Notícias

Financiamentos imobiliários somam quase R$ 12 bi em agosto

Karina Carneiro
Karina Carneiro
financiamento imobiliário recursos poupança

O crescimento anual dos financiamentos imobiliários com recursos da poupança aumentou quase 40% até o momento.

Em agosto de 2020, os financiamentos imobiliários com recursos da poupança para construção de imóveis e compras atingiram R$ 11,7 bilhões. Esses números representam um crescimento de 74,7% em comparação ao mesmo período do ano anterior. 

Segundo os dados divulgados pela Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), esse foi o maior volume financiado da história, desde 1994.

Continua após a publicidade

Em comparação aos primeiros oito meses de 2019 e 2020, esses empréstimos com destino à construção de imóveis atingiram R$ 65,9 bilhões, representando assim um aumento de 39,8%.

No acumulado anual, esses financiamentos imobiliários com recursos de poupança somam uma alta de 42% em relação aos 12 meses anteriores.

Unidades de financiamento de imóveis com recursos da poupança

Durante o período de agosto de 2020, cerca de 39,5 mil imóveis foram financiados, mostrando um resultado 7,3% maior que o mês de julho.

Já entre o mês de janeiro e agosto, foram 237 mil unidades, número 31,3% maior em comparação ao ano de 2019. 

Anteriormente, um dos melhores resultados de financiamentos de imóveis com recursos da poupança havia sido no mês de julho, com um montante de R$ 9,3 bilhões.

Sobre a poupança

Já a captação líquida da poupança teve um resultado positivo de quase R$ 8 milhões, representando a melhor performance para o mês desde o início da sua série, em julho de 1994.

Mesmo rendendo menos que a inflação, a poupança ainda segue sendo uma das aplicações favoritas dos brasileiros

Somente entre o período de janeiro a agosto, a captação líquida foi de R$ 95,8 bilhões, outro recorde alcançado. 

Para a Abecip, os resultados positivos apresentados pela poupança podem ser atribuídos ao período de isolamento social ocasionado pela pandemia da Covid-19, onde os brasileiros precisaram mudar seus hábitos de maneira brusca.

Gostou do conteúdo? Então, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro e ativar as notificações do Push para receber todas as notícias sobre o universo financeiro em tempo real. 

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *