Investimentos para PJ: 4 opções e suas vantagens e desvantagens

Se você ainda não considera fazer investimentos para PJ, pode estar perdendo uma grande oportunidade! Aprenda a crescer o dinheiro da sua empresa!

melissa nunes perfil
Melissa Nunes

A diversidade de investimentos para PJ comprova a importância dessa atividade para as empresas, mas nem todos os empreendimentos buscam saber como aplicar seu recurso patrimonial em ativos. 

E se você identificou o seu negócio como parte desse grupo, pode estar perdendo uma grande oportunidade.

Continua após a publicidade

Muitas vezes, a realização de investimentos é uma prática associada majoritariamente a pessoas físicas, sejam elas investidores comuns ou profissionais. Entretanto, as organizações e pessoas jurídicas não apenas podem como também devem considerar atuar dentro desse mercado, como forma de potencializar seus lucros e aumentar o capital da própria empresa.

E, para ajudar empreendimentos iniciantes e trazer mais detalhes sobre o assunto, nós preparamos um guia especial sobre investimento para PJ.

Continua após a publicidade

Confira as principais informações sobre essa atividade, quais as vantagens que ela oferece para a companhia, os principais tipos de ativos disponíveis para pessoas jurídicas e algumas dicas para aumentar as chances de sucesso nos investimentos do seu negócio.

Para que serve o investimento como PJ? 

Antes de mais nada, é importante entender para que servem os investimentos para PJ. Isso porque muitos empreendedores podem ter dúvidas quanto às reais vantagens de aplicar seus recursos em ativos.

No entanto, realizar aplicações como pessoa jurídica serve para diversas finalidades. Por exemplo, para a rotina da empresa no cotidiano, os investimentos para PJ podem:

  • criar e aumentar a reserva de emergência;
  • ajudar a alcançar objetivos futuros que envolvam capital;
  • diversificar as fontes de lucros e recebimentos da organização.

Enquanto isso, os investimentos para PJ também agem sobre o patrimônio da empresa, podendo:

  • proteger o capital de forma mais segura e simples;
  • potencializar a quantia total de patrimônio;
  • expandir o valor da empresa.

E, claro, fazer investimentos como pessoa jurídica também influencia em outras áreas da empresa, como:

Continua após a publicidade

  • trazer mais segurança para os colaboradores, garantindo reservas de pagamento como 13° e direitos trabalhistas;
  • auxilia no investimento em maquinários e expansão das atividades;
  • movimenta os recursos continuamente.

Dessa forma, mesmo que o empreendedor tenha objetivos ou necessidades específicas para sua empresa, os investimentos para PJ podem ajudar a atingir essas metas com mais facilidade.


Cálculo Décimo Terceiro (13º)


Quais tipos de investimentos para PJ estão disponíveis? 

Mesmo depois de entender para que servem os investimentos para PJ, muitos empreendedores ainda podem não conhecer todos os produtos e categorias que estão disponíveis para pessoas jurídicas.

Por isso, o próximo passo é conferir algumas alternativas de ativos que podem ser vantajosas para as empresas. Veja mais detalhes sobre os principais tipos de investimentos para PJ:

1. CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um dos investimentos para PJ mais interessantes do mercado, pois reúne diversos pontos positivos que agregam mais valor à aplicação da pessoa jurídica.

Continua após a publicidade

Basicamente, essa aplicação é uma forma de captar recursos para bancos e instituições financeiras, como a realização de um “empréstimo”. Assim, ao final do prazo de vencimento do contrato, o banco emissor do CDB devolve à empresa o valor principal de investimento, acrescido de juros e correções.

Essa opção é interessante como investimento para PJ, pois oferece diferentes prazos, liquidez e rentabilidades para cada tipo de organização. Com uma maior diversidade de produtos, a empresa tem autonomia para escolher os títulos que melhor atendem às suas necessidades.

Além disso, a segurança deste produto é considerada alta, pois conta com a proteção do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que realiza a reposição de até R$250 mil por CNPJ no caso de quebras ou insolvências do banco.

Dessa forma, a empresa pode investir com mais tranquilidade, além de ter a certificação de um investimento emitido por instituições devidamente registradas no Banco Central.

Continua após a publicidade

O CDB pode ter seu rendimento pré-fixado ou vinculado a um índice, como o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), sendo um dos investimentos para PJ com mais variedade de opções.

Vale a pena mencionar também o fator liquidez dos certificados bancários, que podem trazer diversos períodos de contrato, inclusive diários. Isso garante que a empresa possa retirar seus rendimentos quando desejar, uma possibilidade importante para finalidades que necessitem desse dinamismo, como a criação de uma reserva de emergência, por exemplo.

Por fim, o CDB também é um dos investimentos para PJ mais acessíveis e fáceis de realizar.

2. LCI e LCA

LCI e LCA são as siglas para Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio. Elas funcionam de maneira semelhante ao CDB, mas com foco voltado para setores específicos.

Continua após a publicidade

Da mesma forma, suas remunerações podem ser pré-fixadas ou vinculadas a um índice, o que potencializa os possíveis rendimentos. Por exemplo, a LCI costuma trazer o Índice de Preços ao Consumidor Amplo, ou IPCA, considerado a inflação oficial no Brasil, acrescido de 4%, a taxa média dos últimos anos. Isso significa que a empresa receberá 4% acima da inflação, o que traduz um ganho real sobre a aplicação.

Ainda, existem outros índices que seguem esses investimentos para PJ, tornando as letras de crédito atrativas para as empresas.

Além disso, também é importante mencionar que a LCI e LCA também são produtos assegurados pelo FGC, como os certificados bancários, trazendo toda a proteção do órgão segurador.

Outros fatores, como liquidez e facilidade de aplicação, tornam esses investimentos ainda mais atrativos para pessoas jurídicas, e contribuem para a fomentação do mercado imobiliário e do agronegócio. Dessa forma, caso a empresa atue nessas áreas, também estará movimentando o setor com novos recursos, gerando um ciclo positivo para o seu próprio mercado.

Continua após a publicidade

3. Fundos

Enquanto isso, os fundos de investimento também são alternativas interessantes para pessoas jurídicas que desejam aplicar seus recursos.

Essas cestas de ativos se destacam entre os investimentos para PJ por conta da diversidade de opções para as empresas. Afinal, existem diferentes categorias de fundos, dos mais variados produtos.

Dessa forma, empresas que desejam investir seu patrimônio de maneira mais indireta podem considerar essa opção, integrando um fundo com outros investidores, inclusive com pessoas físicas.

Além disso, os fundos também contam com todas as regulações da Comissão de Valores Mobiliários, assegurando que as organizações possam aplicar seu capital com mais tranquilidade.

Continua após a publicidade

Por outro lado, a amplitude de ofertas pode ser um ponto de cautela para as empresas, por conta da quantidade de ativos que compõem cada cesta. Muitos desses fundos podem apresentar propostas com renda variável, que, apesar de também serem investimentos para PJ, configuram um mercado menos estável para as empresas.

Por isso, é importante analisar quais os fundos de investimento que o negócio avalia, e como é a sua composição.

4. Bolsa de Valores

Por fim, os ativos da Bolsa de Valores também são investimentos para PJ que podem ser considerados, especialmente no caso de empresas que desejam diversificar ainda mais a sua carteira.

Como mencionado nos fundos de investimento, produtos de renda variável podem configurar um cenário menos estável e, com isso, menos atrativo para pessoas jurídicas. Afinal, as empresas costumam buscar produtos que sejam mais seguros para seu patrimônio.

Continua após a publicidade

No entanto, para organizações que desejam participar do mercado ativamente, como compradoras de ações, é possível atuar na Bolsa de Valores. A rentabilidade variável pode ser superior à de outros produtos, mas também traz riscos mais altos para o empreendedor.

Entre os investimentos para PJ disponíveis no mercado, certamente as ações e ativos negociados na bolsa são uma das opções que mais precisam de atenção. Apenas um perfil específico de empresa pode se sentir confortável e segura para investir em renda variável, o que torna a alternativa menos acessível.

É claro, não existem fatores que impeçam que uma empresa comece a investir em ações. Entretanto, é importante avaliar essa opção com ainda mais atenção e consideração, especialmente com foco no longo prazo. Com esse viés, o risco de perda cai consideravelmente, devido ao histórico de subida da Bolsa.

Dessa forma, é possível diminuir os riscos e avaliar o melhor custo-benefício para investimentos feitos por pessoas jurídicas.

Continua após a publicidade

Quais as diferenças entre investimentos para PF e investimentos para PJ? 

Em um primeiro momento, o empreendedor pode estranhar as indicações de investimentos para PJ, pois se trata dos mesmos produtos disponíveis para pessoas físicas. No entanto, existem algumas diferenças entre investimentos de PF e PJ.

