Gestão financeira pessoal: o que é e como a tecnologia pode ser sua aliada nesse processo

Conheça algumas ferramentas tecnológicas que podem auxiliar bastante na sua gestão financeira pessoal!

Victor Leitao
Victor Leitão

Gestão financeira pessoal: o que é e como a tecnologia pode ser sua aliada nesse processo

Há poucas décadas, as tecnologias que temos disponíveis, hoje, eram inimagináveis.

Fazer transações bancárias pelo smartphone, reuniões de negócios com pessoas em continentes diferentes e investimentos com poucos cliques parecia invenção de filme de ficção científica.

Continua após a publicidade

Felizmente, essa é a realidade em que vivemos.

Então, quando falamos em gestão financeira pessoal, esses sistemas digitalizados podem ser grande aliados para facilitar e otimizar processos. Podemos dizer que a tecnologia, aliada ao controle financeiro, trouxe inúmeras vantagens.

Imagine quão difícil era gerir gastos em cadernos ou folhas soltas, sem uma forma prática e rápida de agrupar e analisar dados como temos hoje. Além disso, precisávamos de bastante espaço físico para armazenar todas essas informações.

Continua após a publicidade

Por isso, a fim de demonstrar como a tecnologia pode ser uma grande aliada na gestão financeira pessoal, preparamos este artigo que aponta a melhor maneira de usufruir de todos os privilégios que ela proporciona.

O que é gestão financeira pessoal?

Em poucas palavras, a gestão financeira pessoal é uma série de processos e estratégias que te ajudam a entender e otimizar sua relação com o dinheiro.

Para isso, um bom começo é entendendo seu próprio fluxo de caixa, ou seja, o quanto você ganha e gasta todos os meses.

Além disso, podemos tratar de gerenciamento de dívidas, formação de poupança, investimentos e planejamento futuro.

Continua após a publicidade

Então, como você deve estar imaginando, esse controle não é algo simples e nem acontece da noite para o dia. Como dissemos, é um processo, que tem começo, mas nunca termina. Porém, os benefícios também são infinitos. Veja, a seguir, alguns bons motivos para não deixar sua gestão financeira de lado.

Por que fazer a sua gestão financeira pessoal?

Pense, por um momento, na sua infância e adolescência: você lembra de ser ensinado sobre dinheiro? De aprender sobre controle financeiro, cartão de crédito e a importância de poupar?

São grandes as chances da resposta ser não. Isso porque, infelizmente, a educação financeira ainda não faz parte da vida da maioria da população.

O resultado disso, portanto, é um nível de endividamento das famílias brasileiras acima dos 65%, segundo dados de dezembro de 2020, da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Continua após a publicidade

E, se você faz parte dessa parcela da população, sabe muito bem as consequências: falta de grana, juros altos e até problemas de saúde mental.

Por isso, a gestão financeira pessoal é tão importante, para que você possa administrar bem o seu capital e ter uma vida mais tranquila e menos voltada a pagar boletos.

Além das dívidas, esse controle pode te ajudar a conquistar outros objetivos, como comprar bens ou viajar, sem precisar sacrificar seu orçamento ou viver apertado.

Por fim, quem sabe, um dia, ter uma aposentadoria mais tranquila e independente para fazer as coisas que você gosta!

Continua após a publicidade

7 sinais de que você precisa fazer sua gestão financeira pessoal

Se você ainda não está convencido, aqui vão 7 ótimas razões para começar logo o seu planejamento financeiro pessoal:

  1. não sobra nada do seu dinheiro no fim do mês;
  2. você gasta mais do que ganha;
  3. você não tem uma reserva para emergências;
  4. sua capacidade de poupança é mínima ou inexistente;
  5. você não tem nenhum tipo de controle de receitas e despesas;
  6. está endividado ou inadimplente;
  7. você não planeja seu futuro financeiro.

