Juros do rotativo do cartão e cheque especial mudaram em setembro

Juros do rotativo do cartão e cheque especial tiveram mudanças em setembro. Confira as alterações e se elas impactaram suas finanças.

Amanda Gusmao
Amanda Gusmão

Em setembro, os juros do rotativo do cartão e cheque especial tiveram um sobe e desce no mercado.

Enquanto o uso do cheque especial ficou mais caro, as taxas do rotativo do cartão de crédito diminuíram.  

Continua após a publicidade

Entenda a situação. Com informações da Agência Brasil.

Valores dos juros e taxas do rotativo em setembro

A evolução de cada modalidade de crédito teve influências de diferentes fatores.

Cheque especial

O cheque especial subiu 1,3 ponto percentual em setembro, comparado a agosto, para os clientes no segmento de pessoa física. Assim, chegou a 114,2% ao ano.

Vale lembrar que, em janeiro, o Banco Central estabeleceu um teto máximo de 8% ao mês (o mesmo que 151,8% ao ano).

Continua após a publicidade

Assim, ao todo, os juros do cheque especial caíram 133,4 pontos percentuais em 2020.

Cartão de crédito

Em relação a agosto, a taxa média do rotativo do cartão de crédito teve uma queda de 0,3% em setembro, chegando a 309,9% ao ano.

Nesse caso, a taxa média considera dados do comportamento financeiro de clientes adimplentes e inadimplentes.

Clientes adimplentes são aqueles que pagam, pelo menos, o valor mínimo da fatura. Para esse grupo, a taxa chegou a 268,6% ao ano, diminuindo 1,7 percentual em relação ao mês anterior.

Já no caso dos clientes inadimplentes, que não pagam ou atrasam o pagamento mínimo, houve um acréscimo de 1,6 ponto percentual, chegando a 336,8% ao ano.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que os juros do rotativo só incidem sobre o valor remanescente da fatura do cliente. Ou seja, se ele fizer o pagamento integral, não paga essa taxa.

Outros serviços disponíveis no rotativo

O parcelamento disponibilizado pelo cartão de crédito também ficou mais caro em setembro. A taxa chegou a 142,1% ao ano, aumentando 4,3 pontos percentuais.

Já a taxa de juros do crédito pessoal não consignado, que pode ser contratado no cartão de crédito, chegou a 69,6% ao ano em setembro, diminuindo 0,7 ponto percentual.

O crédito consignado também está disponível para contratação no cartão de crédito. Nesse caso, os juros diminuíram 0,4 ponto percentual, chegando a 18,5% ao ano.

Continua após a publicidade

Últimas medidas que impactaram os juros do rotativo e cheque especial

Em 2018, os bancos tomaram a iniciativa de realizarem a autorregulação do cheque especial.

Assim, para evitar o crescimento do endividamento, as instituições decidiram oferecer uma oferta de parcelamento sempre que um cliente utilizar mais de 15% do limite do cheque especial durante 30 dias consecutivos.

O parcelamento da dívida funciona como um crédito pessoal, ou seja, com taxas de juros menores que a do rotativo e de forma automática, debitando na conta corrente do cliente.

Nesse caso, o aceite da renegociação pode reduzir o valor do cheque especial do cliente em caráter temporário ou definitivamente, de acordo com a regra comercial da instituição.

Definições CMN sobre juros do rotativo e cheque especial

Também em 2018, o Conselho Monetário Nacional (CMN) determinou que clientes inadimplentes no rotativo devem pagar a mesma taxa de juros dos adimplentes.

Continua após a publicidade

Entretanto, como os bancos podem cobrar multas e juros por atrasos, a taxa final para inadimplentes e adimplentes pode não ser completamente igual.

Vale lembrar que tanto o cheque especial quanto o rotativo do cartão são modalidades de crédito caras do mercado, portanto devem ser usadas apenas em caráter emergencial e por um curto período.

Do contrário, os juros do rotativo do cartão e cheque especial podem fazer crescer as dívidas exponencialmente.

Quer saber mais sobre como isso acontece? Então, use nossa calculadora de juros compostos para simular como uma despesa no rotativo pode crescer rapidamente. Além disso, se inscreva na newletter do iDinheiro e esteja sempre atualizado.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.