Bancos, Investimentos, Notícias

Itaú lança o Íon, plataforma multicanal que substituíra opções da corretora

Karina Carneiro
Karina Carneiro
logo do íon, representando itaú lança íon

Itaú lança o Íon, aplicativo com objetivo de unificar serviços da corretora. Foco é reunir cerca de 3 milhões de clientes na plataforma.

Com o intuito de disponibilizar aos usuários um único aplicativo capaz de consolidar todos os investimentos da instituição, o Itaú lança o Íon.

A plataforma multicanal terá a função de integrar todas as aplicações realizadas pelos clientes do banco ou da corretora, substituindo de maneira integral o app Itaú Corretora.

Continua após a publicidade

Com o Íon, o investidor do Itaú terá acesso em tempo real à carteira de investimentos e ao fluxo investido. Além disso, será possível realizar aplicações a qualquer hora do dia, independente do horário das negociações.

A plataforma disponibilizará produtos de renda fixa e fundos já conhecidos dos clientes da instituição. Nela, será possível realizar aplicações em renda variável e utilizar o home broker. 

O lançamento previsto para a utilização desses recursos está marcado para o final de 2020 ou início de 2021.

Com informações do Valor Investe.

Itaú lança íon – Quais os diferenciais do aplicativo? 

O objetivo do Itaú com o lançamento do Íon é se tornar um aplicativo de investimentos em que o cliente consiga fazer qualquer tipo de aplicação sem maiores dificuldades.

Além disso, o produto financeiro é visto como um dos concorrentes diretos da XP Investimentos, empresa em que o banco detém ações.

A plataforma deverá ser construída em cima do conceito de “Open Banking”, sistema aberto em dados do usuário podem transitar entre as instituições financeiras caso haja autorização. 

Itaú deve lançar aplicativo com produtos de outras instituições

Diferentemente do aplicativo Itaú Corretora, o Íon deverá ter em sua carteira alguns produtos de investimentos de outras instituições.

Segundo o diretor de produtos de investimentos e previdência do Itaú, Claudio Sanches, o objetivo é transformar o projeto em uma plataforma versátil e com boa usabilidade. 

“Entendemos a necessidade de expandir os produtos disponibilizados. Inclusive, precisamos dar alguns passos antes da construção da plataforma digital para que as mudanças pudessem ter a chance de serem dominantes”, disse ao Valor Investe.

Gostou do conteúdo? Então não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber os conteúdos em tempo real. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *