Investimento no Banco Inter: vale a pena? É bom?

Entenda como funciona e saiba se vale a pena investir no Banco Inter.

B612_20210521_152657_024_2
Melissa Nunes

Você pensa em fazer algum investimento no Banco Inter? Ou pensa em formar uma reserva de emergência e está em dúvida se esse é o lugar certo para começar? Essas dúvidas são comuns. Afinal, não dá nem para pensar em perder algum dinheiro, não é mesmo?

logo inter
Banco Inter
Abertura de conta grátis

Por isso, é importante que você tenha as informações certas à sua disposição e saiba se o Banco Inter é bom para investir. Assim, pode tomar a melhor decisão para a sua vida financeira.

Continua após a publicidade

Pensando nisso, trazemos todas as informações sobre como investir no Banco Inter. Aqui, você também saberá se essa é uma boa ideia. Então, que tal ler e saber o que precisa?

O que é o Banco Inter?

O Banco Inter é uma fintech, cujas operações acontecem de forma 100% online desde 2015. Com isso, ele ganhou o título de “primeiro banco digital do Brasil”.

Continua após a publicidade

Quando foi criado, ele tinha o nome de Intermedium CFI. Naquele momento, sua atuação era apenas como uma financeira. Depois, o nome mudou para Banco Intermedium. Desde então, vários serviços foram agregados no portfólio. Por exemplo:

  • crédito imobiliário, em 2002;
  • licença para se tornar banco múltiplo, em 2008;
  • seguros e loja virtual de investimento Banco Inter, em 2012;
  • conta digital, em 2015;
  • operações de câmbio e oferta de cartão múltiplo com bandeira Mastercard, em 2016.

Todas essas atividades continuam em funcionamento. Nesse processo, o nome Banco Inter se consolidou em 2017. No ano seguinte, a instituição financeira abriu capital na bolsa de valores, buscando captar recurso para crescer ainda mais.

Em 2022, os números relativos às operações são significativos. De acordo com o site da fintech, eles são:

  • mais de 18 milhões de clientes;
  • mais de 3.800 colaboradores;
  • presença em 99% dos municípios brasileiros.

O Banco Inter é bom para investir?

Essa pergunta é melhor respondida por aqueles clientes que já utilizaram os serviços do Inter, já que sua percepção vem da própria experiência como investidor. Por isso, aqui, vamos usar três sites que são parâmetros de qualidade: Reclame Aqui, Yubb e Análise de Ações. Veja a análise de cada um.

Continua após a publicidade

Reclame Aqui

O perfil do Banco Inter no Reclame Aqui tem uma nota considerada boa. No entanto, o número de reclamações é bastante alto, o que é um ponto de atenção. Ainda assim, vale mencionar que o Inter já ocupou posições mais altas no ranking de reclamações do Banco Central, o que supõe uma melhoria nos seus serviços.

Entre os principais problemas relatados na plataforma, estão:

  • dificuldades com compras no aplicativo;
  • cashback não creditado;
  • mau atendimento.

Análise de Ações

A verificação do site Análise de Ações confirma os dados do Reclame Aqui. Além disso, reforçam que o Banco Inter é bom para investir. A partir dos tópicos avaliados pelos usuários, o Inter tem nota 4 de 5. Os itens mais bem avaliados, são:

  • custos e taxas; e
  • recomendaria o Banco Inter a um amigo.

Portanto, a tendência positiva de avaliação dos usuários permanece. Por outro lado, a avaliação ressalta alguns pontos negativos. Os principais relativos ao investimento no Banco Inter são:

  • lentidão da plataforma, o que gera demora na atualização e confirmação das ordens de compra e venda;
  • foco nas operações normais de investimento. Se o objetivo for o day trade, o home broker não é o ideal;
  • nem todos os produtos estão disponíveis na versão mobile.

Yubb

Aqui, a média geral é acima de 4, de um total de 5 pontos. Além disso, na escala utilizada pelo Yubb, há uma tendência maior dos investidores recomendarem o Banco Inter.

Continua após a publicidade

Em relação aos diferentes critérios de avaliação, o Banco Inter pontua melhor em:

  • facilidade de abrir uma conta;
  • facilidade em usar a plataforma; e
  • custos e taxas praticados.

Portanto, as três avaliações mostram o mesmo cenário: o Banco Inter é bom para investir. No entanto, tem problemas, assim como a maioria das instituições financeiras. Assim, é preciso analisar quais são suas necessidades para saber se a instituição financeira atenderá o que você precisa.