Encaixou em uma ou mais situações? Então, não deixe de ler, abaixo, como a tecnologia pode tornar seu processo de gestão menos trabalhoso e mais adaptado ao seu estilo de vida.

Tecnologia: grande aliada da gestão financeira pessoal

Será que você tem ideia do quanto a tecnologia pode ser sua aliada no controle financeiro?

Confira, a seguir, ideias e sugestões de ferramentas que vão facilitar (e muito) a criação de estratégias de gestão.

Continua após a publicidade

Pesquisa de preços

Comecemos por algo bem simples: pesquisa de preços.

Atualmente, não é mais necessário sair pesquisando preços de loja em loja, anotando em caderninhos e perdendo um tempo precioso com uma economia que poderia nem compensar o esforço. Isso porque sites de comparação de preços já fazem esse trabalho por você!

Mais do que isso, eles mostram o menor preço que aquele produto alcançou em um horizonte de tempo, para que você saiba quando aproveitar uma verdadeira promoção ou esperar até o preço estar mais atrativo.

É possível, também, comprar em outros estados ou países.

Por exemplo, podemos citar os sites Buscapé, Zoom e BondFaro, comparadores que trazem informações de diversas lojas. Você pode, inclusive, aplicar filtros para ajudar na sua busca pelo melhor produto para você.

Tudo graças à tecnologia, proporcionando os melhores negócios e maior economia, além de acirrar a competição no mercado, o que pressiona os preços para baixo.

Continua após a publicidade

Sites de desapego

Já que o assunto é preço baixo e bons negócios, trataremos, agora, dos sites e aplicativos de vendas de itens usados.

Uma boa maneira de manter suas finanças em dia é economizar comprando itens de segunda mão diretamente de pessoas físicas.

Na maioria das vezes, o preço compensa muito.

Isso permite que você gaste menos do que o necessário para ter um item praticamente igual, além de ajudar a manter suas contas equilibradas.

Por outro lado, a venda de itens que não te servem mais ou que foram comprados por impulso, e nunca foram realmente úteis, é uma ótima forma de usar essa tecnologia a seu favor.

Continua após a publicidade


Como ganhar dinheiro extra? Veja 27 maneiras comprovadas!


Trabalhos pela internet

Quando se trata de gestão financeira, além de gerir os ganhos, é importante diversificar as fontes de renda.

Nesse sentido, a tecnologia trouxe possibilidades antes inexistentes como o home office, ou trabalho em casa.

Trabalhar de casa pode ter um impacto grande nas finanças.

Primeiro, porque uma série de gastos que antes eram uma constante, como transporte e alimentação em restaurantes, não serão mais.

Segundo, porque outros gastos surgirão no lugar, como o aumento da conta de luz e preparação de um ambiente de trabalho saudável. Afinal, seu escritório é sua casa.

Continua após a publicidade

Entretanto, essa situação pode te render tempo extra para trabalhar como freelancer e obter uma renda a mais, por que não?

Assim, tanto no quesito economia, como no quesito aumentar a renda, esse recurso tecnológico pode ser uma grande vantagem na sua vida financeira.


Trabalho online: 10 maneiras de ganhar dinheiro sem sair de casa


Ferramentas de controle

Mais correlacionado à gestão financeira propriamente dita, temos as ferramentas de controle como planilhas do Excel e aplicativos de controle financeiro.

Aplicativos para gestão financeira, por exemplo, são aliados de grande peso para um planejamento financeiro eficiente. Isso porque, com eles, você pode cadastrar suas despesas por categorias e entender como seu dinheiro é gasto.

Continua após a publicidade

Além disso, é possível cadastrar orçamentos, estabelecendo um teto de gastos para cada categoria e para cartões de crédito.

Desse modo, quando seus gastos estiverem próximo do limite estabelecido, você será avisado que está extrapolando o orçamento.

Por fim, se você tem metas a realizar com seus ganhos, pode, também, controlar o quanto precisa poupar por mês e o aplicativo te ajudará a se manter na linha.

Além do mais, muitos aplicativos permitem acesso tanto pelo smartphone como pela web, facilitando o uso dessas plataformas.

Continua após a publicidade

E todos os dados armazenados podem ser visualizados na forma de gráficos personalizados ou exportados como planilhas para serem usadas e guardadas conforme sua vontade.

Então, caso você ainda não use um desses, conheça agora mesmo nossa lista com os os 15 melhores apps para controle financeiro pessoal.

Aplicativos específicos para aprender a poupar dinheiro e organizar as contas

Existem, ainda, aplicativos para poupar de um jeito desafiador e organizado.

Você pode, por exemplo, testar o app 52 semanas (Android/iOS), que é baseado em um desafio onde. a partir de valores pequenos. você consegue guardar uma boa grana no final do período.

O aplicativo Controle de Contas (Android/iOS) também é uma ótima opção para quem precisa organizar as contas. Ele te ajuda a agendar as datas das suas obrigações para que você não as atrase e acabe pagando juros.

Continua após a publicidade


Desafio das 52 semanas para poupar dinheiro: veja como fazer e junte até R$ 13.780,00


Análises simples

Como dito acima, a tecnologia pode transformar dados e informações mais complexas e transmiti-los de forma bem simples.

Cruzar dados, fazer projeções, analisar investimentos… Tudo pode ser feito de forma prática/rápida e, em alguns casos, esses demonstrativos ou simuladores já estão prontos e disponíveis na internet.

É o caso das calculadoras online!

Veja alguns bons exemplos de calculadoras que podem te ajudar bastante no dia a dia:

Continua após a publicidade

  1. Quanto deve ser seu salário líquido?
  2. Calcule juros compostos de forma fácil
  3. Quanto você deve receber de férias?

Todos esses cálculos vão te auxiliar no que diz respeito a controlar seu dinheiro com mais eficiência e tomar melhores decisões financeiras.

Cursos e materiais online

A tecnologia também aproxima as pessoas do conhecimento, concorda?

Através dela, é possível assistir uma palestra ou curso de uma grande autoridade em determinado assunto sem sair de casa ou da sua cidade.

Aliás, não se esqueça nunca que o conhecimento é a chave para boa gestão financeira!

Dessa maneira, poder ler livros online (alguns até que não foram lançados no Brasil) e ter acesso ao know-how dos grandes investidores e planejadores financeiros sem sair do conforto do seu lar é um grande avanço para a educação financeira.

Continua após a publicidade

Facilitar esse assunto não só melhora as finanças pessoais de quem tem contato com tais oportunidades, como no longo prazo pode mudar toda a estrutura de uma sociedade.

Pense comigo: ter cidadãos que se preocupam desde cedo com suas finanças e seu futuro ajuda a construir um país com aposentados mais independentes dos sistemas compulsórios de previdência e mais saudáveis financeiramente.

Além disso, as pessoas podem fazer melhor uso do seu dinheiro, usando-o para conquistar objetivos e passar mais tempo de qualidade fazendo o que gostam, em vez de trabalhar exaustivamente para pagar as contas, certo?


7 dicas para ter uma aposentadoria financeiramente tranquila


Informação

A rapidez com que recebemos e processamos as notícias e a facilidade como as informações dos diversos países estão disponíveis são cruciais para tomarmos decisões financeiras.

Continua após a publicidade

Por isso, saber o que pode influenciar no preço das mercadorias e estar atento às mudanças de mercado, pode fazer com que você aproveite os melhores investimentos ou se reserve de arriscar em um momento que não seja propício.

Além disso, poderá se preparar para possíveis oscilações negativas no mercado, reajustando seu orçamento e se adaptando a novas realidades.

Nesse sentido, outra ferramenta diretamente ligada à informação é o YouTube.

