Notícias

CVM lança aplicativo: investidores podem consultar quem está autorizado a atuar no mercado de capitais

Lilian Calmon
Lilian Calmon
homem de terno acessa smartphone representando CVM lança aplicativo

A CVM lança o aplicativo CVM Digital, com objetivo de facilitar a consulta de informações na hora do investimento e evitar fraudes. Saiba mais.

Nesta segunda-feira, 5, a Comissão de Valores Imobiliários (CVM) lança o aplicativo CVM Digital durante a abertura da Semana Mundial do Investidor (em inglês, World Investor Week – WIW 2020), que vai até 11 de outubro. 

O objetivo do aplicativo é facilitar a consulta do investidor em relação a quem está autorizado a atuar no mercado de capitais.

Continua após a publicidade

“O investidor pode saber, por exemplo, se a empresa que ele está investindo está cadastrada na CVM. A mesma verificação pode ser feita em relação à corretora, ao auditor independente, dentre outros participantes. Ao procurar o nome de uma empresa, por exemplo, será possível acessar os dados cadastrais, do diretor e de mercado”, explicou o inspetor da Coordenação de Educação Financeira da CVM, José Carlos Margalho.

CVM lança aplicativo: primeira versão já está disponível para Android e iOS

A primeira versão do aplicativo CVM Digital já está disponível para Android e iOS.

“Esse aplicativo busca agregar várias funcionalidades e disponibilizar informações que as áreas técnicas da CVM já informam no site. É um canal para um atendimento mais próximo e conectado. Chegamos a 3 milhões de investidores ativos na Bolsa de Valores e a expectativa é de chegar a 5,5 milhões. Esse público poderá usar esse aplicativo que, em breve, será um dos principais canais de consulta rápida e eficiente do mercado”, afirmou em nota o superintendente da CVM, José Alexandre Vasco.

A implementação de novos recursos já está em fase de análise, Confira, abaixo, quais são eles:

  • Consulta a informes de Fundos de Investimento (atas de assembleias, regulamento, dentre outros).
  • Abertura e acompanhamento de chamados no Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC).
  • Acesso ao Sistema Eletrônico de Informações (SEI), com a visualização de processos públicos e notificação de andamento de processo.
  • Participação em pesquisa de satisfação sobre o aplicativo.
  • Abertura e acompanhamento de protocolo na Divisão de Gestão da Informação (DINF).
  • Notificação sobre cursos e eventos realizados pela CVM.

Leia também “Fraude financeira: CVM recebeu mais de 200 denúncias até julho de 2020”.

Gostou deste post? Então, assine a newsletter do iDinheiro e receba todas as novidades em tempo real.

Publicidade

Logo iDinheiro

Newsletter iDinheiro: receba novidades sobre o que importa para o seu dinheiro.

    Suas informações não serão compartilhadas com terceiros e também não enviaremos promoções ou ofertas.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *