Entenda como funciona o empréstimo com garantia de moto e veja se vale a pena!

O empréstimo com garantia de moto é uma modalidade de crédito com taxas de juros baixas e condições facilitadas. Saiba como funciona e veja se vale a pena contratar!

Julyana Andrade
Julyana Andrade

Se você precisa de dinheiro rápido e com juros baixos, uma opção é o empréstimo com garantia de moto. Essa modalidade é uma forma de obter crédito pessoal com taxas mais atrativas.

Achou interessante? Neste post, vamos explicar melhor com ele funciona e de que maneira contratar. Que tal saber mais?

Continua após a publicidade

O que é empréstimo com garantia de moto?

O empréstimo com garantia de moto também é chamado de refinanciamento. Ele consiste em uma linha de crédito em que o veículo é oferecido como garantia.

Nesse caso, é a moto que sofre a alienação. Na prática, você tem o direito a utilizá-la, mas ela fica em nome da instituição financeira até o término do pagamento do empréstimo.

Continua após a publicidade

Apesar de ainda ser menos conhecida no Brasil, essa modalidade é comum em outros países. Por isso, é legalizada e oferecida por vários bancos e financeiras.

Como funciona o empréstimo com garantia de moto?

O empréstimo com moto de garantia funciona de maneira similar a outros tipos de crédito. A diferença é que você oferecerá o veículo como contrapartida em caso de inadimplência.

Além disso, existe a limitação da quantia passível de contratação. Como a moto estará em garantia, quanto maior for o preço dela, mais dinheiro é possível emprestar.

O percentual depende da instituição. Geralmente, ele fica entre 50% e 90%. Para entender melhor, veja o seguinte exemplo.

Continua após a publicidade

Imagine que sua moto valha R$ 15.000. O máximo de contratação permitido pela financeira é de 70%. Nesse caso, você pode solicitar R$ 10.500 (15.000 x 70%).

O prazo de pagamento varia. No entanto, ele costuma ser de até 24 meses no crédito com garantia de moto.

Caso você queira contratar esse empréstimo, deverá passar por uma análise de crédito. Esse é um procedimento comum para avaliar o seu histórico de relacionamento com os bancos.

Estando tudo certo, o seu veículo ainda precisará passar por uma vistoria. Hoje, esse processo costuma ser feito online. Assim, é pedido que você tire algumas fotos da moto.

Continua após a publicidade

Elas devem ser enviadas para passarem por uma análise. Em caso de aprovação, o dinheiro é debitado na sua conta-corrente.

Ainda existem algumas condições exigidas. A moto deve:

  • estar no nome de quem pede o empréstimo;
  • estar quitada;
  • ter o pagamento de impostos em dia;
  • ter todas as multas pagas, se existirem;
  • ser nova ou com poucos anos de uso — geralmente, até 5 anos;
  • não devem constar como garantia de outro empréstimo ou financiamento.

Observe que essas regras dependem da instituição financeira. Porém, no geral, essas são as cobranças feitas de quem contrata o empréstimo.

O que acontece com a moto depois do empréstimo?

O veículo fica alienado. Isso significa que a propriedade passa a ser do credor. Ou seja, do banco ou financeira com o qual você contratou o empréstimo.

Porém, você continua utilizando a moto no seu dia a dia. Assim, usa para trabalhar, viajar e passear. Também é responsável pelas manutenções e abastecimento.

Continua após a publicidade

Em outras palavras, na prática, você continua sendo o dono. O que muda é somente o documento.

Caso todas as parcelas sejam pagas, a propriedade da moto passa a ser sua novamente. Portanto, seu nome volta a constar no documento.

Por sua vez, se ficar com uma ou mais parcelas atrasadas, a moto pode ser tomada pelo credor. Porém, para chegar a essa situação, passa-se por um processo.

Primeiro, o banco tenta renegociar a dívida. Se nenhuma tentativa trouxer resultado, será emitido um mandado de busca e apreensão.

Continua após a publicidade

Assim, a moto vai para leilão para ser vendida. O valor arrecadado servirá para pagar as parcelas em aberto. Se sobrar alguma quantia, é devolvida para você.

Qual a vantagem de deixar o veículo alienado? Essa é uma forma de diminuir os juros do empréstimo. Como o banco tem uma garantia, ele tem mais confiança no pagamento.

