Responsabilidade Editorial

Por que confiar no iDinheiro

O iDinheiro tem o propósito de democratizar e simplificar os serviços financeiros. Nossa missão é te ajudar a fazer as melhores escolhas, a partir das mais completas informações e recomendações sobre cada serviço.

Índice de Sharpe: como funciona e como utilizar?

A relação entre o retorno e o risco de um investimento pode ser calculada pelo Índice de Sharpe. Entenda como comparar fundos!

B612_20210521_152657_024_2
Melissa Nunes Especialista em Finanças Pessoais e Investimentos

Já ouviu falar sobre Índice de Sharpe, mas tem dúvida sobre como ele funciona? Então, chegou no lugar certo! Ele é muito usado na avaliação de fundos de investimento e carteiras administradas para calcular a relação entre o retorno e o risco de um investimento.

Em geral, no mercado financeiro, as aplicações mais seguras têm retorno mais limitado, enquanto que, as mais arriscadas, podem ter uma maior rentabilidade. Por isso, retorno e risco de um investimento merecem toda a sua atenção. Alguns indicadores, como o Sharpe, podem ajudá-lo a avaliar se vale a pena ou não correr um risco.

Continua após a publicidade

Neste post, aprenda como funciona o Índice de Sharpe e veja como utilizá-lo. Boa leitura!

O que é o Índice de Sharpe?

O Índice de Sharpe, também chamado de Sharpe Ratio, mostra a relação risco x retorno, informando se o fundo oferece rentabilidade compatível com o risco a que o investidor está exposto. Criado na década de 1990 pelo matemático, estatístico e Nobel de Economia, William Sharpe, seu objetivo era criar uma fórmula que permitisse responder a seguinte questão: qual é o investimento com maior retorno e menor risco possível.

Continua após a publicidade

Isso porque, como falam, o retorno passado nunca é garantia de retorno futuro. Além disso, o retorno esperado deve ser equilibrado com a oscilação no preço dos ativos e o risco assumido. Quer um exemplo? Ao comparar dois fundos com o mesmo retorno, o melhor será o que correu menos risco. E nem sempre um fundo que gerou mais retorno é o melhor, já que ele pode ter corrido mais risco. Nesse caso, a rentabilidade maior é esperada.

Como calcular o Índice de Sharpe?

O Índice Sharpe é calculado da seguinte forma:

IS = (Ri – Rf) / (σi)

  • IS = é o Índice de Sharpe.
  • Ri: é o retorno do ativo analisado (fundo de investimento ou carteira administrada).
  • Rf: é o retorno livre de risco.
  • σi: é o risco do ativo (a letra sigma significa volatilidade).

Não se esqueça de que fundos de investimento possuem um CNPJ próprio e têm a posse do capital investido e dos ativos comprados. Já as carteiras administradas são contas no próprio CPF da pessoa e, embora um profissional tome as decisões, os ativos ficam em seu nome.

Como usar o Índice de Sharpe e por que é importante?

Para usar o Índice de Sharpe com mais precisão, o importante é analisar períodos mais longos do investimento, como 12 meses ou mais, e comparar uma aplicação financeira com duas ou mais semelhantes ou com características similares.

Saiba que quanto maior o Sharpe, melhor, pois indica que a relação risco x retorno é positiva. Ao comparar fundos semelhantes, prefira aquele que oferece um Sharpe mais alto, visto que, provavelmente, o gestor faz um trabalho mais eficiente.

Continua após a publicidade

Agora, caso você encontre um fundo que tem um Sharpe Ratio negativo, saiba que isso significa que o retorno do fundo não é compensado pelo risco corrido. Não necessariamente se trata de um investimento ruim, pode ser também um momento negativo de mercado, algo que se reflete nos fundos de ações, por exemplo.

Como comparar fundos de investimento usando o Sharpe?

Não é tarefa difícil comparar fundos de investimento usando o Sharpe. Isso porque um Índice Sharpe elevado revela que o rendimento foi obtido tomando-se menos riscos. Já um Índice Sharpe baixo revela que muitos riscos foram corridos para a obtenção do rendimento.

Veja um exemplo de comparação de dois fundos de renda fixa longo prazo:

Comparação de fundos pelo Índice de Sharpe
Comparação de fundos pelo Índice de Sharpe. Fonte: comparadordefundos.com.br

Nesse caso, o fundo do Itaú tem uma performance bem mais interessante tantos nos últimos 12 meses quanto nos 24 meses anteriores. Porém, esse não deve ser o único fator de avaliação.

Em geral, podemos dizer que um investimento com Índice de Sharpe acima de 0,5 é positivo e merece ser analisado. Contudo, o recomendado é fazer uma análise mais completa antes de tomar uma decisão.

Continua após a publicidade

Vale lembrar que, embora o Sharpe traga indicações, ele não traz certezas. Afinal, a realidade pode ser diferente da expectativa. Uma mudança no cenário econômico, por exemplo, pode impactar o retorno dos ativos.

Por fim, outros fatores que merecem sua atenção antes de investir em fundos, são:

  • volatilidade (oscilações no dia a dia);
  • rentabilidade relativa (que acompanha a variação de uma taxa);
  • rentabilidade absoluta (quanto o dinheiro variou num determinado período de tempo);
  • gráfico drawdown (mostra os prejuízos que um fundo teve e o tempo que levou para se recuperar);
  • patrimônio do fundo x valor aplicado (preferência a fundo que possui patrimônio maior do que o saldo das aplicações).

Conclusão

Agora que você já sabe como funciona e como utilizar o Índice de Sharpe, tenha em mente que o Sharpe Ratio ajuda a comparar aplicações semelhantes ou com características similares, a fim de saber qual delas apresenta o maior retorno e os menores riscos.

Os dados históricos podem se repetir ou não e a escolha do melhor investimento dependerá do seu perfil de investidor (conservador, moderado ou arrojado), estratégia adotada e momento financeiro.A partir daí, fica mais fácil começar a desenvolver um plano de investimentos.

Perguntas frequentes

  1. Como avaliar o Índice de Sharpe?

    Quanto mais alto é o Índice de Sharpe, melhor costuma ser o investimento. Isso indica que o rendimento foi obtido correndo menos riscos.

  2. O que significa Índice de Sharpe negativo?

    Um Índice de Sharpe negativo significa que o risco da aplicação financeira não é compensada pelo seu retorno.

  3. Qual a utilidade do Índice de Sharpe?

    O Índice de Sharpe serve para calcular a relação entre o retorno e o risco de um investimento.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.