As contas conjuntas são uma boa opção para casais, amigos ou familiares que desejam movimentar uma mesma conta. Elas são feitas, comumente, no caso de casais que preferem juntar suas rendas e tê-las concentradas em um só lugar. Na conta conjunta, ambos os titulares possuem a liberdade de movimentar a conta por meio dos seus cartões individuais. Porém, existem modalidades em que um indivíduo precisa da aprovação do outro para fazer qualquer movimentação.

É possível abrir uma conta poupança conjunta, seja ela simples ou solidária. A diferença principal nestas duas contas é em relação à liberdade de cada titular de realizar as movimentações. Na solidária, a liberdade para ambos é total, pode-se retirar dinheiro, depositar ou transferir sem a aprovação do outro. Porém, na modalidade simples, isso não é permitido.

Continua após a publicidade


Como funciona a caderneta conjunta?

Primeiro, é importante ressaltar que a caderneta é uma conta de investimento e própria para guardar dinheiro. Ou seja, caso ela seja conjunta, supõe-se que ambos os titulares tenham interesse nesse mesmo objetivo, de depositar a quantia e deixa-la render. É por isso que, no caso de conta conjunta na poupança, os bancos podem assumir medidas de segurança para preservar este objetivo.

A conta poupança é uma modalidade de conta simples, que não possui alguns serviços, como cheque especial, talão de cheques e a possibilidade de pedir empréstimos. O rendimento da poupança é mensal. Ou seja, só rende a quantia que ficou na conta durante 30 dias.

Por exemplo, se você depositou R$100,00 no dia 5 e mais R$100,00 no dia 10, o primeiro depósito terá como data de rendimento todo dia 5, e o segundo, no dia 10. É imprescindível que o dinheiro fique os 30 dias na poupança, ou então ele não irá render.

Porquinho de poupança conjunta
A Conta Poupança conjunta pode ser simples, com liberdade restringida para seus titulares, ou solidária.

Contudo, o rendimento da poupança atualmente (2019) se apresenta baixo. Quando a Taxa Selic está acima de 8,5%, o rendimento da poupança é de cerca de 0,5% ao mês. Porém, se a taxa estiver abaixo de 8,5%, o rendimento é 70% da Taxa Selic mais a Taxa Referencial. Hoje em dia, a Selic está 6,5% e a poupança rende 0,3715% mensalmente.

Para abrir uma conta poupança é muito simples, basta os dois titulares irem à agência ou em algum local certificado com os documentos de ambos. Estes são um documento de identificação, comprovante de residência, CPF e comprovante de renda. A conta conjunta pode ser aberta por quaisquer pessoas que possuam mais de 18 anos.

Conta Conjunta Simples ou Solidária?

Esta é uma questão que todos que querem abrir uma conta conjunta enfrentam. Como dito acima, a conta poupança é feita para investimento e guardar dinheiro, apesar de muitas pessoas a utilizarem como uma conta-corrente. Por isso, os bancos tomam algumas medidas para garantir que este propósito possa ser cumprido.

Por exemplo, caso um casal abra uma conta poupança e deposite dinheiro lá todo o mês. Se não houver nenhuma medida de segurança, uma das partes pode retirar o dinheiro antes de que ele complete os 30 dias e renda, sem o consentimento do outro titular. Isso pode gerar desentendimentos, dentre outras situações.

E é pra evitar este tipo de situação que os bancos comumente oferecem a opção de conta poupança simples, na modalidade conjunta, ou conta solidária. Assim, logo na abertura, são definidos alguns parâmetros para os titulares defenderem seus interesses, caso eles queiram.

A conta poupança simples oferece que ambos os titulares possam realizar depósitos nela, sem quaisquer dificuldades. Porém, para fazer movimentações, como saques, transações e transferências, é necessário que a outra parte aprove. Assim, nenhum dos titulares pode realizar movimentações sem que o outro saiba e dê o seu aval positivo, de modo que isso limita a liberdade de cada um. Pode parecer incômodo, mas isso evita que haja algum tipo de desentendimento e a outra parte retire o dinheiro abruptamente sem permissão. Como é uma conta conjunta, assume-se que a quantia ali depositada é de ambos os titulares.

A conta solidária é diferente, pois ela dá liberdade para os titulares. Qualquer um pode movimentar a conta, fazer saques, transferir dinheiro, etc, sem a permissão da outra parte. Este tipo de conta é ideal para casais que confiam completamente um no outro, pais e filhos, etc.