Por exemplo, entre as duas categorias, o investidor comum possui mais opções e variedades, embora o PJ também não fique para trás. O melhor exemplo disso é que os títulos públicos do Tesouro Direto estão disponíveis apenas para o investidor PF.

Além disso, investimentos para PJ também podem ser mais burocráticos, por conta de operações como abertura de conta, transferência de recursos e conclusão das transações.

Essas questões fazem com que nem todos os ativos fiquem disponíveis para empresas, pela falta de acessibilidade e maior complicação para realizar o devido aporte.

Continua após a publicidade

Ainda, uma das diferenças mais significativas entre investimentos para PJ e PF é a isenção no Imposto de Renda. Investidores comuns podem ter taxas reduzidas e condições especiais para não incluir seus ganhos no sistema tradicional de cobranças, como é o caso das LCI e LCA.

No entanto, as empresas não possuem essa facilidade, tendo que arcar com o IR de acordo com o produto, os rendimentos e o prazo, por exemplo.

Essas diferenças podem fazer com que o empreendedor considere investir como pessoa física em vez de jurídica. Mas, assim como a aplicação de recursos para PF, os investimentos para PJ também apresentam suas próprias vantagens.


Salário CLT x PJ: calcule e compare as diferenças


O que é preciso para abrir conta em corretora como PJ? 

Um dos pontos positivos sobre investimentos para PJ são os documentos necessários para abrir uma conta em corretora.

Continua após a publicidade

Embora o processo seja descrito como burocrático em muitos dos casos, para prosseguir com o envio do formulário e da proposta do seu negócio, basta conferir algumas dicas e os documentos necessários para dar esse primeiro passo. São eles:

  • Demonstração do Resultado do Exercício (DRE);
  • balanço patrimonial;
  • declaração de faturamento dos últimos 12 meses;
  • última alteração contratual dentro da empresa.

Depois de reunir esses documentos básicos, basta localizar uma corretora especializada para seguir com a abertura da conta, inclusive em menos tempo e com mais segurança. Mas não se preocupe, a maioria aceita abrir conta PJ sem maiores problemas ou limitações.

Vantagens de investir como PJ

Agora, empreendedores que ainda estão avaliando a possibilidade de adquirir investimentos para PJ também precisam conhecer as vantagens que essa atividade traz.

Embora alguns pontos pareçam óbvios, muitos podem não compreender a real importância de aplicar recursos do patrimônio no mercado de ativos. Por isso, veja alguns dos principais pontos positivos de procurar investimentos para PJ e realizar esse aporte:

Continua após a publicidade

Movimentação de capital

Se o capital da empresa está reservado em uma conta bancária ou de outras maneiras, por exemplo, ele não está rendendo. Isso significa que o dinheiro está parado na conta, quando poderia estar trazendo rendimentos indiretos para a empresa.

Além disso, muitas opções de investimentos para PJ trazem a segurança necessária para realizar essa movimentação com mais tranquilidade. Dessa forma, o empreendedor passa a movimentar seu capital com confiança e garantias, deixando de ter dinheiro parado e fazendo com que ele traga rendimentos para a conta.

Empreendimentos futuros

Um dos grandes objetivos para ter investimentos como pessoa jurídica é para a realização de empreendimentos futuros com mais segurança e eficiência.

Muitas empresas podem enfrentar dificuldades em reservar o capital necessário para seus investimentos, como compra de maquinário ou reformas. No entanto, com investimentos para PJ, é possível criar uma conta específica para reservar esse patrimônio, enquanto o movimenta e traz rendimentos, como mencionado.

Continua após a publicidade

Ter uma conta com dinheiro aplicado possibilita a separação de capital para diferentes finalidades. Além disso, caso a empresa opte por um produto de alta liquidez, poderá acessar os lucros quando quiser, facilitando ainda mais essa operação.

Rentabilização de capital

Finalmente, escolher investimentos para PJ também é uma das melhores maneiras de rentabilizar o capital da empresa. Em outras palavras, significa aplicar recursos em títulos que trazem bons retornos.

Além de movimentar o capital e possibilitar a entrada de novos lucros, ter investimentos como pessoa jurídica também permite que esse patrimônio seja aproveitado de maneira efetiva. Ou seja, não apenas trazendo rendimentos, mas o fazendo de forma adequada.

