Notícias

Itaú realizará ressarcimento por cobranças indevidas a 4,7 milhões de clientes

Heloísa Vasconcelos
Fachada de uma agência do Itaú simbolizando o tema Itaú realizará ressarcimento

Ao todo, o banco terá de pagar R$ 18 milhões, após acordo com Banco Central. Instituição financeira justificou que cobranças ocorreram devido a falhas no sistema.

Artigo originalmente publicado em blog.mobills.com.br. Conteúdos e comentários foram integralmente mantidos.

Itaú realizará ressarcimento por cobranças indevidas a 4,7 milhões de clientes

Muitas pessoas atualmente estão fugindo de tarifas bancárias, não é à toa o crescimento dos bancos digitais.

A cobrança é ainda pior quando é indevida, o que acontece com alguma frequência.

4,7 milhões de clientes do Itaú que tiveram cobranças indevidas entre 2008 e 2018 terão agora ressarcimento do valor.

Continua após a publicidade:

O banco firmou acordo com o Banco Central, em que concordou pagar R$ 18 milhões aos clientes que foram prejudicados.

O valor total cobrado foi de R$ 75,6 milhões, mas instituição financeira afirmou já ter devolvido R$ 57,5 milhões ao longo dos anos.

Continua após a publicidade

O que diz o acordo?

O acordo entre Itaú e Banco Central estabelece que a instituição financeira terá de desembolsar R$ 29,6 milhões ao regulador em forma de contribuição pecuniária, como uma multa, só que estabelecida em comum acordo.

A quantia devida será arcada pelo banco e por 12 diretores e ex-diretores.

O Itaú terá que entrar em contato com os clientes para pagá-los em até 15 dias úteis. 

Caso o banco não encontre o consumidor, poderá ser emitida ordem de pagamento.

O pagamento também poderá ser feito por meio de depósito em contas de outros bancos de mesma titularidade do cliente.

Conforme documento, o Itaú terá de pagar valores corrigidos pela inflação e se compromete a não cobrar mais tarifas indevidas.

Continua após a publicidade

Por que tarifas foram cobradas?

No período entre 2008 e 2018, o Itaú fez cobranças como tarifa de cadastro de clientes, de emissão de extrato impresso e de saque, de ordem de pagamento, de avaliação emergencial de crédito e de cadastro de operações de crédito consignado.

Em nota à imprensa, o banco afirmou que a cobrança irregular foi “ocasionada por problemas operacionais e sistêmicos”.

A instituição financeira disse que o maior montante foi cobrado em razão de problemas em sistemas que processavam operações de cartão de crédito e de crédito consignado adquiridas de terceiros.

Segundo o banco, a maior parte do valor já havia sido restituído aos clientes com os quais ainda havia relacionamento. 

Continua após a publicidade

A instituição também reforçou que os processos foram alterados para que situações semelhantes não voltem a ocorrer e “reafirma seu compromisso de ter o cliente no centro de suas decisões e ações”.

O que achou da notícia de que o Itaú realizará ressarcimento a 4,7 milhões de clientes por cobranças indevidas?

Se gostou do conteúdo, então, cadastre-se em nossa newsletter para receber as novidades em primeira mão e compartilhe esse post com seus amigos e familiares que possam se interessar.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

One thought on “Itaú realizará ressarcimento por cobranças indevidas a 4,7 milhões de clientes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *