Notícias

Governo pretende eliminar desconto de 20% na declaração simplificada do IR

Luana de Oliveira
Luana de Oliveira
celular na calculadora, representando desconto na declaração simplificada

Entenda a relação do Imposto de Renda com o projeto do governo Renda Cidadã.

Com o intuito de fomentar a renda no Renda Cidadã, o governo brasileiro vem avaliando a opção de eliminar o desconto de 20% oferecido na declaração simplificada do Imposto de Renda (IR).

O governo ainda não oficializou esta ação, que prevê manter a possibilidade de abatimento nos gastos com saúde e educação privada. Mas vale ressaltar que esses benefícios já estiveram na lista como possíveis cortes pelo Ministério da Economia nos últimos tempos.

Continua após a publicidade

As informações são da Exame e Tribuna Online.

Por que mudar o desconto na declaração simplificada?

De acordo com a equipe do presidente Jair Bolsonaro, o principal objetivo dessa mudança é o provimento de recursos para o Renda Cidadã. E, mesmo que modificação ocorra, é importante salientar que ainda será preciso avaliar outros fatores financeiros antes de tornar o programa sustentável.

Caso seja decidido, o desconto no formulário simplificado da declaração do IR, que foi criado há 45 anos, deixará de existir.

A grande justificativa que o Ministério da Economia pontuou é que o modelo simplificado só possui finalidade quando as atividades não eram digitais. Para o governo, os contribuintes tinham a obrigatoriedade de reunir toda a documentação necessária para assegurar as deduções.

Dados da Receita Federal do Imposto de Renda de 2019, mostram que a declaração simplificada apresentou 17,4 milhões de contribuintes. Enquanto isso, o modelo completo teve 12,9 milhões.

Alguns profissionais da área econômica enfatizam que muitas pessoas que optam por declarar o IR ao modelo simplificado já poderiam passar a declarar na modalidade completa.

Renda Cidadã – a amplificação do Bolsa Família

A extinção do desconto no Imposto de Renda é uma proposta da equipe econômica para conseguir solucionar os impasses financeiros do novo programa social do governo, o Renda Cidadã.

Segundo a equipe do Ministério da Economia, com esta mudança em vigor existe a expectativa do benefício mensal médio da Bolsa Família emplacar nos valores entre R$230 e R$240.

Governo deve aprovar plano antes da finalização do auxilio emergencial, que pagará a última parcela em dezembro de 2020. Lembrando que atualmente este auxílio está no valor de R$300 reais, metade do que estava oferecendo quando entrou em vigor.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre Renda Cidadã? Então, assine a newsletter do iDinheiro. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *