Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Onde investir a reserva de emergência? 3 opções!

Conheça quais são os investimentos mais recomendados para você alocar sua reserva financeira.

B612_20210521_152657_024_2
Melissa Nunes Especialista em Finanças Pessoais e Investimentos

Está querendo montar sua reserva de emergência mas não sabe onde investir seu dinheiro? Essa é uma dúvida bem comum, visto que existem, no mercado financeiro, diversos tipos de investimentos com as mais diferentes características.

Por isso, para escolher corretamente, é preciso conhecer os ativos disponíveis e entender os critérios necessários para que eles sejam elegíveis a servir como lugar onde investir a reserva de emergência.

Continua após a publicidade

Entenda, neste artigo, quais são esses critérios e quais investimentos se encaixam neles. Assim, você poderá montar a sua reserva com tranquilidade e segurança.

O que é importante saber antes de escolher o melhor investimento para a reserva de emergência?

Quando você pensa em emergência financeira, o que lhe vem à cabeça? Talvez seja algumas dessas situações:

Continua após a publicidade

  • perda da fonte de renda principal;
  • emergências médicas;
  • carro quebrado;
  • resistência do chuveiro queimada;
  • multas de trânsito;
  • entre outros gastos imprevistos.

O que todos esses casos têm em comum é que você, dificilmente, se planejou para eles. Muitos chegam de surpresa, outros são só falta de organização financeira mesmo. De qualquer forma, são gastos que não podem ser adiados e precisam de atenção imediata.

Sendo assim, investimentos para a reserva de emergência precisam ter algumas características fundamentais. São elas:

  • alta liquidez: é a capacidade de reaver o dinheiro rapidamente;
  • segurança: o dinheiro precisa estar em uma instituição sólida;
  • previsibilidade: não há espaço para perder dinheiro, nem mesmo no curto prazo;
  • rentabilidade mínima: a rentabilidade não é o foco da reserva, mas há um mínimo aceitável considerado pelo mercado.

Pensando nesses pontos, podemos reduzir, e muito, a quantidade de produtos de investimento onde investir a reserva de emergência.

Onde investir a reserva de emergência?

Baseado no que tratamos acima, o melhor investimento para o seu fundo emergencial está, com certeza, na renda fixa. Isso porque é essa classe de investimentos que oferece a segurança necessária para que você não tenha perdas no meio do caminho. Além disso, existem diversas opções disponíveis, das mais diferentes instituições.

Continua após a publicidade

Veja, abaixo, 3 investimentos para investir a sua reserva.

1. Tesouro Selic

O Tesouro Selic é a principal opção onde investir a reserva de emergência. Esse é o investimento mais seguro do país, garantido pelo Governo Federal e resgatável em qualquer dia útil. Além disso, traz a rentabilidade mínima aceitável: 100% da taxa Selic.

Assim, o Tesouro Selic é um título que atende todos os critérios necessários. Ele funciona de maneira bastante simples e pode ser acessado pelo site do Tesouro Direto ou pelo seu banco de escolha.

Para aprender mais sobre esse investimento, veja o artigo: Como investir no Tesouro Selic: passo a passo na prática!

2. CDBs de liquidez diária

O Certificado de Depósito Bancário é um dos títulos mais comuns do mercado financeiro. Bancos e outras instituições usam esse investimento como forma de captação de dinheiro, pagando ao investidor uma taxa de juros como retorno pelo seu empréstimo.

Continua após a publicidade

É como se fosse um empréstimo comum, mas, dessa vez, quem empresta é você.

Existem diversos tipos de CDBs, mas é fundamental que você escolha um com liquidez diária e com rendimento pós-fixado ao CDI, pagando 100% dessa taxa. Aqui vão algumas opções no mercado hoje:

ProdutoRentabilidadelogo idinheiro
CDB Sofisa Direto110% do CDI Investir
CDB PagBank110% do CDI Investir
CDB BTG Pactual102,75% do CDI Investir

Enquanto o Sofisa e o PagBank oferecem rentabilidades atraentes, o BTG Pactual é o maior banco de investimentos da América Latina, e, portanto, bastante sólido. Assim, o fator segurança está presente também em investimentos que pagam acima do CDI.

Caso queira entender melhor sobre esse tipo de produto, dê uma olhada neste conteúdo: CDB liquidez diária: como funciona e onde encontrar!

3. Fundos DI

Esses são fundos de renda fixa simples, e são chamados assim porque seu objetivo é replicar a performance da taxa DI, a mesma que remunera os CDBs, por exemplo. Para isso, os fundos DI investem 95% do seu patrimônio em título públicos (Tesouro Direto) ou privados (CDB e outros).

Continua após a publicidade

Dessa forma, seu resultado pode ser bastante parecido com o das aplicações anteriores, exceto pelo fato de que fundos de investimento têm taxa de administração e a antecipação da cobrança do imposto de renda (conhecida como come-cotas).

Por isso, para valer a pena, é preciso escolher fundos que performem ligeiramente acima do CDI, a fim de compensar esses custos.

Saiba mais sobre esse tipo de investimento: Fundo de renda fixa: como funciona e como escolher?

Onde não investir a reserva de emergência?

Tão importante quanto saber onde investir, é saber onde NÃO investir a sua reserva de emergência. Este alerta é importante, pois não é raro que investidores iniciantes acabem colocando seu dinheiro para imprevistos em produtos de investimento totalmente inapropriados que:

Continua após a publicidade

  • são altamente voláteis;
  • não oferecem segurança;
  • não é possível resgatar o dinheiro em pouco tempo;
  • rendem muito menos do que o ideal.

Nesse sentido, podemos elencar alguns ativos que estão bem longe de ser o melhor investimento para um fundo de emergência, como:

  • ações;
  • fundos imobiliários;
  • CRI e CRA;
  • fundos de investimento em ações ou multimercado;
  • fundos com taxa de administração muito alta;
  • criptomoedas.

E a poupança?

Talvez você tenha chegado até aqui e pensado: “mas e a poupança? Ela não é segura, previsível e eu também posso tirar meu dinheiro a qualquer momento?” Sim, é verdade!

A poupança é, sem dúvida, o investimento mais popular do Brasil e ainda é vista como a opção mais segura e conservadora para quem quer ter seu cofrinho digital, digamos. E ela pode ser a porta de entrada para os investimentos, e, com certeza, é melhor do que não guardar nada.

Entretanto, sua rentabilidade fica sempre abaixo da Selic, pagando menos do que o investimento mais seguro do país. Como a poupança segue uma regra específica, seu rendimento é o mesmo em qualquer banco que ofereça esse tipo de aplicação.

Continua após a publicidade

Assim, apesar de ser segura, ter liquidez diária e ser descomplicada, a conta poupança não tem a rentabilidade mínima que procuramos.

Se, mesmo assim, você sente maior segurança tendo um dinheirinho na poupança, não há problema. Guarde uma pequena parte da sua reserva (até 10%, por exemplo) nela e tenha noites de sono tranquilo! Afinal, não adianta procurar outras opções se isso lhe dá dores de cabeça, certo?

Como montar a reserva de emergência?

Agora que você já sabe onde investir a reserva de emergência (ou onde não investir), chega a hora de montar seu plano de ação. Em passos simples, este é um caminho viável:

  1. calcule seu custo de vida mensal;
  2. multiplique esse valor pelo número de meses da sua reserva;
  3. defina quanto pode acumular mensalmente;
  4. calcule quantos meses ou anos levará para completar a reserva;
  5. comece a investir!

Mas sabemos que tudo isso pode gerar muitas dúvidas, por isso, convidamos a ler nosso artigo que explica melhor cada um desses passos: Reserva de emergência: o que é e como fazer?

Continua após a publicidade

Conclusão

A reserva de emergência é, sem discussão, o primeiro passo fundamental para um investidor iniciante. Afinal, é ela quem previne que estouremos o orçamento e que novas dívidas sejam criadas.

Além disso, saber onde investir a reserva de emergência garante que o seu dinheiro está no lugar certo, seguro e acessível para quando for necessário usá-lo. Se você busca tranquilidade na sua vida financeira, não deixe para depois esse passo tão importante e conte com o iDinheiro para te ajudar nesse caminho!

Este artigo foi útil? Caso tenha ficado com alguma dúvida, deixe seu comentário, responderemos assim que possível! Assine, também, a nossa newsletter, para receber conteúdos como esse diretamente no seu e-mail.

Continua após a Publicidade

  1. Tesouro Direto. “Site Oficial do Tesouro Direto”. Link.

Sobre “Onde investir a reserva de emergência? 3 opções!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.