Notícias

Pelo menos 30 domínios falsos para golpes com PIX são identificados; saiba como se proteger

Heloísa Vasconcelos
Heloísa Vasconcelos
mão em teclado, representando domínios falsos para golpes com pix

Analistas identificaram domínios falsos para golpes no PIX. Segundo o Banco Central, apesar das tentativas de fraude, o novo sistema é seguro.

O cadastro de chaves no PIX foi liberado para usuários na última segunda-feira, 5.

E, desde então, a empresa de segurança Kaspersky já identificou pelo menos 30 domínios falsos para golpes com o  PIX.

Esses sites, criados por cibercriminosos, têm como objetivo roubar dados de usuários, podendo, em alguns casos, disseminar softwares nocivos que hackeiam aparelhos e roubam senhas.

Continua após a publicidade

Antes da abertura do cadastro de chaves, analistas já haviam identificado tentativas de golpes no PIX.

Apesar disso, o Banco Central afirma que o novo sistema, que terá transações criptografadas e feitas por meio de uma rede protegida, é seguro.

Com informações da Folha de S. Paulo.

Domínios falsos para golpes com PIX

Até o momento, a Kaspersky já encontrou pelo menos 30 domínios fraudulentos.

Na maioria das vezes, o golpe consiste em fazer o consumidor acreditar que o fraudador é um representante da instituição financeira ou que o site informado é o oficial do PIX. Dessa forma, o usuário passa informações pessoais e financeiras para criminosos, sem consentimento.

“Se os registros [em relação ao PIX] continuarem crescendo nos próximos dias na mesma velocidade das primeiras 24 horas, podemos chegar aos 100 sites falsos em menos de uma semana”, analisa o especialista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil, Fabio Assolini, à Folha.

O sistema em si é seguro

O Banco Central e as instituições financeiras e de pagamentos envolvidas com o processo afirmam que o sistema é seguro, apesar das tentativas de fraude. 

Conforme o diretor de política de negócios e operações da Febraban (Federação Brasileira de Bancos), Leandro Vilain, a segurança é sempre um investimento recorrente dentro dos bancos. 

As transações realizadas por meio do PIX devem ser seguras porque ocorrerão por meio de mensagens assinadas digitalmente e que trafegam de forma criptografada, em uma rede protegida e apartada da internet.

Além disso, existem mecanismos de proteção para impedir varreduras das informações pessoais, bem como  indicadores que auxiliam os participantes na prevenção contra fraudes e lavagem de dinheiro.

Como posso me proteger?

A principal dica para se proteger de golpes envolvendo o PIX é se certificar de realizar o cadastro de chaves sempre em canais oficiais das instituições financeiras. 

Para evitar invasões, é importante colocar senha no aparelho celular e nos aplicativos bancários. Caso seu celular tenha modelos de autenticação, como biometria facial e digital, especialistas indicam utilizá-los.

Por fim, não se deve deixar senhas anotadas no bloco de notas do celular e também é válido desativar o preenchimento automático de senhas.

Quer continuar acompanhando as novidades sobre o PIX? Então, assine a newsletter do iDinheiro para receber mais conteúdos do tipo diretamente no seu e-mail.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *