Desafio Unilever para universitários negros é lançado

Foi lançado o Desafio Unilever, voltado para estudantes negros. No programa, os alunos terão mentorias e treinamentos online para o mercado de trabalho.

Isabella Proença
Isabella Proença

As inscrições para o Afrocamp estão abertas. O desafio Unilever é direcionado para universitários autodeclarados negros e pardos e tem a inovação como tema central.

Além de ter uma preparação para o mercado de trabalho, com mentorias e treinamentos online, os jovens serão divididos em grupos e trabalharão juntos na resolução de um problema real de negócio.

Continua após a publicidade

O jogo de inovação proporciona uma nova experiência que poderá ser exibida no currículo. Os ganhadores serão premiados com 5 notebooks.

A iniciativa da empresa partiu do grupo de afinidade étnico-racial AfroLever e o processo seletivo será realizado em parceria com a consultoria HUB On Demand.

De acordo com a integrante do AfroLever e trainee de marketing, Isabela Albuquerque, o desafio encoraja jovens pretos a perseguirem seus sonhos.

“Há muitas pessoas com talentos natos, que só precisam de uma oportunidade de desenvolvimento para crescer profissionalmente e se destacar. A Unilever quer encontrar essas pessoas e mostrar inúmeras possibilidades de crescimento”, afirma.

Informações sobre o desafio Unilever

Serão aceitos candidatos de todo o país e de qualquer curso de ensino superior.

Para participar, os jovens precisam ter formação prevista entre dezembro de 2021 e dezembro de 2022 e disponibilidade entre os dias 13 e 30 de novembro.

Não é exigido conhecimento em inglês.

A duração do programa é de 2 semanas e há 25 vagas disponíveis.

Além da inscrição, o processo seletivo também é composto por uma etapa de entrevistas.

Os interessados têm até o dia 26 de outubro para se inscrever pelo site.

Programas inclusivos

Programas direcionados a estudantes e recém-formados pretos e pardos têm causado polêmica no Brasil. Alguns deles, inclusive, levantaram debates sobre racismo.

No entanto, essa comoção só despertou mais o interesse para a mudança que as empresas querem provocar: atrair diversidade e talentos para seus programas que formam as lideranças futuras da organização.

programa de trainee da Bayer, por exemplo, encerrou suas inscrições na última quarta-feira, 21, e teve cerca de 10 mil inscritos.

A iniciativa da Unilever dá continuidade à onda de ações afirmativas das companhias para incentivar a diversidade e a inclusão de minorias.

“É importante e extremamente necessário investir no desenvolvimento de talentos, oferecendo oportunidades, mentorias e outras ferramentas para encorajar esses jovens a mostrar todo o potencial que têm, rompendo barreiras que os impedem de avançar”, afirma a vice-presidente de recursos humanos da Unilever, Luciana Paganato.

Gostou desta matéria? Então assine a newsletter do iDinheiro e receba nossas atualizações em tempo real no seu e-mail.

Continua após a Publicidade

Comunidade iDinheiro
Pergunte à comunidade ➔
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.