O Banco Inter é seguro e confiável?

Em termos de regulação, fazer investimento no Banco Inter é bastante seguro. A instituição financeira é autorizada a funcionar pelo Banco Central e pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Além disso, ele tem o certificado da Anbima, a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais. Apesar de sua associação não ser obrigatória, protege os investidores. Isso porque a Anbima determina regras que devem ser seguidas pelos seus parceiros. Portanto, ao receber essa certificação, o banco indica que adota as melhores práticas.

Para a segurança do usuário, o Inter utiliza um sistema de verificação em duas etapas, chamado i-safe. Por isso, ao acessar sua conta pelo computador, o cliente precisa estar com o aplicativo em mãos também.

Continua após a publicidade

Por fim, na sua página sobre segurança, o banco disponibiliza informações sobre canais de contato oficiais e sobre quais empresas são parceiras da instituição. Assim, o usuário evita cair em golpes e fraudes que possam ser prejudiciais, tendo certeza de que é seguro investir no Banco Inter.

Vantagens de fazer investimento no Banco Inter

Além de ser um banco isento de tarifas para a conta digital, fazer investimento no Banco Inter tem outras vantagens interessantes, como:

  • cashback em ofertas públicas e fundos de investimento;
  • Inter Cel, Inter Pass e Duo Gourmet;
  • conta kids ideal para menores de idade;
  • corretagem zero em operações de compra e venda;
  • isenção em taxas de custódia;
  • produtos diversificados na renda fixa e na variável;
  • home broker intuitivo e disponível em versão mobile e desktop;
  • acesso à plataforma Apex para investimento no exterior;
  • comunidade de investimento com vantagens como Cartão Inter Black e mais.

Assim, as opções de investimento no Banco Inter são completas, servindo a todos os perfis de investidor. Além disso, é possível receber parte do dinheiro de volta em alguns produtos de investimento. Entre eles, estão:

  • ofertas públicas: o retorno é de 50% do valor recebido sobre a comissão de distribuição, depois do recolhimento de impostos. O valor é depositado na conta em até 30 dias úteis após a data de liquidação da oferta. Para saber quais ofertas têm cashback, basta ver a identificação na plataforma;
  • fundos de investimento: a receita de distribuição é dividida. O dinheiro é depositado diretamente na conta digital Inter. Da mesma forma, é preciso ver o selo de cashback antes de investir.

Como abrir uma conta no Banco Inter?

logo inter
Banco Inter
Abertura de conta grátis

Para abrir sua conta digital e começar a investir no Banco Inter, você deve executar os seguintes passos:

Continua após a publicidade

  1. baixe o aplicativo da instituição financeira, disponível para Android e iOS ;
  2. reúna os documentos necessários. Os principais são: identificação com foto (RG ou CPF), do cônjuge (se for casado) e comprovante de residência;
  3. preencha os dados solicitados;
  4. faça a assinatura eletrônica.

Os documentos devem ser enviados por meio de foto ou upload de um arquivo salvo. Depois, é preciso esperar a aprovação da conta, que leva de 30 minutos a 7 dias. De qualquer forma, costuma ser bastante rápido.

Com a conta for aberta, você terá a plataforma de investimentos à sua disposição. Assim, saberá como investir no Tesouro Direto pelo Banco Inter, por exemplo, ou poderá procurar os melhores investimentos para você.

Produtos e serviços para investimento no Banco Inter

Falando em produtos financeiros, há opções da renda fixa e variável. Portanto, se você tem perfil conservador e preza pela segurança, vale a pena o investimento no Banco Inter. Por outro lado, se prefere potencializar a rentabilidade, mesmo que isso implique possíveis perdas, também há possibilidade de investir por meio do home broker.

Além das opções de investimento, você também deve analisar os serviços disponíveis. Para começar, existem as plataformas. Elas oferecem o acesso necessário à bolsa de valores. Além disso, contam com informações detalhadas para quem deseja operar como trader.

Continua após a publicidade

A seguir, mostramos todos os serviços e produtos de investimento no Banco Inter. Confira na tabela abaixo:

SegmentoProduto de investimento
Renda fixaTesouro Direto, CDB, LCI, LCA, CRI, CRA, debêntures, poupança.
Renda variávelAções, opções, BDR, ETF, FII, mercado futuro, mercado a termo.
OutrosFundos de investimento, previdência privada, câmbio, seguro, plano de saúde, aluguel de ações.
PlataformasHome broker, HB Pro, Tryd, Apex, Profit.

