Notícias

Fintechs vão oferecer microcrédito para microempreendedores de baixa renda

Lilian Calmon
Lilian Calmon
cédulas de dinheiro e pilha de moedas representando microcrédito para microempreendedores
As fintechs IOUU e Baduk vão oferecer microcrédito para microempreendedores de baixa renda para ajudá-los a investir em seu negócio.

As fintechs IOUU e Baduk vão oferecer microcrédito para microempreendedores de baixa renda para ajudá-los a investir em seu negócio.

A linha terá prazo de um mês, funcionará de maneira progressiva a partir de R$ 200,00 até R$ 2 mil e seus juros serão regressivos, variando entre 2% e 5%. Ou seja, o primeiro empréstimo custará 5% e, a cada novo crédito, a taxa cobrada cai 0,5%.

Continua após a publicidade

A Baduk é a responsável pela análise de crédito de microempreendedores e, a IOUU, pela captação dos recursos junto a investidores, que também receberão retorno entre 2% e 5%.

Com informações da Folhapress.

Microcrédito para microempreendedores: piloto do projeto é voltado apenas para o público feminino

O piloto do projeto é voltado apenas para o público feminino de São Paulo (SP). Nos próximos meses, a intenção é levá-lo para outras cidades do Brasil. 

A evolução do microcrédito ocorrerá da seguinte forma: se o microempreendedor atingir R$ 2 mil e estiver com todos os pagamentos em dia, a mesma quantia será liberada no mês seguinte, com juros de 2%.

“É um crédito que funciona na base da confiança. Fazemos o primeiro empréstimo e, caso o empreendedor pague direitinho, um valor maior é liberado para ele no próximo mês, com juros menores”, disse o presidente da IOUU, Bruno Sayão.

O cofundador da Baduk, André Szapiro, assinalou que, nem sempre, os microempreendedores conseguem comprovar renda ou dar garantia para conseguir um empréstimo no banco.

“Queremos emprestar recursos para essas pessoas que querem desenvolver o seu negócio e precisam de um pontapé inicial. Mas é preciso comprovar que o negócio é bem planejado e que o dinheiro será usado para investir em expansão, e não para pagar contas atrasadas”, afirmou.

Aproveite e leia também “Número de fintechs no Brasil cresce 28% em um ano, diz levantamento do Radar Fintechlab”.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre oferta de microcrédito? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *