Empreendedorismo, Empréstimos, Notícias

Fintech vai oferecer microcrédito para MEIs da área de estética e beleza

Lilian Calmon
Lilian Calmon
cabelereiro cortando cabelo representando microcrédito para MEIs
A fintech FinMatch vai oferecer microcrédito para MEIs da área de estética e beleza. O crédito fica entre R$ 500,00 e R$ 25 mil.

A fintech FinMatch vai oferecer microcrédito para MEIs da área de estética e beleza. O crédito fica entre R$ 500,00 e R$ 25 mil, com prazo de pagamento em até 36 meses.

No contexto da pandemia, a ideia é irrigar esse segmento de mercado que, embora venha sofrendo com a redução do fluxo de caixa, tem potencial econômico.

Continua após a publicidade

Para fazer a análise de risco das concessões de crédito, a FinMatch utiliza tecnologia baseada em algoritmos.

Com informações do Valor Investe.

Microcrédito para MEIs: segmento movimenta cerca de R$ 100 bilhões por ano

O mercado de beleza e estética movimenta cerca de R$ 100 bilhões por ano. No país, há mais de 500 mil salões de médio e grande portes e 1,7 MEIs voltados a atividades como manicures, pedicures, cabelereiros e esteticistas. De acordo com a fintech, 600 mil deles podem ser considerados de baixo risco de inadimplência.

No entanto, mesmo quem estiver negativado, tem chance de conseguir empréstimo. Afinal, uma das maiores demandas desses profissionais é regular os débitos em aberto, disse um dos criadores da FinMatch, Plinio de Andrade.

“Aos poucos, os salões devem aumentar o fluxo de atendimento, dentro das limitações de horários de funcionamento. Vemos oportunidades para ajudar os clientes a renovar estoques, reformar e ampliar os estabelecimentos ou até mesmo para colocar as contas em dia”, afirmou.

A empresa promete repassar 1% do valor de cada parcela mensal paga por seus clientes para instituições beneficentes listadas em sua plataforma.

Meta é atingir R$ 1 milhão em faturamento até o final de 2021

Até o fim deste ano, a FinMatch quer atender mais de 2,4 mil clientes. E, até o final de 2020, a meta é atingir R$ 1 milhão em faturamento, com base em uma meta de 2.500 operações de crédito, envolvendo R$ 7 milhões em empréstimos.

Para o médio prazo, os planos são atender 40 mil clientes e faturar R$ 120 milhões.

Aproveite e leia também “Aumento do número de MEIs pode ser reflexo da pandemia”.

Quer continuar acompanhando as notícias sobre oferta de microcrédito? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *