O que é empréstimo na conta de água? Entenda essa modalidade de crédito e veja se vale a pena pedir!

Já conhece o empréstimo na conta de água? Entenda como ele funciona, se é confiável e se vale a pena pedir!

Julyana Andrade
Julyana Andrade

O empréstimo na conta de água é uma opção que poucas pessoas conhecem, mas que pode ser bastante útil para quem precisa de um dinheiro extra na hora do aperto. 

Nesta modalidade, o cliente solicita o empréstimo e as parcelas são descontadas diretamente no boleto de água, somando-se ao valor que você já paga normalmente todos os meses para contar com o serviço.

Continua após a publicidade

Esse modelo tem como principais características a maior facilidade na aprovação e aplicação de taxas de juros mais baixas, em comparação com outras linhas de crédito pessoal, o que pode fazer toda a diferença na hora de decidir pela contratação. Além disso, existe a possibilidade de ser feito online, gerando menos burocracia para o cliente.

A seguir, vamos explicar como funciona essa linha de crédito e o que é necessário para fazer a solicitação, caso esse modelo atenda às suas necessidades. Continue com a leitura e saiba mais!

Continua após a publicidade

O que é o empréstimo na conta de água?

Este modelo de crédito funciona desde 2019, sendo criado juntamente com os empréstimos cobrados em outras contas de consumo — como talão de luz, telefone, gás etc — e pode ser uma boa opção para quem não conseguiu aprovação ou condições favoráveis em modalidades mais tradicionais.

Aqui, as parcelas do empréstimo são somadas às suas faturas de conta de água, chegando tudo no mesmo talão. Como as pessoas dificilmente ficam inadimplentes com essas contas de consumo básico, a instituição tem mais garantias de que receberá o valor acordado, facilitando a aprovação.

Como funciona o empréstimo descontado na conta de água?

Para solicitar o empréstimo na conta de água, primeiramente, você deve se certificar se a empresa que presta esse serviço de abastecimento na sua região aceita essa prática. Portanto, é necessário entrar em contato com eles para obter essa informação.

Se a resposta for positiva, você deve buscar por alguma instituição que trabalhe com essa linha de crédito. Assim que a solicitação for aprovada, o dinheiro será depositado na sua conta e as parcelas passarão a ser cobradas diretamente no talão de água.

Continua após a publicidade

Por exemplo: se a sua conta é de R$60 por mês e você solicita um empréstimo na conta de água, cujo valor das parcelas é de 50 reais, os boletos virão com o valor de R$110 — sendo o somatório dos dois serviços.

Como solicitar o empréstimo no talão de água?

Para conseguir pedir seu empréstimo, alguns pré-requisitos precisam ser seguidos para a aprovação. São eles:

  • ser titular da conta de água;
  • ter mais de 21 anos;
  • não estar inadimplente com a empresa;
  • confirmar com a concessionária de água se ela oferece essa modalidade;
  • saber se a instituição escolhida trabalha com essa linha de crédito;
  • ter uma conta bancária.

Quanto a conta bancária, é necessário que você tenha uma em seu nome para que a financeira possa depositar a quantia liberada pelo banco. Da mesma forma, o talão de água tem que estar em sua titularidade. Caso contrário, o pedido será negado.

Outro ponto importante, é analisar bem as condições impostas pelas instituições antes de contratar o empréstimo na conta de água. Verifique se as parcelas, somadas ao seu consumo mensal, estão adequadas a seu orçamento. Além disso, confira se as taxas de juros aplicadas estão sendo justas, quando comparadas às demais do mercado, para que o risco de acabar fechando um negócio desvantajoso seja menor.

Continua após a publicidade

Para evitar que esse processo se torne estressante, considere priorizar as empresas que impõem menos burocracia, oferecendo atendimento e contratação online, por exemplo. Assim, é possível pegar o empréstimo sem sair de casa e em poucos passos.

Quais são os documentos necessários?

Cada instituição tem seus próprios critérios de avaliação, bem como exigem diferentes documentos para que se possa possa solicitar o empréstimo na conta de água. Porém, de uma maneira geral, os mais solicitados são:

  • RG;
  • CPF;
  • comprovante de residência;
  • comprovante de renda — extrato bancário ou declaração do imposto de renda;
  • carteira de trabalho.

Caso a sua solicitação seja feita pela internet, será preciso preencher o formulário que a empresa disponibiliza e enviar a cópia dos documentos para que a análise seja feita. O retorno costuma ser em até 24h após o envio.

Onde pedir o empréstimo na conta de água?

Por ser uma modalidade considerada nova, ainda não são muitas as instituições que oferecem empréstimo na conta de água. Porém, uma das que concedem esse meio de contratação é a Piki — com o apoio da fintech EasyCrédito.

Continua após a publicidade

A empresa é especialista em empréstimos com débito em contas de consumo — como água, luz, telefone, gás — oferecendo diversas opções de parcelamento, que vão de 3 a 18 meses, e com valores que podem ir de R$500 a R$2.500.  

O cliente tem até 30 dias para pagar a primeira parcela, dependendo do dia do vencimento da conta de consumo vinculada ao empréstimo. Além disso, o dinheiro entra rapidamente na conta, tendo o prazo de até um dia útil para o valor ser depositado.

O processo para contratação é livre de burocracia, já que a solicitação e análise são feitas pelo site da empresa. Ou seja, você não precisa comparecer em uma agência para contratar o empréstimo na conta de água.

O empréstimo na conta de água é confiável?

Sim! O empréstimo na conta de água é confiável, porém, é necessário buscar por instituições sérias e que tenham uma boa reputação no mercado, para que a transação seja feita da maneira mais segura possível. 

Continua após a publicidade

Diversas empresas fraudulentas tentam aplicar golpes em clientes e se aproveitam desse momento de vulnerabilidade, onde a oferta por dinheiro fácil se torna tentadora demais para resistir. Portanto, é importante ter atenção a propostas muito vantajosas e fora da realidade do mercado.

Outra dica para definir se a instituição é confiável e presta um serviço de qualidade, é buscar por sua pontuação no site Reclame Aqui. Por lá, é possível analisar a reputação da empresa e qual tem sido a relação dela com seus consumidores, no que diz respeito à solução de problemas e atendimento das reclamações feitas na plataforma.

É importante destacar que nenhuma instituição pode cobrar qualquer valor ou taxa antecipadamente. Essa é uma prática ilegal segundo Banco Central e, caso alguma empresa faça tal exigência, encerre as negociações imediatamente e informe o BACEN para que as devidas providências sejam tomadas.

Afinal, vale a pena pedir empréstimo na conta de água?

Sim! O empréstimo na conta de água vale a pena para quem necessita de dinheiro rápido, sem ter que passar pela burocracia de outras modalidades. Além disso, devido à segurança que a instituição tem de que as parcelas serão pagas, a aprovação é facilitada. 

Continua após a publicidade

E, pelo mesmo motivo, é possível conseguir parcelamentos mais flexíveis e taxas de juros mais baixas, quando comparadas ao rotativo do cartão de crédito ou cheque especial, por exemplo.

Porém, da mesma forma que a proposta é considerada boa, deve-se ter atenção na hora de contratar o serviço. Antes de fechar o negócio, certifique-se que esse valor adicional se encaixa no seu orçamento. Afinal, caso não consiga arcar com a conta, correrá sérios riscos de ter a sua água cortada, já que o empréstimo é cobrado no talão. 

A oferta de juros mais competitivos e possibilidade de aprovação facilitada — mesmo com o nome negativado e score baixo —, podem fazer com que haja um deslumbre com a oferta, fazendo com que análise dos gastos mensais seja negligenciada. 

Também considere que esse valor emprestado será acrescido à sua conta de água por diversos meses. Somado à oscilação de consumo, é melhor estar preparado para não levar sustos na hora de pagar. 

Tendo tudo isso bem analisado, fica mais fácil decidir se o empréstimo na conta de água é o que melhor se encaixa em suas necessidades. Caso esse balanço seja positivo, basta escolher a instituição com melhor custo-benefício e fazer a contratação.

Gostou do post? Então assine nossa newsletter para continuar por dentro de outros conteúdos educativos como este!

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.