Black Friday pode baratear voos em até 75%

Isabella Proença
Isabella Proença
interior de aeronave representando black friday pousa na aviação
O setor de turismo espera uma retomada na Black Friday, com possibilidade de desconto em voos em até 75%. Veja as orientações para viagens na pandemia.

Com início na próxima sexta-feira, dia 27, a Black Friday traz para a aviação a esperança de aquecimento para o setor do turismo e, para os clientes, a expectativa de desconto em voos.

Na contramão de ondas e estatísticas que perpetuaram os noticiários nos últimos meses, algumas vacinas atingem a reta final para aplicação no público. Isso traz expectativas e faz com que planos de viagem dos consumidores e empresários sejam retomados.

Continua após a publicidade

Desconto em voos é esperado na Black Friday

Em 2020 a Black Friday completa 10 anos no país e se apresenta ao público com uma abordagem especial, já que o consumo online do ano foi aquecido pela crise sanitária.

O surto ocasionado pelo Covid-19 surpreendeu o mundo inteiro e atingiu negativamente quase todos os setores.

Continua após a publicidade

Uma das mais e primeiras áreas a ser afetadas foi o turismo. E, por consequência, a aviação. O setor vivia uma onda positiva antes da pandemia.

Além do turismo, familiares em visitas a seus parentes e trabalhadores de diferentes setores utilizavam aviões como meio de transporte. Nada disso foi possível com a crise.

Para o mês de novembro, a aviação espera atingir cerca de 60,8% dos números comumente atingidos nesta época antes da pandemia.

No ano passado, durante a Black Friday, a queda nos preços das passagens aéreas chegou a 75%. 

Continua após a publicidade

Como o setor está em busca de se reerguer e recuperar seus números, o consumidor pode esperar que agências e companhias aéreas repitam estes números neste ano.

Orientações para os voos nacionais

Apesar da luz no fim do túnel, os cuidados contra a disseminação e contaminação do vírus devem continuar como prioridade máxima.

O próprio governo, por meio do ministério de Turismo, lançou a campanha “Viaje com responsabilidade e redescubra o Brasil”.

Segundo o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, a campanha terá base em quatro pilares: preservação de empregos e empresas, implementação de protocolos de biossegurança, qualificação dos destinos e incentivo às viagens.

Continua após a publicidade

Além dessas abordagens, o programa também inclui certificação do selo “Turismo Responsável”.

Os estabelecimentos que possuírem a certificação estarão de acordo com as normas e procedimentos de segurança impostas pelos órgãos competentes.

Para ter uma experiência agradável, econômica e segura, o consumidor deve fazer um bom planejamento, pesquisar e se atentar às regras e condições oferecidas pelas empresas e autoridades.

Voos internacionais

O programa adotado pelo governo brasileiro se restringe aos voos nacionais. Para voos internacionais, as regras são outras.

Vale ressaltar que, desde a declaração da pandemia da Covid-19 pela Organização Mundial de Saúde (OMS), diversos países adotaram restrições de voos originados do Brasil. 

Continua após a publicidade

Alguns países ainda permitem o desembarque no território com a condição de quarentena após chegada no aeroporto. Já outros preferiram adotar medidas mais rígidas e proíbem totalmente voos vindos do Brasil.

Sendo assim, mais uma vez surge a necessidade e importância de um bom planejamento e pesquisa para monitorar preços e condições em relação aos prazos estipulados pelas agências e companhias aéreas, sem se esquecer das restrições impostas pelo governo ou país de destino.

Assine a newsletter do iDinheiro e se mantenha informado sobre tudo o que importa para o seu dinheiro.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.