Fez uma compra no cartão e precisa pedir a devolução do valor gasto porque aquela compra não era bem aquilo que você estava esperando? Saiba que é fácil solicitar o estorno do cartão de crédito!

De toda forma, isso não quer dizer que o dinheiro voltará para a sua conta tão facilmente assim. 

Continua após a publicidade:

Há diversas situações em que você pode pedir o cancelamento de uma compra feita pelo cartão de crédito e solicitar, dessa forma, a devolução do valor gasto. 

Neste artigo vamos mostrar em que situações isso pode ser feito e como funciona o estorno do cartão de crédito até o momento em que o valor devolvido aparece na sua fatura.

Continua após a publicidade

O que é o estorno do cartão de crédito?

O estorno é uma solicitação feita por um cliente quando ele deseja cancelar uma compra feita pelo cartão de crédito, recebendo seu dinheiro de volta.

Ele pode acontecer tanto em uma compra online como em um estabelecimento presencial. 

Sabendo disso, quando é possível solicitar o estorno do cartão de crédito?

Se você fez uma compra online, pode pedir o estorno com base no direito do “arrependimento”, quando o preço cobrado na fatura foi maior que o combinado no momento da transação.

Ou, ainda assim, se alguma compra que você não fez foi cobrada no cartão.

Ao mesmo tempo, também é possível pedir o estorno em caso de algum defeito no produto adquirido. Isso independe se a compra foi feita online ou presencialmente.

Lei do Arrependimento

A Lei do Arrependimento é um direito previsto no Código de Defesa do Consumidor.

Sabendo disso, ela vale nos casos de compras realizadas pela internet ou telefone. Conforme a norma, você tem sete dias para se “arrepender” e pedir o estorno do valor pago.

Continua após a publicidade

Cobrança com preço diferente

Na hora de pagar sua fatura, notou que uma compra que deveria ter saído por R$ 100 foi cobrada R$ 150.

Nesse caso, você tem o direito de pedir o estorno dos R$ 50 que foram cobrados a mais. Afinal, combinado não sai caro.

Compra com defeito

O estorno com cartão de crédito no caso de compras com defeito vale tanto para transações online (ou pelo telefone) como para as presenciais.

Pela lei, a partir do momento em que você nota o defeito em um produto você tem entre 30 dias (em caso de bens não-duráveis) e 90 dias (para bens duráveis) para pedir o estorno. 

Continua após a publicidade

Compra “estranha”

Também é possível solicitar o estorno do cartão de crédito no caso de uma compra que você não fez, mas que foi cobrada na sua fatura.

Nesse caso, como há um problema de segurança (o cartão pode ter sido clonado ou seus dados vazados) é comum que o banco cancele o cartão e te dê um novo. 

Como funciona o estorno no cartão de crédito?

Se sua situação se enquadra em algum dos motivos descritos no item anterior, você deve entrar em contato com o estabelecimento comercial onde a compra foi realizada.

O comércio vai analisar as políticas de reembolso e devolução e, caso concorde com o pedido, vai abrir uma solicitação de estorno.

Continua após a publicidade

Com isso, o pedido passa para a operadora da maquininha onde a compra foi feita, a bandeira do cartão de crédito e a operadora.

A última é a responsável por, efetivamente, realizar o cancelamento e o estorno do valor alegado. 

E se o estorno for negado?

Isso pode acontecer, e não é raro. Nesse caso, então, você deve reunir a documentação da compra e acionar a operadora diretamente.

Dessa forma, abre-se uma disputa entre os dois envolvidos que vão analisar a situação. Isso pode levar semanas ou meses e é preciso ficar atento a essa disputa para ver se será preciso acionar algum outro órgão, como o Procon, por exemplo.  

Continua após a publicidade

Ao estabelecimento cabe devolver o valor pago. À operadora, cabe intermediar o estorno, mas elas não podem devolver o valor que já foi pago. 

Como ocorre o reembolso?

Se deu tudo certo e o estabelecimento comercial aceitou realizar o estorno do valor solicitado da compra, ele vai aparecer na sua próxima fatura do cartão. Como se fosse um crédito.

Ou seja, o valor estornado vai abater parte do valor da cobrança fechada. 

Se sua fatura do cartão de crédito fechar em R$ 1.000, mas o valor estornado de uma compra de R$ 100 cair nesse boleto, você pagará R$ 900 na fatura.

Isso porque a diferença você já havia pago em uma fatura anterior, certo? 

Nesse sentido, se você realizou a compra em prestações, o valor devolvido também será, claro, de forma parcelada. 

Continua após a publicidade

Cancelamento x estorno: qual é a diferença?

Tanto o cancelamento do cartão de crédito quanto o estorno se tratam de um cancelamento de uma compra, certo?

No entanto, quando falamos de estorno, nos referimos à devolução do valor solicitado. 

Dessa forma, temos:

Estorno:

Devolução de um valor feito pelo estabelecimento comercial e que consta na fatura do cartão como um crédito que será abatido no valor final do boleto.

Como o estorno depende de um procedimento que envolve o estabelecimento, a bandeira e a operadora do cartão de crédito, é possível que o valor demore até duas faturas para ser creditado.  

Cancelamento

É o pedido para que uma determinada compra não seja mais registrada. Dessa forma, o produto é devolvido e o estabelecimento devolve o valor gasto pelo cliente. Se foi no cartão de crédito, essa devolução entra na forma de estorno.

Continua após a publicidade

Conclusão

E então? Acredita que, após finalizar a leitura deste artigo, você conseguiu compreender de forma prática o que é o estorno e quais são as principais diferenças entre ele e o cancelamento?

Entender sobre esses processos do cotidiano, mas que muitas vezes passam despercebidos, é fundamental para aumentar o controle das suas finanças e se organizar da melhor forma possível.

Se você quiser continuar tendo acesso a conteúdos relevantes como este, não deixe de assinar a newsletter do iDinheiro para receber, na sua caixa de entrada, toda semana, um conteúdo exclusivo e informativo sobre o que mais importa para o seu dinheiro. 

Publicidade