Nessa plataforma, há conteúdo sobre os mais diversos assuntos ligados à economia, finanças, gestão financeira, investimentos, poupança, entre outros. Ou seja, contribui ativamente para uma melhor educação financeira.

São muitos os canais que você pode explorar para aprender muito sobre dinheiro, como o Me Poupe!, Gustavo Cerbasi e André Bona.

Continua após a publicidade

Investimentos fáceis

Investir também se tornou algo bem simples e acessível a quase todos, pois são muitos os bancos que possibilitam os usuários façam aplicações em investimentos pelo próprio smartphone.

Existem, ainda, corretoras com plataformas on-line como o home broker, na qual é possível comprar e vender ações de forma simples e rápida.

Essas transações são feitas de forma 100% virtual e em tempo real, dando mais poder de reação aos investidores.

Se você é iniciante e acha que essa vantagem da tecnologia não se aplica ao seu caso, tenho boas notícias: algumas interfaces são bem simples e podem ser usadas por quem não tem experiência.

Continua após a publicidade

Há, inclusive, a possibilidade de ter o home broker no celular, o que significa dizer que o investidor pode ficar atento às movimentações do mercado continuamente.

Além disso, existem muitos outros tipos de investimentos disponíveis nas corretoras, para todos os perfis de investidores.

Aliás, algumas delas, a depender do tipo de investimento, não cobram taxa nenhuma, tornando esse processo barato e acessível.

Por isso, vale a pena pesquisar sobre o assunto e colocar o seu dinheiro para render bem longe da poupança.

Continua após a publicidade


Como investir dinheiro: o passo a passo definitivo!


Outras ferramentas para uma melhor gestão financeira

Por fim, existem mais algumas estratégias que podemos fazer uso para ajudar na gestão das nossas finanças, como:

  • colocar contas em débito automático – assim você evita esquecer de pagar e pode se programar para ter o dinheiro sempre na conta, além de não precisar dedicar tempo para essa atividade;
  • programar investimentos – o Tesouro Direto, por exemplo, permite que você estipule uma data no mês para fazer depósitos automáticos de um valor específico, evitando que você esqueça ou acabe sem dinheiro para investir;
  • usar um cartão de crédito pré-pago – você carrega com saldo e não corre o risco de se endividar por não conseguir pagar a fatura.

Então, aproveite esses benefícios para evitar o pagamento de juros, manter suas contas em dia e reservar uma parte da sua renda, de forma sistemática, para investimentos.

Essas ações simples são de grande importância para a maioria de nós, que vivemos uma vida agitada e cheia de compromissos. Muitos brasileiros, por “falta de tempo” e organização, acabam procrastinando pagamentos e investimentos.

Sendo assim, a automação é uma ferramenta tecnológica importantíssima e que ajuda a sua gestão a ser menos custosa, pois você não precisa usar tanta energia para fazer esse controle todo mês.

Continua após a publicidade


Para ficar rico, pague-se primeiro!


Conclusão

Nesse artigo, procuramos te apresentar à gestão financeira pessoal, seus benefícios e várias estratégias que fazem uso da tecnologia para te ajudar nesse processo.

Como você já deve ter percebido, essas ferramentas podem fazer uma diferença considerável em como lidamos com o dinheiro todos os dias. Normalmente, esse é um assunto que é motivo de preocupação, mas não precisa ser assim.

Controlar as finanças pode parecer trabalhoso e realmente é, mas isso não significa que você precisa fazer tudo sozinho ou anotar cada coisa em cadernos, por exemplo.

Você pode, e deve, escolher aquelas estratégias que fazem mais sentido para o seu dia a dia e que vão facilitar a sua vida, além de adaptá-las com o tempo.

Assim, logo, logo, você começará a ver transformações positivas na sua rotina que farão todo o trabalho valer a pena.

Por último, antes de ir, não esqueça de assinar a nossa newsletter para receber muito mais dicas sobre controle financeiro e investimentos na sua caixa de e-mails toda semana!

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.