Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

O que é Letra de Câmbio? Vale a pena investir?

Conheça as características deste investimento de renda fixa.

B612_20210521_152657_024_2
Melissa Nunes Especialista em Finanças Pessoais e Investimentos

Está procurando um investimento conservador e que pode trazer bons resultados? A Letra de Câmbio (LC) é uma opção que atende a essas características.

Apesar de ser menos conhecida, essa aplicação financeira faz parte da renda fixa. Por isso, é uma boa alternativa para compor a sua carteira de ativos, qualquer que seja o seu perfil de investidor.

Continua após a publicidade

Agora, se você não sabe o que é Letra de Câmbio, como funciona e se vale a pena investir, continue a leitura, pois vamos mostrar as principais informações sobre o assunto.

O que é Letra de Câmbio (LC)?

A LC é um título emitido por financeiras. Ele funciona como um empréstimo a essas instituições. Por isso, oferece o valor inicial acrescido de juros na data de vencimento do papel.

Continua após a publicidade

De modo geral, é muito semelhante ao Certificado de Depósito Bancário (CDB). Ou seja, ela tem características parecidas. Por exemplo:

  • a remuneração é pré ou pós-fixada;
  • o prazo de investimento varia, mas fica entre 2 e 7 anos, normalmente;
  • o ativo é uma boa alternativa para garantir a diversificação de investimentos;
  • a Letra de Câmbio tem uma rentabilidade atrativa, que tende a ser superior a outras opções de renda fixa do mercado;
  • o investimento é protegido pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC);
  • a liquidez pode ser de curto ou longo prazo, até mesmo com possibilidade de resgate dos valores diariamente;
  • o valor mínimo costuma ser um pouco mais elevado do que outras aplicações;
  • alguns títulos podem ter carência, ou seja, um prazo em que o dinheiro não pode ser resgatado.

Assim, essa aplicação financeira é indicada para qualquer investidor, embora seja mais recomendada para aqueles que buscam opções conservadoras. No entanto, também pode ser escolhida pelos perfis moderado e arrojado, visando ajudar a equilibrar a carteira.

Como rende a Letra de Câmbio?

A rentabilidade da LC varia. O formato de remuneração pode ser:

  • prefixado: é aquele em que você vai ganhar de acordo com uma taxa predeterminada. Por isso, já fica claro quanto será recebido. Por exemplo, 3% ao ano;
  • pós-fixado: é o modelo em que os seus ganhos dependerão de um indexador do mercado. Normalmente, é o Certificado de Depósito Interbancário (CDI), que tem um resultado próximo à Selic, a taxa básica de juros da economia. Por exemplo, 100% do CDI. Nesse caso, a rentabilidade varia de acordo com seu indicador, podendo ser mais alta ou mais baixa, mas nunca negativa;
  • híbrido: consiste na mistura dos dois formatos anteriores. Ou seja, existe uma taxa fixa e outra variável, que depende de um indexador. Nesse caso, a base pode ser o CDI ou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), sendo que esse último mede a inflação oficial brasileira. Por exemplo, IPCA + 5,5%.

Qualquer opção é válida, porém, existem escolhas que fazem mais sentido, dependendo do momento econômico do país.

A Letra de Câmbio prefixada é recomendada para momentos em que a taxa básica de juros da economia está em tendência de baixa. Isso porque você negocia o contrato com uma taxa de juros mais elevada e essa rentabilidade se mantém, mesmo que a Selic diminua.

Continua após a publicidade

Por sua vez, a remuneração pós-fixada é mais indicada para períodos em que espera-se que a taxa Selic aumente. Afinal, esse rendimento varia de acordo com o CDI, normalmente. Como o CDI segue a Selic, ele também vai aumentar nesse contexto. Portanto, você vai ganhar mais com o tempo.

Já o rendimento híbrido é recomendado para situações em que você pretende obter um ganho real. Ele assegura um retorno acima da inflação. Por esse motivo, é uma opção para qualquer cenário econômico, mas especialmente em períodos de inflação mais alta.

Quais os riscos e garantias?

Por ser um investimento da renda fixa, o risco da Letra de Câmbio normalmente é baixo. Ele está relacionado a uma possível falência da financeira emissora do título e a oscilações na taxa de juros, no caso da rentabilidade pós-fixada.

No entanto, conta com a proteção do FGC. Na prática, isso significa que você tem até R$ 250 mil por emissor por CPF garantidos, em caso de calote da financeira. No total, é possível receber o retorno de até R$ 1 milhão a cada 4 anos. Essa é a principal garantia. Por outro lado, o recomendado é evitar a aplicação de montantes superiores a R$ 250 mil justamente devido ao limite do FGC.

Continua após a publicidade

Mesmo assim, é recomendado que, antes de investir, você busque entender sobre a saúde financeira da empresa para entender, principalmente, seu índice de endividamento. O ideal é que esteja abaixo de 30%, pois, acima disso, o risco começa a aumentar substanticalmente.

Além disso, considere investir em instituições que apresentam grau de risco baixo (também conhecido como rating), com nota entre AAA+ e BBB-.

Quanto custa investir em LC?

Esse investimento sofre a tributação do Imposto de Renda (IR). Ele segue a tabela regressiva, sendo que a taxação é retida na fonte, ou seja, você não precisa se preocupar com isso e nem pagar nenhum valor na declaração anual.

A tabela regressiva do IR indica que, quanto mais tempo o dinheiro ficar aplicado, menos você paga. Veja como as alíquotas ficam definidas:

Continua após a publicidade

Prazo da Letra de CâmbioAlíquota de IR
Até 180 dias22,5%
De 181 dias a 360 dias20%
De 361 dias a 720 dias17,5%
Acima de 720 dias15%
Tabela regressiva do imposto de renda.

Ainda podem ser aplicados custos do próprio banco ou corretora de valores. Por exemplo, taxas de corretagem e custódia. No entanto, custos desse tipo já foram praticamente abolidos das instituições de investimentos. Por isso, hoje em dia praticamente não há custos envolvidos em investir em LC.

Como investir em Letra de Câmbio?

Se você achou esse investimento interessante e acredita que pode conseguir bons ganhos, precisa cumprir alguns passos para investir seu dinheiro. A seguir, vamos explicar todos eles para facilitar sua vida. Confira.

1. Abra uma conta em uma corretora de valores

Avalie quais são as melhores corretoras de valores do mercado e escolha uma delas. Como deixamos claro, a maioria das instituições isentam a cobrança de taxas. Portanto, elas tendem a ser mais benéficas. Além disso, o processo de abertura é online, de forma que você tem acesso à sua conta em poucos minutos.

2. Transfira dinheiro para sua conta da corretora

Em seguida, envie o dinheiro da sua conta corrente para a da corretora de valores. Normalmente, são aceitos DOC, TED e PIX. O tempo de compensação depende da modalidade escolhida, mas, em geral, não leva mais que 1 dia.

Continua após a publicidade

3. Escolha seu título

A plataforma de investimentos de renda fixa normalmente é simples. Você visualiza a lista de aplicações financeiras disponíveis e escolhe a que deseja. Então, é só esperar a confirmação do seu investimento e acompanhá-lo até o vencimento.

Agora que você sabe o que é Letra de Câmbio, já pode escolher o título com as características desejadas. Procure sempre alinhar o título aos seus objetivos como investidor, assim, as chances de errar são bem menores!

Como declarar a Letra de Câmbio no IR?

A declaração de investimentos em renda fixa é simples. Com a LC, também acontece a mesma coisa, especialmente porque o IR é retido na fonte.

Caso você seja um contribuinte que está obrigado a declarar, execute as seguintes etapas para declarar a Letra de Câmbio no Imposto de Renda:

Continua após a publicidade

  • baixe o programa da Receita Federal ou o app Meu Imposto de Renda, disponível para Android e iOS;
  • entre na ficha “Bens e Direitos” e clique em “Novo”;
  • em seguida, escolha o grupo “04 – Aplicações e investimentos” e o código “02 – Títulos públicos e privados sujeitos à tributação”;
  • deixe o código 105 em “Localização”;
  • coloque os dados da corretora utilizada no campo “CNPJ”;
  • identifique o investimento no campo “Discriminação”, por exemplo “Letra de Câmbio da financeira X”;
  • insira o valor relativo ao ano-exercício e ao ano anterior. Por exemplo, na declaração de IR 2022, os campos serão “Situação em 31/12/2020”“Situação em 31/12/2021”. Caso o investimento em LC tenha sido em 2021 (ano-exercício), deixe em branco o campo relativo a 2020 (ano anterior).

Vale a pena investir em Letra de Câmbio?

Para quem tem perfil conservador ou quer diversificar sua carteira, a LC é uma boa opção de investimento. Ela tem riscos um pouco mais elevados do que o Tesouro Direto, por exemplo. Ainda assim, a chance de perdas é mínima, portanto, constitui-se em uma boa maneira de construir um patrimônio a longo prazo.

O que você deve observar é a sua necessidade e comparar com as características do título. Por exemplo, se você precisa resgatar o valor a qualquer momento, deve atentar à liquidez. Nesse caso, ela precisa ser diária. Porém, a Letra de Câmbio tende a ser de prazo mais longo, e, portanto, não serviria a esse propósito.

Por outro lado, caso você tenha metas financeiras que coincidem com o vencimento de alguma LC que julga interessante, então o investimento pode fazer sentido.

De toda forma, saber o que é Letra de Câmbio e entender como esse investimento funciona ajuda a traçar uma estratégia acertada. Assim, a chance de você formar um bom patrimônio é maior.

Sugestões de leitura do iDinheiro:

Perguntas frequentes

  1. Letra de Câmbio tem FGC?

    Sim, tem a proteção no limite máximo de R$ 250 mil por banco por CPF.

  2. Letra de Câmbio tem IR?

    Sim, a tributação do Imposto de Renda na LC é retida na fonte e segue a tabela regressiva. Ou seja, vai de 22,5% a 15%, conforme o prazo de aplicação.

  3. Qual o valor mínimo para começar a investir em Letra de Câmbio?

    A quantia varia. No entanto, costuma exigir um valor mais elevado. Por exemplo, é normal encontrar opções a partir de R$ 10.000.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.