Para muitas empresas, essa rentabilização só é possível graças ao mercado de aplicações, configurando mais um ponto positivo na realização de aportes como empresa.

Continua após a publicidade

Segurança

Um dos grande objetivos de investir, tanto para PF como para PJ, é ganhar a segurança de ter um capital reservado para possíveis emergências.

Assim como recomendamos que cada pessoa tenha seu fundo emergencial, também é importante que empreendedores e empresas tenham sua reserva específica para momentos de crise. Isso pode ser útil caso haja um baixo faturamento, por exemplo, ou por motivos de força maior, como foi o caso da pandemia do Coronavírus, em 2020.

Mais do que isso, também é possível reservar capital para futuros pagamentos que certamente acontecerão, como 13º e férias dos funcionários e até mesmo multas recisórias. Dessa forma, o investidor PJ não precisa se preocupar em afetar o capital de giro da empresa ou deixar de pagar alguém.

Desvantagens de investir como PJ 

Por outro lado, avaliar a possibilidade de investimentos para PJ também necessita do destaque de alguns pontos menos positivos. Isso porque as principais desvantagens se concentram em fatores econômicos, o que afeta diretamente as contas da empresa.

Continua após a publicidade

Ao contrário dos investimentos de pessoas físicas, muitos dos títulos disponíveis para organizações empresariais não possuem isenção no Imposto de Renda. Essa gratuidade é uma forma do mercado incentivar a adesão de novos públicos de investidores comuns, mas não existe essa necessidade no cenário empresarial.

Por esse motivo, alternativas como LCI e LCA, e operações na bolsa de valores, não possuem isenção das taxas. Além disso, também existem os pagamentos de impostos federais sobre rendimentos para regimes específicos de Lucro Presumido e Lucro Real.

Em outras palavras, investir em produtos para pessoa jurídica também acompanha a cobrança de diferentes encargos, que podem pesar no bolso do empreendedor e seu negócio.


Calculadora de Custo de Funcionário para a Empresa


Quando fazer investimentos para PJ? 

Para todos os efeitos, é importante que a empresa considere o momento certo para fazer os seus investimentos para PJ. Isso porque muitos empreendedores podem ter receio sobre quando começar, ou qual opção escolher em um primeiro momento.

Continua após a publicidade

No entanto, qualquer momento pode ser o ideal para diversificar o capital, expandir a renda e, claro, aproveitar as vantagens que essa atividade proporciona.

O mercado está aberto integralmente para receber as empresas, em qualquer situação, o que pode ter afetado a produtividade de algumas organizações. Nesse caso, elas podem ver no segmento uma saída interessante.

Além disso, investir em produtos como pessoa jurídica pode ser uma boa escolha quando o empreendedor decide separar o capital da empresa e da pessoa física. Nesse caso, realizar aportes empresariais é uma maneira eficaz de organizar as finanças, mantendo as contas separadas de forma correta.

Um bom planejamento financeiro é o primeiro passo para potencializar os lucros da empresa e expandir o patrimônio de pessoa jurídica e também de pessoa física.

Continua após a publicidade

Então, quando o empreendedor deseja ampliar seu controle e aumentar as chances de sucesso do negócio, pode ser o momento ideal para trabalhar com investimentos para PJ.

Vale a pena procurar investimentos para PJ?

Os investimentos para PJ são alternativas interessantes e vantajosas para empresas que procuram expandir seus lucros e aumentar seu patrimônio de maneira segura e acessível.

Nesse contexto, vale a pena procurar mais sobre as principais opções disponíveis para pessoas jurídicas, e entender quais as características que definem cada possibilidade.

Dessa forma, o empreendedor poderá escolher os melhores ativos para atender às necessidades do seu negócio, e, com isso, ter uma experiência positiva com a atividade.

Continua após a publicidade

Embora muitas pessoas acreditem que se trata de um mercado pouco acessível, o setor de investimentos disponibiliza uma série de alternativas simples e práticas para diversificar a renda e rentabilizar o capital de uma empresa.

Por isso, é fundamental procurar mais sobre investimentos para PJ, não apenas para aplicar recursos com tranquilidade e segurança, mas também para modificar o senso comum e atrair novos públicos empresariais para o segmento.

Assim, cada vez mais empresas poderão aproveitar os benefícios de investir como pessoa jurídica, movimentando a economia e seu próprio capital.

Sugestões de leitura do iDinheiro:

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.