Por isso, o empréstimo com garantia de moto é uma das modalidades mais baratas do mercado. Ainda assim, sempre vale a pena fazer uma pesquisa.

Quais financeiras fazem empréstimo com moto de garantia?

Várias instituições financeiras trabalham com essa modalidade. Confira algumas delas para fazer a contratação.

A Creditas essa linha de empréstimo com veículo de garantia, o que inclui carros e motos. O valor para contratação vai de R$ 5.000 a R$ 150.000. O percentual máximo é de 90% do valor da moto.

Continua após a publicidade

A financeira ainda divulga que as parcelas são a partir de R$ 137 por mês. As taxas de juros começam em 0,99% ao mês. O pagamento é realizado em até 60 meses.

O Bom pra Crédito também trabalha com a modalidade. O site não especifica uma quantia máxima para contratação. A simulação prevê os valores R$ 2.000, R$ 5.000, R$ 10.000 e outro.

Além disso, o parcelamento pode ser realizado em 12, 18, 24 vezes ou mais parcelas. A taxa de juros aplicada começa em 0,75%.

A vantagem do Bom pra Crédito é ser uma plataforma de negociação. Existem mais de 30 parceiros disponíveis. Alguns são:

Continua após a publicidade

A Sim oferece o empréstimo com garantia de veículo. O valor máximo para contratação é R$ 150.000. No entanto, é possível obter até 90% do valor da moto.

As taxas começam em 1,73% ao mês. O pagamento é realizado em até 60 meses.

Além disso, a vistoria é online. Nesse processo, são avaliados: ano de fabricação, marca e modelo. As exigências para contratação do crédito são a moto estar:

  • quitada, regularizada e ter 15 anos, no máximo;
  • no nome no solicitante;
  • reemitir o documento no Detran no prazo de 30 dias após o depósito do dinheiro na sua conta.

Afinal, vale a pena contratar essa modalidade de empréstimo?

O empréstimo com moto de garantia é uma opção válida para quem precisa de dinheiro. Como sempre, é preciso fazer um bom planejamento financeiro.

Assim, você evita novas dívidas. Além disso, é importante fazer uma análise adequada para ver essa modalidade é a certa para sua realidade financeira.

De toda forma, existem várias vantagens no refinanciamento de veículo. Entre elas estão:

  • taxas mais atrativas, o que fazem esse crédito ser um dos mais baratos do mercado;
  • possibilidade de contratar o empréstimo mesmo com o nome negativado;
  • prazos de pagamento facilitados;
  • continuidade do uso da moto enquanto ela estiver alienada.

Por sua vez, também existem desvantagens. Veja quais são as principais:

  • possibilidade de ficar sem a moto, caso fique inadimplente;
  • valor variável conforme o veículo;
  • imposição de restrições, como oferecer veículos recentes;
  • exigências da financeira para garantir a negociação.

Ou seja, existem os prós e os contras. Falta você analisar e ver o que faz mais sentido para você.

De toda forma, o empréstimo com garantia de moto é uma opção interessante. Especialmente, se você precisa de valores mais altos para objetivos ou quer quitar dívidas mais altas. Assim, equilibra o seu orçamento.

Perguntas frequentes

  1. O que acontece com a moto se eu não pagar o empréstimo?

    Nesse caso, o banco tentará uma renegociação. Se não chegar a um acordo, a moto será tomada para ser leiloada. O valor será usado para quitar a dívida.

  2. Quem está negativado pode pedir empréstimo usando moto de garantia?

    Sim, porque o veículo é uma segurança para o credor. Porém, as taxas de juros serão mais altas. Além disso, a financeira pode recusar a operação.

  3. Quais são os juros cobrados no empréstimo com garantia de moto?

    Isso depende da instituição financeira. De modo geral, iniciam em 1,5%. Porém, pesquise antes de contratar o empréstimo.

  4. Como fazer empréstimo com moto de garantia?

    É necessário entrar em contato com alguma financeira que ofereça o serviço e fazer uma simulação e proposta. Caso seja aprovado na primeira análise, deverá encaminhar os documentos pessoais e da moto para outra avaliação. Em caso de aprovação, o dinheiro é liberado na conta e o bem fica alienado.

Continua após a Publicidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.