Perfil da fortuna: quem é João Moreira Salles e qual seu patrimônio?

Confira a trajetória de João Moreira Salles, um dos maiores cineastas de filmes documentais do Brasil, e alguns dos prêmios que marcam sua carreira.

Karina Carneiro
Karina Carneiro

Perfil da fortuna: quem é João Moreira Salles e qual seu patrimônio?

João Moreira Salles é um dos maiores nomes da indústria cinematográfica e cultural da atualidade.

Conhecido por atuar em diversos segmentos, também possui influência no mercado financeiro e no cenário político.

Continua após a publicidade

A fortuna de sua família o torna um dos herdeiros mais ricos do Brasil, mas ainda continua na ativa com seus projetos pessoais.

O iDinheiro preparou um perfil especial sobre João Moreira Salles, contando um pouco sobre sua biografia e trajetória de sucesso.

Continua após a publicidade

Vamos lá?

Quem é João Moreira Salles?

João Moreira Salles é um documentarista, banqueiro, empresário, roteirista e produtor brasileiro. 

Se tornou conhecido por conta de seus vínculos familiares, pois é o filho mais novo do banqueiro Walther Salles, um dos fundadores do Itaú Unibanco.

Além disso, junto com seu irmão, Walter Salles, o cineasta se tornou conhecido na indústria audiovisual, especialmente por conta de seus documentários.

João Moreira Salles nasceu em 27 de março de 1962, na cidade do Rio de Janeiro, apesar de ter se mudado com a família para o exterior ainda muito jovem.

Apesar de ser uma personalidade influente no Brasil e no cenário internacional, o empresário possui uma vida pessoal bastante reservada.

Continua após a publicidade

É casado com Branca Viana, professora e intérprete da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), onde se graduou.

Atualmente, não possui filhos, e, com 58 anos, continua atuando ativamente em seus projetos individuais, que incluem a conceituada revista Piauí e as ações na instituição bancária Itaú.

Curiosidades sobre João Moreira Salles

Sendo o mais novo de quatro irmãos, João Moreira Salles também cursou a graduação de Economia, como os demais, mas não estava certo de sua carreira.

Ao contrário de Pedro Salles, por exemplo, que hoje administra a maior parte das ações da família no banco, ou Walter Salles, que se dedicou ao universo cinematográfico desde jovem.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, João Salles trabalhou em diversos segmentos, tentando descobrir qual atuação seguir.

Por esse motivo, fundou uma produtora de filmes com seu irmão, e também buscou ter uma presença ativa como banqueiro e empresário.

Inclusive, é conhecido por suas produções documentárias, especialmente no cenário político, onde se engajou de forma mais intensa.

Ao todo, contando longas e curtas metragens, documentários e produções, João Moreira Salles possui cerca de 27 títulos.

Além disso, já foi indicado a mais de 10 premiações nacionais e internacionais por conta de seu trabalho.

Continua após a publicidade

Além da área de Economia e Cinema, o empresário também possui conhecimentos em Jornalismo.

Qual sua trajetória de sucesso?

Apesar de ter nascido no Brasil, João Moreira Salles passou parte da infância no exterior, principalmente na França.

No entanto, ao contrário de seus irmãos, não aparentava interesse especial por nenhuma área específica.

Também cursou Economia na PUC-RJ, onde, futuramente, conheceria sua esposa, em 2005. 

Assim como os demais herdeiros Moreira Salles, o produtor se formou em ciências econômicas para agradar a família.

Entretanto, não chegou a atuar na área após a graduação. Junto com o irmão, Walter Salles, se mudou para os Estados Unidos em busca de uma pós-graduação na área de Comunicação Audiovisual.

Continua após a publicidade

Quando retornou ao Brasil, começou a trabalhar na TV Manchete a convite de Walter para auxiliar na produção de seu primeiro documentário, Japão: uma viagem no tempo, em 1986.

No ano seguinte produziu um novo documentário, sobre a China, e descobriu uma nova paixão.

Em 1989, partiu para os Estados Unidos novamente, onde viria a dirigir mais dois longa-metragens, América e Blues

No entanto, em 1990, João Moreira Salles teve como destino o Quênia, onde passou um ano lecionando cinema documental para comunidades carentes através de uma organização não-governamental.

Continua após a publicidade

Em seguida, continuou sua jornada em outras cidades, voltando da África quatro anos depois, em 1994.

Já em 1998, voltou a produzir documentários nacionais, agora em parceria com Artur Fontes.

Ao longo de 6 anos, João Moreira Salles trabalhou com inúmeras produções televisivas, e dividiu a produção com nomes como Marcos Sá Corrêa.

Inclusive, em 2002, ajudou a produzir um dos documentários mais famosos do Brasil e do mundo, o Edifício Master.

Entretanto, foi em 2006 que sua carreira tomou um novo rumo, e ele se consolidou como uma importante personalidade no país.

Continua após a publicidade

Revista Piauí

Apesar de trabalhar majoritariamente no ramo cinematográfico, João Moreira Salles também atua no Jornalismo com a criação da prestigiada revista Piauí.

Com o lema “contar histórias com humor”, o produto se tornou conhecido nacionalmente por conta de seus conteúdos polêmicos.

Isso porque o posicionamento da mídia, assim como o próprio cineasta, é bastante característico no cenário político. Inclusive, Salles é conhecido por ser defensor ativo de seus ideais.

