A SafraPay é uma empresa que está, cada vez mais, inovando suas soluções de pagamento e se reafirmando no mercado. Ela oferece opções de máquinas de cartões tanto para empresas quanto para profissionais autônomos. E, saiba que não só somente os comerciantes que podem ganhar dinheiro por meio das máquinas SafraPay. Isso também é uma possibilidade para profissionais autônomos.

Os autônomos podem lucrar operando como um agente de vendas das máquinas SafraPay. E, além de ganhar dinheiro de acordo com o volume de vendas dos clientes no período de ativação, o agente autônomo da empresa ainda tem a sua disposição uma linha de crédito com taxas diferenciadas. Abaixo iremos falar mais sobre este assunto, confira.

Continua após a publicidade:

Agente Autônomo SafraPay

O programa de agentes autônomos da Safra Pay basicamente é um programa em que os indivíduos indicam empresas e pessoas para que elas possam contratar as máquinas de captura de pagamento eletrônico da SafraPay, dentre outros produtos do banco Safra. Os agentes são cadastrados no site da empresa, e por lá eles podem indicar pessoas físicas e jurídicas para obterem as máquinas.

Caso os clientes indicados sejam aprovados, o agente autônomo recebe uma quantia de acordo com as vendas realizadas nos primeiros 40 dias do novo cliente. Como mencionado, os valores recebidos pelo autônomo dependem do volume de vendas.

Saiba como se tornar um agente autônomo SafraPay.
Para se tornar um agente autônomo basta clicar onde está indicado pela seta vermelha, no site da SafraPay.

O que é necessário para ser um agente autônomo?

É necessário mencionar que o agente da SafraPay é uma pessoa jurídica, que não mantém quaisquer vínculos empregatícios com o Conglomerado Safra e trabalha com toda autonomia possível. O agente recebe o dinheiro devido em uma conta de pagamento do banco Safra, a qual se torna isenta de todas as tarifas de manutenção e abertura da conta.

Para receber os prêmios em dinheiro, é preciso que o agente emita uma nota fiscal. E, para a emissão da nota fiscal é necessário possuir uma Inscrição Municipal, que é um CCM (Cadastro do Contribuinte Mobiliário).

Ademais, além de emitir notas fiscais, é um requisito que o CNPJ tenha cadastrado como atividade “Promotor de Vendas Independente”, se enquadrando no CNAE 7319-0/02. Caso você já seja um microempreendedor individual, basta acessar o Portal do Empreendedor e realizar a inclusão desta atividade.

Como funciona a indicação na prática?

Por meio do aplicativo Agente Autônomo SafraPay, você irá cadastrar todas as informações do cliente indicado, escolhendo o pacote de serviços e também o modelo das máquinas. Após a inscrição ser realizada, o cliente que foi indicado irá receber uma mensagem por SMS, com um link que o dará acesso a uma outra página para conclusão do cadastro e pedido de aprovação.

Assim, este cliente deve finalizar o contrato, confirmando os dados cadastrais, máquina escolhida, pacote de serviços e plano de recebimentos. Além disso, deve-se cadastrar um cartão de crédito e aceitar o Termo de Adesão dos serviços. Podem ser indicadas as máquinas SafraPay sem bobina Bluetooth, SafraPay sem bobina GPRS, SafraPay móvel sem bobina 3G e SafraPay móvel com bobina 3G.

Após a sua indicação ter sido aprovada, e o cliente começar a operar utilizando a máquina, você irá faturar de acordo com o valor de vendas no período de ativação. Abaixo está a tabela dos valores pagos pela SafraPay, retirada do site da própria instituição.

TAMANHO DO CLIENTE

VENDAS NO PERÍODO DE ATIVAÇÃO *

AGENTE AUTÔNOMO SAFRAPAY

VALOR PAGO

Acima de R$ 100.000,01/mêsR$ 1.500,00
de R$ 50.000,01 a R$ 100.000,00/mêsR$ 1.200,00
de R$ 30.000,01 a R$ 50.000,00/mêsR$ 1.000,00
de R$ 20.000,01 a R$ 30.000,00/mêsR$ 800,00
de R$ 15.000,01 a R$ 20.000,00/mêsR$ 700,00
de R$ 10.000,01 a R$ 15.000,00/mêsR$ 600,00
de R$ 7.000,01 a R$ 10.000,00/mêsR$ 500,00
de R$ 5.000,01 a R$ 7.000,00/mêsR$ 400,00
de R$ 3.000,01 a R$ 5.000,00/mêsR$ 300,00
de R$ 1.500,01 a R$ 3.000,00/mêsR$ 200,00

É necessário mencionar que deve-se avisar aos seus clientes que a máquina só sairá grátis caso eles atinjam os faturamentos mínimos que cada modelo exige. Caso o faturamento não seja atingido, a máquina será cobrada e terá um custo de R$100,00 descontado do cartão de crédito cadastrado.

Ademais, nem sempre os seus clientes indicados serão aprovados. O cadastro pode ser negado caso a empresa ateste que não há viabilidade para aquela proposta.

Publicidade