Em maio, o Brasil registrou uma alta nos investimentos de aproximadamente 28,2% em comparação ao mês anterior. Os dados, divulgados pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) nesta terça feira (07), avalia o perfil comportamental dos investidores em diversos produtos. 

Porém em relação ao mesmo período de 2019, o indicador mostra uma queda de 19,6%. Sobre a alta demanda de investimentos para o período, o Instituto acredita que as medidas que investidores encontraram para poupar durante a crise do COVID-19 foi um fator determinante para o aumento dos números.

Continua após a publicidade


Em nota, o Ipea também informou que no mês de maio, o crescimento de investimentos em máquinas e equipamentos foi de 68,7% em relação ao mês de abril.

Já a produção nacionais de bens, conseguiu um avanço significativo para o período, ficando na casa de 22%.

Outro número que chama a atenção dos pesquisadores é o de importação, que cresceu 145,6%;

Investimentos ainda sem lucro

Mesmo com os resultados animadores divulgados pela pesquisa, os investimentos de modo geral ainda estão se mantendo no vermelho.

Só o mercado móvel, fechou o trimestre apresentando uma retração de 20,6%,. Esses números, em relação ao ano anterior, apresentam uma queda de 18,4%.

Enquanto isso, o segmento das máquinas e equipamentos teve um recuo de 23,7%, construção civil de 16% e outros setores similares de 18,5%.

Assine a newsletter do iDinheiro e acompanhe todas as notícias referentes a investimentos e os impactos causados no seu dinheiro.