A fortuna de Jeff Bezos, homem mais rico do mundo, chegou a um patamar nunca alcançado antes. Na última quarta-feira, 26, seu patrimônio ultrapassou os US$ 200 bilhões.

De acordo com dados divulgados pela Forbes, as ações da Amazon subiram 2% e fizeram com que o patrimônio líquido de Bezos chegasse aos US$ 4,9 bilhões.

Continua após a publicidade:

A título de comparação, Bill Gates, que é a segunda pessoa mais rica do mundo, tem uma fortuna avaliada em US$ 116.1 bilhões.

Mudanças no hábito de consumo mundial alavancaram a fortuna de Jeff Bezos

Desde o início do ano, as ações da Amazon aumentaram quase 80%. Acredita-se que o movimento foi alimentado pela mudança nos hábitos de consumo em todo o mundo, resultado da pandemia do coronavírus.

Com isso, o patrimônio líquido de Bezos, que já era de US$ 115 bilhões no início de janeiro, sofreu uma disparada nunca vista antes.

Atualmente, ele tem uma participação de 11% na empresa. Essa porcentagem representa mais de 90% da fortuna, que conta também com o jornal Washington Post e a empresa Blue Origin.

Bezos só não é mais rico devido ao acordo de divórcio mais caro da história no ano passado, quando se separou de MacKenzie Scott. Na ocasião, o dono da Amazon concordou em dar a ela 25% de sua participação na empresa, um volume de ações que agora vale 63 bilhões de dólares.

Ela ocupa atualmente o lugar de segunda mulher mais rica do mundo, mesmo depois de doar 1,7 bilhão em presentes de caridade no início deste ano.

Nunca houveram tantos “centibilionários” no mundo

A definição da palavra centibilionário vem ganhando novos significados nos últimos anos.

Ao mesmo tempo em que nunca no mundo houveram pessoas que acumulam tamanha fortuna, o número é de “apenas” quatro. São eles Jeff Bezos, Mark Zuckerberg, Bill Gates e Bernard Arnault.

Nesse sentido, a fortuna do fundador do Facebook terminou a última terça-feira valendo US$ 103,1 bilhões.

Dessa forma, ele entrou na seleta lista depois de adicionar, em um único dia, mais de US$ 3 bilhões em ações da rede social.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre as pessoas mais ricas do mundoEntão, assine a newsletter do iDinheiro. 

Publicidade