco ou pela corretora, mas esses valores normalmente não são cobrados.

Continua após a publicidade

Onde investir em LCI e LCA? 

Além de entrar em contato diretamente com instituições bancárias e corretoras, o investidor também pode adquirir LCI e LCA através de outras plataformas. Dessa forma, poderá contar com mais alternativas no momento de fazer a aplicação, além de poder realizar comparações mais facilmente.

É o caso do aplicativo Renda Fixa, que atua como um mediador entre o usuário e a empresa responsável pelo investimento. Ele disponibiliza uma série de ferramentas de comparação, além de trazer as taxas de rentabilidade de centenas de aplicações disponíveis.

Com isso, o usuário poderá avaliar a que melhor atende às suas necessidades, e ser direcionado diretamente para o site da corretora ou empresa.

Quanto rende 1000 reais em LCI ou LCA? 

Para ter uma previsão mais exata antes de investir em LCI ou LCA, o investidor pode realizar uma simulação em plataformas como o aplicativo Renda Fixa. Para isso, vá até o site ou baixe o aplicativo. Depois, clique em “investimentos” e escolha “LCI” ou LCA”

Continua após a publicidade

captura de tela do app renda fixa

Na tela, você verá todas as opções disponíveis e suas informações, como mostramos nas imagens anteriores.

No menu à direita, você pode aplicar filtros de acordo com o que precisa. Ao colocar “1000” em “Quanto você quer investir?”, por exemplo, e clicar em “filtrar”, o aplicativo mostra todas as opções disponíveis com investimento mínimo de até mil reais.

Se quiser, você também pode limitar as opções pelo vencimento, indexador (taxa a qual está atrelado o título) ou até o emissor. Assim, consegue escolher um título que esteja dentro dos seus objetivos facilmente!

Clicando em “+ detalhes” você pode simular diferentes valores. Usando um título disponível na nossa busca e simulando uma aplicação de 1000 reais, temos o seguinte resultado:

Continua após a publicidade

captura de tela de simulação de investimento no app renda fixa

Assim, sabemos que aplicando 1000 reais em uma LCI pós-fixada que rende 130% do CDI ao ano, resgataremos, na data de vencimento, o valor líquido de R$ 1.043,88, equivalente a uma rentabilidade de 4,39%. Mas lembre-se que essa é só uma prévia, pois o CDI pode variar ao longo do período.

Agora é só acessar o App Renda Fixa e fazer suas simulações!

Vale a pena investir em LCI e LCA?

De forma geral, investir em LCI e LCA pode ser uma alternativa interessante para pessoas que buscam aplicações diferentes para a carteira. Trata-se de títulos acessíveis, simples de investir e de acompanhar. Além disso, possuem grande variedade e isenção no Imposto de Renda.

No entanto, é importante avaliar o custo-benefício desses títulos, especialmente por conta do prazo de vencimento e os valores mínimos relativamente altos.

Esses produtos podem ser mais vantajosos que uma poupança tradicional, por exemplo, com baixo risco e rentabilidade considerável. Entretanto, é fundamental verificar se eles podem atender às suas necessidades e combinam com seu perfil antes de investir definitivamente.

Sugestões de leitura:

Continua após a publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.