Mesmo assim, a revista representa um importante veículo midiático, que traz notícias verídicas com formatos não-tradicionais do jornalismo.

Continua após a publicidade

À frente da revista, João Moreira Salles recebeu inúmeros prêmios de Jornalismo, Comunicação Empresarial e Informação Científica.

Em 2018, o empresário forneceu uma entrevista para o portal Revestrés, indicando sua intenção de deixar o veículo.

Contudo, em 2020, João Salles continua como editor periódico das colunas da revista.

Polêmica

Em 1999, o produtor dirigiu o documentário Notícias de uma Guerra Particular, em parceria com Kátia Lund.

A obra seria veiculada por um canal a cabo, e traria temáticas como a guerra às drogas no Rio de Janeiro e a relação dos traficantes com a polícia.

Continua após a publicidade

No entanto, durante as gravações João Moreira Salles conhece Márcio Amaro de Oliveira, conhecido como Marcinho VP, dono do morro Marta, na época.

O cineasta paga, então, uma espécie de bolsa para que o traficante deixasse sua posição no crime e escrevesse sua autobiografia.

Após um ano de investimentos, Salles é submetido a um inquérito policial, acusado de envolvimento com narcotráfico e favorecimento pessoal. 

A primeira acusação é arquivada por falta de sustentação, e a segunda rendeu alguns meses de serviço comunitário ao empresário.

Continua após a publicidade

Posteriormente ao episódio, a carreira de João Moreira Salles se concretiza com sua participação em séries, longa-metragens e lançamento de outros documentários, como o de Nelson Freire.

Em 2007, lança Santiago, uma produção sobre o mordomo da família Moreira Salles, Santiago Badariotti Merlo.

O filme documental ganha prêmios em Paris e nos Estados Unidos como a melhor produção da categoria, e entra para a lista de sucesso de João Moreira Salles.

Qual seu mercado de atuação?

A princípio, João Moreira Salles se consagrou no mercado cinematográfico, especificamente na produção de documentários, mesmo que tenhamos visto diferentes vertentes do empreendedor.

Continua após a publicidade

Os principais títulos da sua carreira fazem parte dessa modalidade, o que torna sua atuação majoritária nesse segmento, tanto como produtor, quanto diretor.

No entanto, o empresário também atua como banqueiro, administrando o controle acionário da família na instituição Itaú Unibanco.

João Salles já trabalhou como professor universitário e palestrante, dentro e fora do Brasil.

Ainda, em 2007, ele e sua esposa, Branca Viana, realizaram a doação de R$ 350 milhões para o Instituto Serrapilheira. A ação financiou a pesquisa e divulgação científica nacional.

Além disso, com a revista Piauí, o jornalista também apresenta grande influência no cenário político, midiático e informativo.

Continua após a publicidade

João Moreira Salles em números

João Moreira Salles faz parte da quarta família mais rica do Brasil.

Segundo a Forbes, a família de Walther Salles possui um patrimônio estimado em US$ 12 bilhões, recorrente nas ações do Itaú Unibanco.

Além disso, João Salles, pessoalmente, reuniu uma pequena fortuna com seus documentários, o que faz com que sua herança seja ainda mais significativa.

Estima-se que o valor esteja em torno de U$ 5 bilhões, considerando sua parte acionária nas empresas e recebimentos ao longo da carreira.

João Moreira Salles possui uma produtora de audiovisual com seu irmão, Walter Salles, e a revista Piauí, dois de seus maiores investimentos.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, também recebe como palestrante e participante em eventos em todo o Brasil.

Junto de sua esposa, é o maior investidor do instituto privado Serrapilheira, que financia pesquisas científicas.

Prêmios e menções

Além de seu patrimônio financeiro, João Moreira Salles também possui uma longa lista de prêmios e menções, por conta de seu trabalho.

Algumas das premiações mais relevantes incluem:

  • Menção honrosa no Festival de Málaga;
  • Melhor documentário no Festival de Havana;
  • Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, em 2003; 
  • Prêmio Cinéma du Réel, em Paris, em 2007 e também em 2017, com uma de suas produções mais recentes.
  • Miami Film Festival, em 2007;

Além disso, também vale ressaltar os prêmios recebidos pela revista Piauí, onde João Moreira Salles atua como editor e fundador:

  • 6ª revista mais admirada do Brasil pelo prêmio Troiano;
  • Júri do 21º Prêmio Veículos de Comunicação – Editora Referência;
  • Revista do Ano pela premiação About;
  • Destaque do Ano do Prêmio Colunistas Rio;
  • Melhor Jornalista de Mídia Impressa, com a equipe da revista;
  • Veículo Impresso do Ano em 2009;
  • Prêmio ABERJE 2009, com Mídia do Ano em Comunicação Empresarial Brasil;
  • Prêmio Esso 2010, uma das menções mais importantes no segmento;
  • Menção Honrosa do Prêmio Vladimir Herzog, evento internacional.

Esses são alguns títulos que compõem a trajetória de sucesso de João Moreira Salles como jornalista, produtor e cineasta.

Gostou do conteúdo? Não se esqueça de ativar as notificações do Push e assinar a newsletter do iDinheiro para receber todos os nossos conteúdos sobre o universo financeiro.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.