A Caixa Econômica Federal começou a depositar hoje (29) o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de até 60 milhões de brasileiros. O valor a ser pago chega a R$ 1.045, que equivale ao salário mínimo, e é emergencial.

Estão aptos a receber o dinheiro os contribuintes com contas no FGTS ativas ou inativas. É preciso ter algum saldo, sendo que o máximo depositado é a quantia já apresentada. Ou seja, quem tiver R$ 50, poderá resgatar esse montante. Caso tenha R$ 10.000, o saque é de R$ 1.045.

Cada trabalhador também terá direito a apenas um saque, ainda que tenha várias contas em seu nome. Com isso, será considerada a que tem o saldo mais elevado.

Calendário do saque emergencial do FGTS

O dinheiro será depositado na conta social do trabalhador. Caso utilize a quantia para pagar contas e compras, é possível usar o valor a qualquer momento, desde que faça o pagamento pelo aplicativo Caixa Tem.

Para quem deseja resgatar o dinheiro em espécie ou transferi-lo para outra conta, é preciso aguardar o calendário. Ele varia de acordo com a data de nascimento. Veja:

Mês de nascimentoCrédito na Poupança Social DigitalDisponibilidade para saque
Janeiro29/06/202025/07/2020
Fevereiro06/07/202008/08/2020
Março13/07/202022/08/2020
Abril20/07/202005/09/2020
Maio27/07/202019/09/2020
Junho03/08/202003/10/2020
Julho10/08/202017/10/2020
Agosto24/08/202017/10/2020
Setembro31/08/202031/10/2020
Outubro08/09/202031/10/2020
Novembro14/09/202014/11/2020
Dezembro21/09/202014/11/2020

É importante destacar que a Caixa abre a Poupança Social Digital de maneira automática em nome do trabalhador. Depois do crédito do valor, existe o cartão de débito virtual. Outra possibilidade de uso é o QR code. Assim, é possível utilizar o dinheiro para compras e pagamento de contas.

Depois dos prazos especificados, a quantia pode ser transferida para qualquer banco sem custo. Ainda será disponibilizado o saque em espécie nas lotéricas e caixas eletrônicos da Caixa. Nesse último caso, é preciso usar o código gerado pelo app Caixa Tem.

Consulta do valor

No total, o Brasil tem 60 milhões de trabalhadores com contas ativas ou inativas do FGTS. Nem todos têm direito a esse dinheiro. Ainda assim, aproximadamente R$ 36,2 bilhões deverão ser acrescentados à economia do País. 

Para 30,7 milhões de contribuintes, a conta do FGTS ficará zerada. Para consultar se esse é o seu caso ou quanto estará disponível na sua conta, basta consultar a quantia pelo aplicativo do FGTS ou pelo internet banking da Caixa.

Caso ainda não tenha o aplicativo do FGTS, basta fazer o download e clicar em “Cadastre-se”. Preencha seus dados e cadastre uma senha de acesso com 6 dígitos. No site da Caixa, precisa colocar o número do NIS ou do PIS. Ele está na carteira de trabalho.

Gostou de ter acesso a essa notícia e quer receber mais informações? Assine a Newsletter do iDinheiro e leia tudo que pode interferir nas suas finanças.