Atenção passageiros: este é o momento ideal para acumular milhas

Companhias aéreas estão oferecendo diversas oportunidades para quem deseja acumular milhas. Entenda como aproveitar o momento.

Amanda Gusmao
Amanda Gusmão

De acordo com o fundador do maior site de milhas aéreas da Índia, Ajay Awtaney, com a pandemia impactando a malha aérea mundial, esse é o momento ideal para gastar e acumular milhas

Com a redução dos voos e a necessidade de gerar caixa, as companhias aéreas estão fazendo ofertas que agradam os passageiros. Veja mais.

Continua após a publicidade

Com informações da Exame.

Oportunidades para usar e acumular milhas

Além do isolamento social, o turismo também diminuiu por causa do número de voos reduzidos, países que fecharam fronteiras aos viajantes ou estabeleceram quarentena extra.

Assim, o trade turístico tenta compensar as perdas. As companhias áreas, por exemplo, oferecem incentivos para o uso das milhas.

Continua após a publicidade

De acordo com reportagem da Exame, companhias aéreas como a British Airways estão oferecendo oportunidades para usar ou acumular milhas, como:

  • passagens em trechos usando apenas 50% da quantidade de milhas cobradas antes da pandemia;
  • aumento da validade do status de elite;
  • redução dos requisitos para qualificação de nível;
  • eliminação da expiração de pontos.

O motivo para tais ofertas é que os programas de fidelidade tornaram-se uma fonte de receita valiosa para as companhias aéreas.

Dessa forma, elas estimulam passageiros frequentes, atraem novos e ainda criam serviços como adicionais que podem ser usados até mesmo em casa.

Fontes de recursos das companhias aéreas na pandemia

Com esses serviços e a venda de pontos para a American Express, bandeira de cartão de crédito, a IAG, dona da British Airways, levantou quase US$ 1 bilhão.

Continua após a publicidade

Enquanto isso, as milhas e programas de fidelidade da Delta Air Lines e United Airlines serviram como garantia de empréstimos.

Já a Qantas Airways teve uma receita com o programa de milhagem maior do que com os voos realizados até junho de 2020.

Mercado da aviação civil no Brasil

No Brasil, o Governo Federal publicou no Diário Oficial da União a Lei Nº 14.034 em 5 de agosto de 2020 sobre as medidas emergenciais para a aviação civil.

Ela visa, principalmente, dar reforço financeiro para as companhias aéreas, usando a flexibilização de políticas de reembolso e outras estratégias.

Continua após a publicidade

Assim, seus principais pontos relacionados a voos cancelados em virtude da pandemia envolvem permissão para reembolsar passagens em até 12 meses e autorização para oferecer crédito no lugar do reembolso da passagem.

O crédito será em seu valor integral e com validade para uso em até 18 meses depois da emissão.

Para passageiros que desistirem de um voo não cancelado, as opções serão:

  • reembolso da passagem em até 12 meses com cobrança da multa por cancelamento, se houver;
  • crédito no valor integral da passagem para ser utilizado em 18 meses após seu recebimento.

Além disso, as tarifas aeroportuárias também estarão no reembolso aos passageiros que desistirem de viajar.

Vale lembrar que o setor aéreo é um dos grandes braços do turismo no Brasil, e, esse, por sua vez, corresponde a 3,7% do PIB brasileiro.

Continua após a publicidade

Em 2019, essa participação correspondeu a uma receita de R$ 270,8 bilhões no consolidado das atividades do trade turístico, sendo que, 4,78% do montante está relacionado ao transporte aéreo.

Esses dados são do estudo da FGV Impacto Econômico do Covid-19 e mostram que, para a economia, aviões em solo trazem muitos prejuízos aos negócios.

Para os passageiros e as empresas aéreas que conseguem desenvolver estratégias inovadoras para a geração de receita, no entanto, esse pode ser um momento de aprendizado e de acumular milhas.

Gostou dessa notícia? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba outros conteúdos atualizados do mercado.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.