De acordo com uma pesquisa feita pelo E-commerce Brasil e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), 75% dos brasileiros comumente optam pelo pagamento por boleto bancário, resultando na emissão anual de 3,6 milhões de boletos no Brasil. Este resultado decorre da facilidade que estes documentos proporcionam no pagamentos de suas contas, visto que não é necessário possuir uma conta bancária para quitá-los. Ainda, para os que possuem, com menos de cinco minutos pode-se realizar uma operação nos aplicativos bancários para pagar os boletos, realizando a leitura do código de barras.

Quem emite o boleto é chamado de cedente, por meio de um banco que emite o documento, enquanto o pagador deste documento é o sacado. Este indivíduo a quem o boleto é destinado possui a responsabilidade de quitá-lo conforme a data de vencimento, se responsabilizando, caso haja atraso no pagamento, pelo pagamentos de juros de mora e multas.

Continua após a publicidade:

O boleto é registrado em cerca de 1 dia útil na instituição financeira que o emite para que possa ser feita a consulta e validação na base centralizada no momento do pagamento. Caso o documento não seja registrado, o seu pagamento será impossibilitado, assim como a consulta, emissão de segunda via, etc. Por vezes, é apresentada a mensagem “informações do boleto não encontradas, por favor procure o beneficiário”, nos bancos Itaú, Nubank, Santander, etc. Saiba o que fazer, abaixo, em tais situações.

Boleto não registrado, o que fazer?

Os boletos são ordens de pagamentos que podem ser pagas em quaisquer instituições bancárias, utilizando o código de barras ou a linha digitável, até a data de vencimento do documento. Para liquidar um boleto, além das agências bancárias e lotéricas, pode-se utilizar os aplicativos bancários, Internet Banking, Central de Atendimento, dentre outros meios. Como mencionado, este é um método de cobrança e pagamento muito comum e facilitado, permitindo sua utilização até mesmo por pessoas que não possuem contas bancárias.

Os boletos possuir, nas suas informações, o CPF ou CNPJ do pagador, pois está é uma informação obrigatória. Além disso, também é necessário que o documento seja registrado na instituição financeira que o emite, para que este possa ser consultado e validado na base centralizada no momento do pagamento. Desta forma, os boletos que não forem registrados podem ter seu seu pagamento recusado, assim como a consulta. Porém, os boletos que já foram emitidos sem o registro podem o obter, basta que o beneficiário envie as informações impressas pelo banco por arquivo remessa.

Por vezes, no momento de pagamento ou consulta dos boletos não registrados, os clientes bancários podem se deparar com a seguinte mensagem: “informações do boleto não encontradas, por favor procure o beneficiário”. Esta mensagem é padronizada para a maioria dos bancos, e comumente é recebida quando os clientes tentam inserir o código de barras do documento nos aplicativos ou Internet Banking. Ainda, isto ocorre com mais frequência quando o boleto é emitido e rapidamente tenta-se pagá-lo.

Boleto sem registro.
Os boletos devem ser, obrigatoriamente, registrados. O não registramento ocasiona a impossibilidade de pagamento.

Assim que um boleto é emitido, ele é imediatamente enviado para a CIP (Câmara Interbancária de Pagamentos) pelo banco emissor, para que ele seja registrado e disponibilizado para pagamento. E, este processo de registro pode demorar até 1 dia útil para ser finalizado, de modo que o boleto pode ficar indisponível por até este período. Ou seja, até este prazo, é possível que o boleto ainda não esteja registrado, apesar de tal situação ser incomum.

Caso receba tal mensagem de indisponibilidade do boleto mesmo após o prazo de um dia, significa que há um problema com o boleto e com o seu registro, fugindo do normal. É sugerido que o indivíduo espere mais um dia útil e, caso o erro persista, sugere-se solicitar a emissão de um novo boleto, acrescentando R$ 0,01 no valor original. Quando for gerado um novo boleto com um código de barras diferente, o registro deste ocorre, comumente, imediatamente. Também, pode-se entrar em contato com o banco emissor do boleto, caso este seja referente à cartão de crédito, dentre outras contas semelhantes.

Publicidade