Ainda existem outras facilidades. Por ser completo, o Banco Inter oferece outras opções para quem deseja:

  • ter uma renda extra online;
  • garantir o seu futuro e a aposentadoria;
  • trocar moeda para fazer uma viagem internacional ou um intercâmbio;
  • proteger-se contra imprevistos.

Investimento no Banco Inter: taxas e custos

Ao fazer uma aplicação financeira, geralmente existem taxas e custos envolvidos. Além do IR e outros tributos, podem ser cobradas as seguintes taxas de:

  • corretagem: é um valor cobrado para executar ordens de compra e venda de ações, por exemplo;
  • administração: é cobrada de cotistas de fundos de investimento. Serve para remunerar o gestor responsável;
  • custódia: é um valor pago para que a instituição financeira guarde os ativos que você adquiriu. Ou seja, é relativa ao registro do investimento realizado;
  • carregamento: é específica para a previdência privada. Incide sempre que você deposita algum valor.

Ainda podem existir outras cobranças. Porém, no Banco Inter, há isenção da maioria das taxas, exceto pela tributação de IR e/ou IOF inerente aos ativos. Os principais valores são os que estão na tabela abaixo:

Continua após a publicidade

ServiçoCustos
Abertura e manutenção de contaIsento
Transferência via TEDIsento
Taxa de custódiaIsento
Fundos de investimentoApenas custos dos fundos
Previdência privadaSem taxa de carregamento
Taxa de corretagem
(autoatendimento)
Ações FII, BDR, ETF: isento
Mercado Futuro: RLP ativa, isento; RLP inativa, R$ 0,70
Opções: somente via mesa
Outros custosConfira a tabela de custos

Dessa forma, vemos que fazer investimento no Banco Inter pode ser uma alternativa viável para pequenos investidores ou para os iniciantes que ainda estão um pouco inseguros sobre suas operações.

Nesses casos, economizar com taxas e custos é bastante importante, pois pode impactar nos aportes de forma a reduzir o retorno esperado do investimento.

Afinal, investir no Inter vale a pena?

Em resumo, vale a pena investir pelo Banco Inter. No entanto, sempre depende do que você precisa, afinal, essa decisão é individual.

De modo geral, a instituição financeira cumpre sua parte. Isso porque ela oferece vários produtos e serviços, isenta algumas cobranças e facilita o acesso ao home broker.

Continua após a publicidade

Mesmo assim, ainda existem dificuldades. Por exemplo, as limitações na plataforma tornam o banco uma opção pouco interessante para quem deseja fazer operações de trading, pois não oferece a rapidez necessária. Além disso, atuar no mercado de opções só é possível por meio da mesa de operações, o que é pouco prático e gera maior custo.

De qualquer forma, para quem pretende ficar na renda fixa ou fundos de investimento, o Inter tem boa diversidade. Mais do que isso, a plataforma é um banco completo, com alternativas em previdência privada, seguro de vida e cartão de crédito.

Portanto, a regra é sempre a mesma: conferir seu perfil de investidor e ver o custo-benefício do investimento no Banco Inter . Assim que fizer isso, você terá a resposta para o que precisa.

Sugestões de leitura do iDinheiro:

Perguntas frequentes

  1. Quais as vantagens do Banco Inter?

    O Inter é um banco completo, com conta, cartão, investimentos, opções de empréstimos e financiamentos e outras vantagens, como: cashback, compras no app, comunidade de investimentos, Inter Cel, Inter Pass, Duo Gourmet e conta kids.

  2. Qual banco o Inter pertence?

    O Inter (Banco Inter S.A.) nasceu em 1994 como Intermedium Financeira, posteriormente passando a se chamar Banco Intermedium. Em 2017, como primeiro banco digital do país, encurtou o nome para Banco Inter. No ano seguinte, abriu capital na bolsa de valores (BIDI11) e, mais recentemente, adotou apenas o nome Inter e agora oferece investimentos no exterior diretamente na plataforma.

  3. Quais investimentos estão disponíveis no Inter?

    No Inter, é possível investir em renda fixa (Tesouro Direto, CDB, LCI, etc.), fundos de investimento (inclusive previdência privada) e renda variável (ações, fundos imobiliários, BRD, ETF, mercado futuro).

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.